Está pensando em comprar a sua casa própria, mas não sabe se compensa investir nos dias de hoje? Veja aqui algumas dicas para que você não tenha mais dúvidas sobre essa compra. Acompanhe! 

Casa própria e vida financeira estabilizada. É impossível encontrar uma pessoa que nunca tenha sonhado com essa dupla, independente da classe social e de afins. Este é um costume já enraizado na cultura, que o brasileiro leva de geração a geração. 

Contudo, no século XXI tudo foi posto em discussão. Seja no comportamento dos humanos e no famoso “politicamente incorreto”.  Até mesmo sobre a tão sonhada aquisição de seu próprio imóvel, em meio a uma bolha imobiliária que vive o país, foi colocada em xeque. 

Pensando em toda essa discussão e se realmente ainda compensa investir em uma casa própria nos dias de hoje, juntamos algumas explicações e dicas para que você saia mais entendido sobre o assunto e confiante na hora de sua escolha. Continue aqui e veja!

O sonho da casa própria 

Sim, nós entendemos e acreditamos veemente que o sonho da casa própria é algo cultural do brasileiro! Percebemos isso principalmente através dos inúmeros programas de televisão aberta que mostram como é ganhar um imóvel ou até mesmo reforma-lo para viver melhor. 

É explícita a felicidade de quem é premiado com esses quadros televisivos. No entanto, a dúvida tange quanto aos que não participam desses programas: realmente compensa investir numa casa própria nos dias de hoje?

A resposta varia de acordo com a sua personalidade e desejo de cada um. Se você sabe, por exemplo, o bairro que deseja morar, com certeza a aquisição de um imóvel é a melhor escolha; mas, se você ainda está em dúvida nesse e em outros quesitos, talvez seja melhor esperar um pouco mais.  

O aluguel: prós e contras 

Para quem ainda está em dúvida ou não possui verba o suficiente para comprar uma casa, o aluguel é a melhor opção. Este varia de lugar e tamanho, além dos preços também oscilarem a depender da região em questão.

Como já dissemos acima, para quem ainda não está tão certo, por exemplo, quanto à região que quer morar, talvez o aluguel seja a melhor opção, visto que o compromisso não é para o resto da vida. 

No entanto, existem também os contras. O valor pago de um aluguel poderia facilmente ser a parcela de uma casa própria, além dos limites de ser inquilino no imóvel de outra pessoa, como realizar uma reforma, entre outros. Ou seja, deve-se colocar na balança qual o melhor para você. 

Como comprar uma casa própria?

Se você está decidido em comprar uma casa própria e já escolheu todos os aspectos dela, agora chegou o momento de saber como funciona a aquisição de um imóvel. Pegue um papel e uma caneta, pois as informações são de suma importância. 

  • Banco financiador 

O primeiro ponto para se iniciar uma aquisição de imóvel é tomar conhecimento quanto ao banco financiador. Raramente uma pessoa compra uma casa pagando o valor total direto, pois este é um preço muito alto principalmente pela bolha imobiliária que o Brasil vive. 

Se você está comprando diretamente com uma construtora é possível financiar pela Caixa Econômica Federal e ainda ganhar desconto através de programas sociais como o Minha Casa Minha Vida. Contudo, este e outros bancos exigem documentação em dia para realizar qualquer processo de transferência de imóvel, ou seja, nome completamente limpo.

  • Documentação do imóvel

O banco financiador de sua casa própria exige que todas as documentações do imóvel estejam em dia, seja com contas de IPTU e até mesmo a certidão da casa.

Para isso, recorra à agência que você está fazendo todo o processo e saiba quais as papeladas necessárias para comprar a casa. Entenda ao todo como ficará o parcelamento do imóvel e sua amortização. 

  • Aval da prefeitura 

Por último, mas não menos importante nessa lista, é a autorização da prefeitura quanto à estrutura da casa. É preciso a análise de um engenheiro civil do município e do banco financiador para que a venda seja concluída.

Caso seja constatado algum problema, para iniciar a compra o vendedor deve consertar estes infortúnios e oferecer tudo na melhor condição possível – até mesmo se tratar de uma casa usada. 

CashMe para comprar a sua casa própria 

Portanto, chega-se à conclusão de que comprar uma casa própria pode ser uma ótima opção se você já tem decidido qual a região e outros aspectos para se morar. Contudo, talvez essa não seja a melhor opção para o momento. 

Se você deseja contratar empréstimo para dar entrada em sua casa, contrate a CashMe! Oferecemos empréstimo com imóvel de garantia e taxas inferiores a 1%, Além disso, o parcelamento varia até 180 meses facilitando a quitação do preço contratado. 

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente!  Compartilhe e deixe a sua opinião, queremos saber. Que saber mais sobre o assunto? Veja:

Organização financeira para conquistar a casa própria: o que fazer

Quatro dúvidas frequentes sobre a compra da casa própria

O que preciso para construir a minha casa?

Ficou curioso para conhecer este e outros projetos da empresária? Então, ouça o Construcast!