Dia do Garçom: saiba como homenagear esse profissional

Dia do Garçom: saiba como homenagear esse profissional
ícone de calendario

Atualizado:
03/08/2021

ícone de calendario

Publicado:
03/08/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


“Campeão”, “chefia”, “camarada”, “amigo”, “companheiro”… provavelmente você já chamou ou conhece alguém que chama assim o profissional responsável em servir as pessoas nos estabelecimentos. Você sabia que eles também possuem um dia para serem homenageados? O Dia do Garçom é celebrado no dia 11 de agosto!

A comemoração surgiu em virtude ao Dia do Advogado e ao Dia da Pendura, também festejados nesta data. Continue lendo o artigo para saber mais da história e como homenagear esse profissional que merece todo o nosso reconhecimento.

Surgimento do Dia do Garçom

Como mencionamos, além do Dia do Garçom, também é celebrado o Dia do Advogado e o Dia da Pendura, sendo que as três datas estão relacionadas.

Tudo começou em 11 de agosto de 1827, quando o imperador Pedro I assinou um decreto para a criação dos primeiros cursos de direito do país: a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo,  e a Faculdade de Direito de Olinda, localizada em Pernambuco.

Na época, a profissão de advogado possuía muita notoriedade, sendo muito respeitada pela sociedade, inclusive por proprietários de bares e restaurantes. Estes, como forma de homenageá-los, convidavam os estudantes de Direito para comemorarem a data do Dia do Advogado, tudo por conta da casa. Ou seja, os jovens bebiam e comiam à vontade, e os garçons “penduravam” a conta com um prego, sendo conhecido também como o Dia da Pendura.

E a gorjeta? 

Apesar de não serem cobrados, os estudantes não deixavam de oferecer a gorjeta ao garçom. Posteriormente, com o aumento dos cursos de direito do país, o Dia da Pendura foi ficando insustentável para os donos dos estabelecimentos. 

As comemorações gratuitas foram acabando e os jovens estudantes começaram a se auto-convidar, mas nunca estendendo o calote aos garçons, ou seja, o tradicional 10% da taxa de serviço era sempre garantido, como forma de demonstrar o reconhecimento a estes profissionais esforçados que sempre estão prontos para servir e agradar os clientes.

E com isso, como forma de homenageá-los, ficou estabelecido que a data 11 de agosto também seria celebrado o Dia do Garçom.

Profissão antiga

O ato de servir ao outro existe desde a Antiguidade, quando guerrilheiros perdiam uma batalha e como tradição, tinham que servir os seus oponentes, ou quando escravos serviam aos seus senhores.

Posteriormente, na Idade Moderna, o conceito de servidão foi sendo alterado, criando-se uma cultura de hospitalidade. Foi nesse processo de mudança que nasceram os primeiros restaurantes, na França.

O primeiro estabelecimento foi criado em 1765, por um empresário conhecido como Boulanger, que anunciou sopas restauradoras (bouillon restaurant, em francês) para o estômago. Daí o surgimento do termo restaurante.  

Foi somente na Idade Contemporânea, época da Revolução Industrial, que o ato de servir foi considerado uma forma de prestação de serviços, ou seja, esses profissionais eram vistos como funcionários.

Origem do nome Garçom

Assim como o restaurante, a origem do nome garçom também se deve ao fato do primeiro estabelecimento criado em 1765, em Paris, na França.

Como a demanda para servir as sopas restauradoras foi enorme, o empresário precisou contratar jovens para ajudar a servir. Os clientes, quando precisavam de algo, os chamavam de “garçon”, que significa rapaz ou menino na língua francesa.

Já os estrangeiros que frequentavam os estabelecimentos acreditavam que a palavra designava a profissão, e com isso, adotaram o nome, como no caso do Brasil, cuja terminologia foi adaptada para a língua portuguesa, transformando-se em “garçom”, com m no final e trazendo como significado, segundo o dicionário Michaelis, “empregado que serve em bar, café, restaurante, recepções etc.”

A palavra “garçonete” também está relacionada ao francês. Isso porque a terminação “ette” no idioma europeu é utilizada para compor o feminino em algumas palavras. 

Os 10% do Garçom: Pagá-los ou não?

Essa pequena gratificação como forma de retribuir a quem prestou algum serviço, é quase que uma obrigação social em alguns países, como França e Estados Unidos, sendo considerado como falta de educação alguém que não oferece uma gorjeta pelo bom atendimento recebido.

No Brasil, qualquer estabelecimento pode cobrar taxa de serviço, contanto que seja informado previamente ao cliente. Os 10% do valor extra são incluídos na conta final, porém, não existe obrigatoriedade do pagamento. Ou seja, o consumidor pode pedir para ser retirado a taxa caso não fique contente com o serviço prestado.

Como homenagear um garçom

Esse profissional tão importante já foi até tema de música! Além de ser alguém dedicado nas suas tarefas, o garçom muitas vezes também se torna um ouvinte, conselheiro e, por que não, um amigo?

Confira algumas dicas para homenageá-los neste dia tão especial:

Gorjeta

Nada mais justo que recompensar com o pagamento da taxa de serviço, não é mesmo? Além de ser um dinheiro extra para eles, é uma ótima forma de demonstrar que você ficou contente pelo bom atendimento.

Mensagens

Essa opção pode ser feita de diversas formas: você pode elogiá-lo pessoalmente, escrever em um papel e deixar junto com a conta, ou até mesmo tirando uma foto e adicionando-o em uma rede social para prestar a homenagem!

Retorno ao estabelecimento

Se tornar um “freguês” do local também é uma excelente maneira para mostrar o quanto você ficou feliz com o serviço prestado do garçom.

Respeito

Apesar de ser uma profissão antiga, os garçons ainda sofrem um pouco de preconceito. Essa é uma classe trabalhadora que aos poucos vem buscando seu espaço, com direitos trabalhistas, melhor remuneração, criação de sindicatos, reconhecimento, etc. E assim como outros profissionais, atuam de forma digna e com muito esforço, por isso, é essencial tratá-los de forma respeitosa.

Presentes

Uma outra forma de agradecimento e homenagem. Você pode presenteá-lo com um boneco de garçom ou até mesmo com algo que ele goste, comprando em plataformas de e-commerce.

Conclusão

O dia 11 de agosto é uma data importante para homenagear uma das profissões mais tradicionais e antigas do mundo: o garçom.

A origem da celebração tem relação com o Dia do Advogado e o Dia da Pendura, em que estudantes de direito, para comemorarem seu dia, consumiam bebida e comida em bares e restaurantes e não pagavam a conta. Apenas a gorjeta do garçom era mantida.

Esses profissionais podem atuar em áreas como bares, cafés e restaurantes ou até mesmo em eventos, como aniversários, formaturas, casamentos, conferências, etc. São apaixonados pelo ato de servir e agradar o consumidor, além de serem figuras fundamentais para o bom funcionamento de um estabelecimento.

Conhece algum garçom que gostaria de ler este conteúdo? Então não deixe de compartilhar!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.