28 de Julho é o Dia do agricultor: conheça linhas de empréstimo para ampliar o seu negócio

28 de Julho é o Dia do agricultor: conheça linhas de empréstimo para ampliar o seu negócio
ícone de calendario

Atualizado:
27/08/2021

ícone de calendario

Publicado:
28/07/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


No dia 28 de julho comemora-se o Dia do Agricultor, uma data que homenageia os profissionais que trabalham cultivando produtos agrícolas, como vegetais, hortaliças e frutas. 

A função do agricultor está entre as mais importantes para a movimentação da economia brasileira. Prova disso é que, em 2019, a produção agrícola atingiu o valor de  R$ 400,7 bilhões em valor bruto.

Conheça um pouco mais sobre a origem do Dia do Agricultor e linhas de crédito que incentivam a produção agrícola no país. Boa leitura!

Como surgiu o Dia do Agricultor?

O Dia do Agricultor foi criado por meio do Decreto de Lei nº 48.630/1960. A data foi escolhida em comemoração ao centésimo aniversário de fundação do Ministério da Agricultura, que foi feita em 1860 pelo Dom Pedro II. Também existe outra data que celebra o agricultor: o Dia do Agricultor Familiar, em 25 de julho.

Esse profissional é muito importante para a população mundial, já que sua atividade é a responsável pela produção de alimentos, em especial os que estão na mesa dos trabalhadores, como arroz e feijão. 

Seu exercício é um dos mais antigos da humanidade e seus primeiros registros datam de aproximadamente dez mil anos atrás. A agricultura permitiu o fim da prática nômade e foi o alicerce da formação das primeiras sociedades e civilizações.

O trabalho do agricultor vem se transformando com o tempo e a tecnologia: a mecanização e modernização do campo, por exemplo, são responsáveis pelo aumento da produtividade e pela ampliação da produção de alimentos e matérias-primas.

A importância da agricultura está em:

  1. Produzir alimentos para toda a sociedade;
  2. Gerar matérias-primas para a industrialização;
  3. Gerar empregos;
  4. Desenvolver a economia, gerando riquezas e aumentando as exportações.

Você conhece o empréstimo rural?

Essa modalidade de crédito é destinada exclusivamente para o desenvolvimento de atividades agrícolas e pecuárias, e possui taxas de juros reduzidas em comparação ao crédito destinado a outras atividades econômicas.

Ele pode ser utilizado para custear a produção e a comercialização de produtos agropecuários, o que inclui o armazenamento, a industrialização, o beneficiamento e a modernização das atividades rurais. Esse crédito tem um valor limitado, que é controlado pelo Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR).

Cinco linhas de crédito rural para ampliar seu negócio

BNDES Finame BK Aquisição e Comercialização

Essa linha de crédito é destinada à aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas. 

  • Podem solicitar: empresas sediadas no País, administração pública, empresários individuais e microempreendedores, produtores rurais (pessoa física residente e domiciliada no País), transportadores autônomos de carga e pessoas físicas associadas a cooperativa de transporte rodoviário de cargas, ambos residentes e domiciliados no País e fundações, associações e cooperativas sediadas no País;.
  • Taxas de juros: TJLP + taxa BNDES a partir de 0,95% + taxa do agente financeiro; 
  • Prazo de pagamento: De 7 a 10 anos.

Moderinfra

Linha de crédito que apoia o desenvolvimento da agropecuária irrigada sustentável, econômica e ambientalmente, fomenta o uso de estruturas para produção em ambiente protegido e protege a fruticultura em regiões de clima temperado contra a incidência de granizo.

  • Podem solicitar: Produtores rurais individualmente ou em cooperativa;
  • Limite de financiamento: Até 100% do valor proposto, com limite de R$ 3,3 mi por ano agrícola para empreendimento individual, e de R$ 9,9 mi para empreendimento coletivo;
  • Taxas de juros: 7,5% ao ano; 
  • Prazo de pagamento: Até 10 anos.

Moderfrota

Financiamento para a compra de tratores, colheitadeiras, plataformas de corte, pulverizadores, plantadeiras, semeadoras e equipamentos para beneficiamento de café.

  • Podem solicitar: Produtores rurais individualmente ou em cooperativa; 
  • Limite de financiamento: Ilimitado;
  • Taxas de juros: 8,5% ao ano;
  • Prazo de pagamento: De 4 a 7 anos.
  1. Moderagro

Financia projetos de modernização e expansão da produtividade nos setores agropecuários, e ações voltadas à recuperação do solo e à defesa animal.

  • Podem solicitar: Produtores rurais individualmente ou em cooperativa;
  • Limite de financiamento: R$ 880 mil para empreendimento individual; R$ 2,64 milhões para empreendimento coletivo; R$ 400 mil para a aquisição de animais;
  • Taxas de juros: 7,5% ao ano;
  • Prazo de pagamento: Até dez anos.
  1. Programa ABC

Financia investimentos que contribuam para reduzir os impactos ambientais causados por atividades agropecuárias.

  • Podem solicitar: Produtores rurais individualmente ou em cooperativa;
  • Limite de financiamento: R$ 5 milhões para financiamento individual, por ano agrícola / R$ 150 milhões para financiamento de empreendimento coletivo;
  • Taxas de juros: 5,5% ao ano para adequar ou regularizar propriedades rurais à legislação ambiental, o que inclui recuperação da reserva legal, de áreas de preservação permanente, de áreas degradadas e implantação e melhoramento de planos de manejo florestal sustentável (ABC Ambiental) / 7% ao ano para outras finalidades;
  • Prazo de pagamento: De 10 a 12 anos;
  • Como solicitar e quais os documentos necessários.

Como solicitar crédito rural?

Em primeiro lugar, sua atividade profissional precisa se enquadrar no perfil do crédito que você quer solicitar. Se estiver tudo certo, é só procurar uma instituição financeira para solicitar o empréstimo formalmente.

O Banco Central exige os seguintes títulos para a contratação do crédito rural:

  • Cédula Rural Pignoratícia (CRP);
  • Cédula Rural Hipotecária (CRH);
  • Cédula Rural Pignoratícia e Hipotecária (CRPH);
  •  Nota de Crédito Rural (NCR);
  • Cédula de Crédito Rural Bancário (CCB).

Também é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Cópia da matrícula da propriedade; 
  • Imposto territorial;
  • Certificado de cadastro de imóvel rural;
  • Outorga de água (para atividades que envolvem irrigação);
  • Declaração ambiental;
  • Declaração de Aptidão do produtor (para pequenos produtores);
  • Recibo de inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR)
  • Apresentação de orçamento, plano ou projeto que demonstre oportunidade, suficiência e adequação dos recursos;
  • Cronograma de utilização e de reembolso;
  • Observância das recomendações e restrições do zoneamento agroecológico e do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE).

Conclusão

O Dia do Agricultor, comemorado em 28 de julho, celebra a função do profissional que cuida da produção de alimentos para toda a sociedade e movimenta a economia nacional com produtos para a exportação e industrialização.

Para incentivar a produção agrícola, o Governo disponibiliza linhas de crédito com juros reduzidos. Também existem outras linhas de crédito que podem te ajudar a ampliar seu negócio agrícola, inclusive com taxas de juros menores, como é o caso do empréstimo com garantia de imóvel, que tem taxas abaixo de 1%.

Você conhecia a origem do Dia do Agricultor? Conte para nós nos comentários!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.