O que significa o Dia da Árvore? E quando é comemorado?

O que significa o Dia da Árvore? E quando é comemorado?
ícone de calendario

Atualizado:
03/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
13/09/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


No dia 21 de setembro é comemorado o Dia da Árvore, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de preservar as árvores e florestas.

A data incentiva a reflexão sobre como as atitudes do cotidiano impactam a relação com essas riquezas naturais que são essenciais para garantir o equilíbrio do meio ambiente.

Por isso, preparamos o conteúdo abaixo para você compreender a grandeza dessa data e como homenageá-la. 

Como surgiu o Dia da Árvore?

Aqui no Brasil, a escolha da data está relacionada ao início da primavera no Hemisfério Sul que, dependendo do ano, pode começar entre os dias 22 e 23 de setembro.

Mas até chegar a essa definição, precisamos voltar até o dia 10 de abril de 1872. Quando o político e jornalista americano, Julius Sterling Morton (1832-1902), tomou a decisão de plantar uma significativa quantidade de árvores no estado do Nebraska (EUA), onde morava.

Com a finalidade de alertar sobre como o impacto do desmatamento e da extinção de espécies arbóreas iria prejudicar a vida a longo prazo. O ato ficou conhecido como “Day Arbor” e tornou-se um marco ecológico em defesa das árvores.

Dessa maneira, diversos países adotaram o Dia da Árvore. Na Alemanha, a data é celebrada em 25 de abril, enquanto na Polônia acontece no dia 10 de outubro e na Tanzânia, no dia 1 de janeiro.

Por que a preservação é importante?

As árvores são responsáveis por um trabalho primordial para a vida de todos os seres vivos, sejam eles animais, vegetais ou seres humanos: a fotossíntese.

Um processo que, em resumo, consiste em absorverem o gás carbônico que é eliminado pelos pulmões, para transformarem em oxigênio e devolver para o meio ambiente. Sem isto, não haveria oxigênio para ser respirado por nenhum ser vivo.

Além disso, a grande variedade de espécies arbóreas exerce funções igualmente importantes. Como, por exemplo:

Aumentar a umidade do ar

Por meio de evapotranspiração, processo resultante da soma de água que evapora ao passar pelas plantas com a que é proveniente da transpiração delas. Assim, os locais com maior incidência de árvores tendem a ser mais úmidos.

Evitar erosões

As raízes e folhas impedem que as gotas de chuvas toquem o solo com tanta rapidez, assim a terra tem mais tempo para absorver a água, reduzindo assim a erosão do local.

Reduzir a temperatura

As copas das árvores ajudam a amenizar as altas temperaturas, isso porque absorvem a radiação solar e com a transpiração do vapor de água, diminuem o calor da região.

Fornecer proteção para algumas espécies animais

A fauna também se beneficia com a sombra arbórea, algumas espécies utilizam não só a copa como toda a árvore para se protegerem, seja contra o tempo ou para montarem seus ninhos, no caso das aves.

Garantir alimentos e medicamentos in natura

A extração de flores e frutos fornecem produtos para alimentação, assim como a produção de remédios com matéria-prima natural.

O risco dos desmatamentos

Em virtude da constante alta nos índices de desmatamento em todo o território brasileiro, o ciclo da fotossíntese está ameaçado. Além de causarem o desequilíbrio ambiental, consequentemente, ocasionam as mudanças climáticas e impactam a sociedade com a pouca oferta de alimentos.

De acordo com o Relatório Anual do Desmatamento no Brasil 2020, realizado pelo MapBiomas, iniciativa do Observatório do Clima que mapeia todos os anos a cobertura e uso do solo do Brasil e monitorar as mudanças do território, a Amazônia e o Cerrado correspondem – juntos – a 92,1% do que foi desmatado, em 2020.

Por se tratar de um processo rápido, o desmatamento é um assunto muito sério. Ainda com base na pesquisa do MapBiomas, o dia 31 de julho de 2020 registrou a maior perda de vegetação.

Mais de dois milhões de árvores foram cortadas em uma área de aproximadamente 4.968 hectares, o que corresponde ao tamanho somado de 80 municípios brasileiros. Isso significa que 575 metros quadrados foram queimados por segundo.

Como celebrar o Dia da Árvore

Adotar pequenas mudanças de hábitos para ter um consumo consciente faz a diferença na hora de cuidar da natureza e é uma ótima forma de homenagear o Dia da Árvore.

Com gestos simples como diminuir o consumo de papel até repensar o consumo de carne bovina, já é um grande passo.

Confira algumas iniciativas que estão ao seu alcance:

Menos papel

Economizar na hora de usar papel significa menos impacto no processo produtivo do material, pois evita o gasto de água, energia e emissão de gases prejudicam o efeito estufa, fenômeno natural que ajuda a manter a Terra aquecida.

Consuma madeira certificada

Na hora comprar móveis de madeira e até mesmo o papel, pesquise se a fonte dos produtos é legalizada e trabalha de maneira sustentável. Normalmente, são empresas com preços maiores que o mercado, mas trata-se de produtos feitos com madeira certificada e de procedência segura.

Voluntário do meio ambiente

Procure instituições confiáveis que trabalham ativamente para preservar as florestas. Você pode ajudar com doações e na defesa da causa, por meio de petições, debates que apoiam a proteção ambiental, além de convidar amigos e familiares para participarem.

Informação nunca é demais

Mantenha-se informado, por fontes confiáveis, sobre as notícias relacionadas às ações de combate ao desmatamento e compartilhe com seu grupo social, para juntos espalharem a importância de preservar as florestas.

Reduza a carne vermelha

A produção de carne bovina gera muitos impactos ambientais, como o desmatamento. Por isso, ao reduzir o consumo você contribui para minimizar esses prejuízos. Vale substituí-la por frango, peixe e proteína vegetal.

E lembre-se, independente da escolha, na hora de comprar dê preferência para produtos que são certificados de origem sustentável.

Quer conhecer o seu grau de consumo consciente? Faça agora.

Quais são as árvores que representam as regiões brasileiras?

Além de serem essenciais para a nossa existência, as espécies arbóreas representam nossa história como nação e carregam em suas raízes um pouco de cada pedaço do Brasil. Assim, cada região do país possui uma árvore símbolo diferente.

Veja quais são elas:

  • Região Norte: Castanheira;
  • Região Nordeste: Carnaúba;
  • Região Centro-Oeste e símbolo Nacional: Ipê-amarelo;
  • Região Sudeste: Pau-brasil;
  • Região Sul: Araucária.

Conclusão

Conforme vimos anteriormente a árvore é uma das mais importantes riquezas naturais que temos e não à toa, é considerada como um grande símbolo da natureza.

Por isso, temos a missão de garantir sua existência, assim como, transmitir às futuras gerações a necessidade de preservarmos as árvores e florestas que nos cercam.

Conta para a gente, qual iniciativa você vai começar neste Dia da Árvore? O primeiro passo pode ser compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais e convidar os amigos e familiares a abraçarem sua causa!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *