Cheque Pré-datado: aprenda como preencher

Cheque Pré-datado: aprenda como preencher
ícone de calendario

Atualizado:
03/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
10/12/2020

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe


O cheque pré-datado é uma forma de agendar um pagamento e parcelar uma compra mesmo utilizando um cheque como modalidade de pagamento. Cada parcela terá a sua folha de cheque respectiva e nela irá conter a data em que o valor será descontado.

Para que você não tenha mais nenhuma dúvida sobre o que é, como funciona, quais cuidados e, principalmente, como preencher um cheque pré-datado, separamos abaixo todas as informações mais importantes que você precisa saber.

O que é cheque pré-datado?

Trata-se de um cheque comum, entretanto ele é preenchido com uma data futura. Ou seja, quando você deseja comprar a prazo e coloca, na parte de baixo da folha do cheque a data que você deseja que o valor seja compensado. Isso o torna um cheque pré-datado.

Imagine que você vai em uma loja comprar um armário, e a loja aceita cheque como forma de pagamento. Você decide parcelar a compra. Cada parcela terá uma folha de cheque, e nela você coloca a data em que o valor vai ser descontado mensalmente.

O cheque pré-datado é uma forma de pagamento como se fosse um cartão de crédito. No entanto, ele é menos seguro e funcional.

Como funciona o cheque pré-datado?

O cheque a prazo funciona da mesma forma que um cheque comum: uma forma de pagamento em que o portador da folha de cheque tem o direito de ir ao banco e sacar o valor escrito.

No entanto, existe uma recomendação para que seja realizado somente na data escrita. A data deve ser combinada entre você e o beneficiado. Ainda assim, é possível descontar esse tipo de cheque sem considerar a data, mas isso abre espaço para um processo de indenização por danos morais.

O valor indenizado varia de acordo com o caso e todo cheque pré-datado sacado antes do prazo abre margem para esse processo.

Por isso, o beneficiado deverá descontar o cheque somente no prazo estipulado: 30, 60, 90, 120 dias a partir da emissão do cheque, conforme vocês acordarem.

Como preencher um cheque pré-datado?

Preencher da maneira correta pode não ser uma tarefa fácil. Além disso, o preenchimento incorreto pode acarretar inúmeros problemas, um dos mais comuns é a instituição bancária recusar o cheque. 

Por isso, para não errar mais e preencher o cheque pré-datado corretamente, siga os passos abaixo:

  • Preencher o cheque com as informações vitais (nome do beneficiado, valor, data e assinatura);
  • Informar no campo de data de emissão qual a data em que o cheque poderá ser compensado;
  • Outra forma não tão usual é anexar uma nota ou bilhete junto ao cheque, com um grampo ou clipe de papel: esse método não é muito recomendado, pois, caso se separe do bilhete, o cheque não será considerado pré-datado;
  • Além das duas anteriores, é possível escrever no cheque “bom para: seguido da data específica” na parte da frente ou face do cheque, sempre da forma mais legível possível.

Por conseguinte, um cheque pré-datado pode apresentar outras características como ser um cheque nominal ou cheque cruzado. Dessa forma, o valor só poderá ir para a conta do beneficiado.

Entenda como descontar cheque pré-datado e o que significa cruzá-lo

A maneira do preenchimento de cheque pré-datado pode fazer valer algumas características que irão influenciar diretamente em seu uso. É possível torná-lo um cheque endereçado.

Dessa maneira, quando esse estilo de cheque está endereçado, ele só poderá ser sacado pela pessoa ou conta em que está destinado.

Essa modalidade é conhecida como cheque nominal quando tem um nome em específico ou cheque cruzado quando for para conta corrente.

Além do direcionamento, o cheque cruzado pode conter também o banco ao qual deverá ser realizado o saque, descrito entre as linhas cruzadas.

Para cruzar cheque pré-datado, basta seguir os passos a seguir:

  • Preencher o cheque com as informações básicas de valor, data, nome ou conta remetente;
  • No caso do cheque pré-datado, colocar a data futura em que deverá ser compensado;
  • Realizar dois riscos de forma paralela “//” em algum dos lados na parte frontal do cheque;
  • Para direcionar também o banco, basta colocar entre os riscos o nome do banco em questão.

É possível também solicitar talões de cheque que já obriguem o depósito somente em conta corrente ou que não permitam o cheque endossado.

Uma grande desvantagem é que a questão de aceitar cheque pré-datado depende da pessoa ou empresa ao qual estará sendo feita a negociação. Por isso, comprar com cheque pré-datado pode não ser tão simples.

Por fim, o cheque pré-datado e as outras modalidades de cheque podem não ser operações tão seguras devido a sua fisicalidade e nem viável pela sua aceitação, diferente das demais.

Cuidados com o Cheque Pré-Datado

O principal cuidado que você deve ter com cheque pré-datado é a quem entregar o seu cheque. Se tiver dúvida é melhor desistir de usá-lo e fazer o pagamento de outra maneira mais segura.

Apesar de ser menos segura, a maior parte dos tribunais admite que o fornecedor que apresenta cheque pré-datado antes da data combinada, deve responder pelos danos materiais e morais causados.

Entretanto, os bancos não podem ser responsabilizados pelo pagamento do cheque pré-datado apresentado antes da data, pois, eles são obrigados a pagar o cheque.

Cuidados ao preencher o cheque

Além dos cuidados que citamos acima, também é importante estar atento ao preenchimento do cheque pré-datado. Por isso siga os passos abaixo:

  • Fazê-lo sempre nominal;
  • Pôr a data em que deverá ser depositado – nunca a data da compra;
  • Não assine atrás, porque o cheque pode ser passado para terceiros e ser depositado antes da data;
  • Peça para constar na nota fiscal o número do cheque e a data em que deve ser depositado;
  • Para sua segurança logo após o espaço reservado no cheque para inserir o destinatário risque a frase que diz “ou à sua ordem”, e escreva: “ não-à ordem” ou “não-transferível” ou “proibido o endosso”.

O cheque deve ser entregue diretamente ao responsável, pois um mensageiro que não tenha boa fé pode depositá-lo em sua conta simplesmente assinando atrás do cheque o nome consumidor e as instituições financeiras não são obrigadas a conferir a assinatura no verso do cheque.

Conclusão

Como você pode ver, o cheque pré-datado exige muitos cuidados e pode não ser a opção mais segura para pagamentos. Por isso é fundamental estar atento aos cuidados que destacamos acima e também ao seu preenchimento.

Caso seja possível, use o cheque pré-datado apenas em casos muito pontuais e que o beneficiário seja de confiança para que você não tenha problemas.

Curiosidade: o termo popular “pré-datado” não é o termo correto, pois o emitente do cheque, ao inserir uma data futura está utilizando na verdade um cheque “pós-datado”. Ou seja, de uma data futura do dia da emissão do cheque.

O conteúdo te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *