Dia de Cosme e Damião: descubra por que ganhamos doces neste dia

Dia de Cosme e Damião: descubra por que ganhamos doces neste dia
ícone de calendario

Atualizado:
03/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
12/09/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Celebrado em duas datas – 26 de setembro para os católicos e 27 de setembro para as religiões de matriz africana –, o Dia de Cosme e Damião é marcado pela tradição de distribuir doces para as crianças. Por que será?

Você provavelmente já se deparou com essa tradição, afinal ela é passada de geração para geração, e segue uma linha histórica que se mantém viva por muito tempo! Mas afinal, por que o Dia de Cosme e Damião é celebrado, e qual o motivo de ser tão marcante para as crianças?

Que tal conhecer a história por trás de dois irmãos que se tornaram santos protetores de médicos, enfermeiros e crianças? Confira o texto a seguir e saiba mais! 

Quem foram Cosme e Damião?

A data você provavelmente já conhece, mas e a história de Cosme e Damião, quem são eles, afinal? Tudo começou há milhares de anos, e não há um consenso sobre a aparência física dos irmãos. Acredita-se que ambos eram gêmeos e viviam na região da Ásia Menor, onde trabalhavam como médicos missionários para ajudar os mais pobres.

Graças à fama de sacerdotes, os serviços de Cosme e Damião contribuíram para evoluir a medicina ao longo das décadas. Como na antiguidade, os atendimentos médicos especializados eram exclusivos para as famílias ricas, o trabalho dos irmãos contribuiu para levar mais saúde aos povos precários.

E foi dessa forma que os médicos ajudaram não só a levar saúde para os povos, mas também fomentar a fé cristã por meio de aconselhamento – especialmente para crianças e aos mais idosos. Seus testemunhos cristãos levaram o imperador romano Diocleciano a persegui-los.

Segundo as lendas da época, Cosme e Damião mantiveram-se fiéis e firmes mesmo sob tortura, sobrevivendo a inúmeros maustratos. Morreram como mártires, em 300 d.C., e então entraram para a história não só para os cristão, mas para diversas religiões.

Cosme e Damião no Brasil

O culto em torno da história dos irmãos mártires só chegou em terras brasileiras em 1530, trazido por Duarte Coelho Pereira, um militar português e primeiro capitão-donatário da Capitania de Pernambuco. Os médicos tornaram-se padroeiros do estado, e por isso o nordeste é hoje uma das regiões que mais celebram a data.

Foi graças às raízes criadas no sertão, que Cosme e Damião ganharam identificação também entre as religiões de matriz africana, como o candomblé e a umbanda, que eram fortemente difundidas pelos escravos que viviam na região. Por isso, a data se tornou uma celebração inclusive para todos os povos.

Quando é celebrado o Dia de Cosme e Damião?

O Dia de Cosme e Damião gera algumas dúvidas graças à sua flexibilidade de celebração. Isso porque cada religião costuma comemorar em um dia diferente, mas os costumes e tradições mantêm-se fiéis independentemente da data.

Igreja Católica

A data mais comum é a que segue o Calendário Litúrgico Romano do Rito Ordinário, o que significa comemorar em 26 de setembro. Já o dia 27 de setembro é seguido pelos católicos que atendem ao Calendário Litúrgico Romano do Rito Extraordinário. 

Igreja Ortodoxa

Já a Igreja Ortodoxa se difere em alguns meses: o Dia de Cosme e Damião é celebrado em três datas distintas. Em 1º de julho, como homenagem aos santos

Cosme e Damião de Roma; em 17 de outubro para os santos Cosme e Damião da Cilícia; em 1º de novembro, os santos Cosme e Damião da Ásia Menor.

Religiões de matriz africana

Engana-se quem pensa que só os católicos celebram o dia de Cosme e Damião. As religiões de matriz africana também se identificam com os padroeiros, especialmente pela forte ligação com as crianças pobres. Celebrado em 27 de setembro, o feriado contempla todos os profissionais que trabalham com caridade.

Por que há distribuição de doces no Dia de Cosme e Damião?

O costume mais tradicional do Dia de São Cosme e Damião é a famosa entrega de doces, especialmente para as crianças. Agora que você já conhece um pouco mais sobre a história dos irmãos padroeiros, fica mais fácil compreender por que essa fama se espalhou ao longo da história.

Além de médicos voluntários para a população, os irmãos trabalhavam como missionários que levavam a fé para toda a região da Egéia, na Arábia. Por meio da fé e, principalmente, dos conhecimentos científicos, foram capazes de fomentar o poder da cura para os mais diversos povos e crenças.

As crianças, em especial, eram as mais agraciadas com as consultas dos irmãos. Para agradá-las durante uma consulta, era comum a distribuição de doces e pequenos presentes, contribuindo para uma tradição milenar que se espalhou para o mundo todo.

Hoje, o Dia de São Cosme e Damião é celebrado em várias partes do Brasil, e de maneiras únicas e especiais. Na Bahia, por exemplo, o costume é comemorado com pratos típicos da culinária nordestina, com sacolinhas de caruru, vatapá, pipoca e várias outras guloseimas.

No Sul, muitas famílias se reúnem para comemorar a data em volta de fogueiras ou com um jantar típico de inverno, já que a celebração acontece ainda durante o clima ameno da primavera, com noites frias características da estação. As sacolinhas de doces são distribuídas pelos vizinhos como forma de homenagear os padroeiros das crianças.

Conclusão

O Brasil é reconhecido por ter uma forte ligação com os feriados cristãos, mas o Dia de São Cosme e Damião se provou, ao longo da história, uma data inclusiva para todos os povos e religiões. 

A celebração é mundialmente reconhecida por homenagear os missionários que levam conhecimento e saúde a povos precários ao redor do mundo. Independentemente da religião, a data caiu no gosto popular por ser uma celebração leve, divertida e marcante para as crianças.

Gostou do conteúdo e quer ficar por dentro de outras curiosidades sobre as datas comemorativas brasileiras? Então você veio ao lugar certo! Continue acompanhando o blog da CashMe e tire todas as suas dúvidas sobre o calendário e seus feriados.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *