Dia do Capoeirista: saiba mais sobre nossa maior expressão cultural

Dia do Capoeirista: saiba mais sobre nossa maior expressão cultural
ícone de calendario

Atualizado:
31/01/2022

ícone de calendario

Publicado:
28/07/2021

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Dia 03 de agosto é comemorado o Dia do Capoeirista, pessoa  que pratica a capoeira, uma das expressões culturais brasileiras mais conhecidas do mundo.

Atualmente, são mais de 6 milhões de praticantes espalhados pelo Brasil. No texto de hoje, você conhecerá como surgiu esse tipo de luta e porque ele faz tanto sucesso. Confira!

Origem da data do Dia do Capoeirista

Não há um motivo específico para 3 de agosto ter sido escolhido como o Dia do Capoeirista. O que se sabe é que o governo do Estado de São Paulo criou a Lei nº 4.649, de 1985, para homenagear anualmente todos os capoeiristas do Estado. Embora a legislação não seja nacional, a data caiu no gosto dos praticantes, sendo celebrado no país todo. 

Surgimento da capoeira

Provavelmente você já viu ou até participou de uma roda de capoeira. Mas você sabe como ela surgiu?

A história começa por volta do século XVI, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Os escravos africanos, que trabalhavam nos engenhos de cana-de-açúcar e nas fazendas de café, sentiram a necessidade de criar uma forma de proteção contra a violência dos colonizadores.

Os escravos eram proibidos de praticar qualquer tipo de luta, então, para não levantar suspeitas, disfarçavam os movimentos rápidos e complexos com cânticos e danças africanas. Dessa forma, os negros escravizados conseguiam se defender dos golpes que recebiam e aplicar chutes.

Foi criado então a capoeira, uma forma de luta e resistência, que envolve arte marcial, dança e música. 

Origem do nome

Segundo pesquisadores, acredita-se que a origem do nome capoeira vem do tupi-guarani kapu’era, que significa “mato que já foi”, por meio da junção dos termos ka’a (“mata”) e pûer (“que foi”). Isso remete às matas rasas do interior do Brasil, onde teriam sido os primeiros locais das rodas de capoeira.

Proibição da capoeira

Apesar de hoje ser considerada uma das principais expressões culturais do nosso país, a prática da capoeira foi considerada um crime previsto pelo Código Penal por muitos anos.

Mesmo após o fim da escravidão, as autoridades acreditavam que a prática era perigosa, e por isso, entre 1890 até 1937, a capoeira foi proibida em todo o território nacional. A lei penalizava como exercício de agilidade e destreza corporal, conhecida como capoeiragem, e previa de 2 a 6 meses de prisão.

CÓDIGO PENAL DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL. DECRETO NÚMERO 847, DE 11 DE OUTUBRO DE 1890. Capítulo XIII, Dos vadios e capoeiras.

Art. 402. Fazer nas ruas e praças públicas exercício de agilidade e destreza corporal conhecida pela denominação Capoeiragem: andar em correrias, com armas ou instrumentos capazes de produzir lesão corporal, provocando tumulto ou desordem, ameaçando pessoa certa ou incerta, ou incutindo temor de algum mal. Pena: de prisão celular por dois a seis meses. Parágrafo único. É considerada circunstância agravante pertencer o capoeira a alguma banda ou malta. Aos chefes ou cabeças, se imporá a pena em dobro.

Art. 403. No caso de reincidência será aplicada ao capoeira, no grau máximo, a pena do art. 400.

Parágrafo único. Se fôr estrangeiro, será deportado depois de

cumprida a pena.

Art. 404. Se nesses exercícios de capoeiragem perpetrar homicídio,

praticar alguma lesão corporal, ultrajar o pudor público e particular, 

perturbar a ordem, a tranqüilidade ou segurança pública ou for

encontrado com armas, incorrerá cumulativamente nas penas

cominadas para tais crimes.

A proibição só teve fim quando grandes mestres da capoeira, Bimba e Pastinha, revolucionaram a forma de ensinar esse tipo de luta, criando regras para que fosse mais aceita pela população.

Assim, foi apresentado à capoeira ao então presidente da época, Getúlio Vargas, que não só legalizou a prática, como considerou o único esporte verdadeiramente brasileiro.

Patrimônio Cultural

Após muitos anos de proibição e preconceito, hoje, a luta combinada com música e movimentos de dança, é mundialmente reconhecida e respeitada.

Em 2008, a roda de capoeira foi considerada como Patrimônio Cultural Imaterial pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). 

E em 2014, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) deu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Estilos de Luta

Atualmente, a capoeira possui três estilos que se diferenciam nas músicas de acompanhamento e nos movimentos. 

Capoeira Angola

Esse estilo é considerado o mais antigo, que foi criado pelos africanos na época da escravidão. A capoeira Angola caracteriza-se pela tradição da malícia e malandragem, e com movimentos mais estratégicos, acrobacias e jogadas mais próximas ao solo.

Na parte musical, o ritmo era mais lento e os instrumentos eram compostos por três berimbaus, dois pandeiros, um atabaque, um agogô e um reco-reco.

Capoeira Regional

Criada por um dos maiores capoeiristas do Brasil, Mestre Bimba, e originalmente com o nome de “Luta Regional Baiana”, esse estilo tem como característica a mistura da malícia da capoeira Angola com movimentos e golpes mais rápido, e objetivos. Por ser mais direto, a luta é inteiramente focada no ataque e no contra-ataque.

O ritmo musical é mais acelerado e os instrumentos presentes na bateria também foram modificados, sendo compostos por apenas um berimbau e dois pandeiros. 

Capoeira Contemporânea 

O estilo Contemporâneo é a prática mais recente e que vem ganhando cada vez mais admiradores. Reúne características da Angola e Regional.

Movimentos e golpes

A característica principal é a ginga, a troca constante de base que consiste na movimentação de vai e vem dos braços e pernas, com a intenção de tornar o capoeirista imprevisível, iludindo o adversário no contra-ataque e buscando o momento oportuno para atacar.

O capoeirista usa os pés como ataque, sendo a rasteira um dos golpes mais fundamentais da luta. 

Os movimentos ainda são divididos como traumatizantes, que são os golpes ofensivos, e desequilibrantes, que como o próprio nome já diz, são golpes com a intenção de apenas desequilibrar ou distrair o adversário.

Música e dança

Como já mencionado, para enganar os senhores de engenho, os escravos introduziram a dança e a música para praticarem a arte marcial.

A música é acompanhada pelo canto e uma bateria, composta por instrumentos como berimbaus, pandeiros, atabaques, agogô e reco-reco. O berimbau é quem comanda o ritmo e o jogo, conforme o toque, é executado movimentos de ataque, defesa e esquiva.

Na roda de capoeira, enquanto alguns capoeiristas praticam, os outros participantes ficam em pé cantando e batendo palmas.

Primeira escola de capoeira do Brasil

Após revolucionar o estilo e convencer o governo sobre o valor cultural da luta, Mestre Bimba fundou em 1932 a primeira escola de capoeira do mundo, a Academia-Escola de Cultura Regional, em Salvador, Bahia.

Na escola, pessoas de todas as classes sociais puderam aprender a arte marcial, e com isso, o ensino da capoeira foi considerado como uma atividade física. 

Conclusão

Como vimos, a capoeira é uma expressão cultural afro-brasileira, considerada um símbolo de luta e resistência. A luta compreende elementos de artes marciais, dança e música, e após muitos anos de proibição, hoje é reconhecida como um esporte e considerada patrimônio cultural imaterial brasileiro.

Caso você tenha o sonho de montar a sua escola de capoeira, é possível solicitar um empréstimo online a qualquer momento, com as melhores taxas do mercado.

Se você deseja que mais pessoas conheçam a importância dessa luta e do Dia do Capoeirista, compartilhe esse conteúdo!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.