Saiba por qual motivo o Dia Nacional do Surdo é comemorado em 26 de setembro

Saiba por qual motivo o Dia Nacional do Surdo é comemorado em 26 de setembro
ícone de calendario

Atualizado:
08/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
16/09/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


No dia 26 de setembro é celebrado o Dia Nacional do Surdo, uma importante data para refletir sobre a luta pela inclusão dos surdos na sociedade.

A Comunidade Brasileira de Surdos trabalha de maneira exaustiva a fim de garantir melhores condições de vida, educação, saúde, assim como, dignidade e cidadania, para as pessoas portadoras de deficiência auditiva.

Vem com a gente conhecer a história deste dia para entender a importância da inserção social dos surdos na sociedade.

Por que dia 26 de setembro é o Dia Nacional do Surdo?

Oficializada por meio do decreto de lei nº 11.796, a escolha da data foi porque em 1857, neste mesmo dia, foi criada a primeira escola de surdos no Brasil.

O Instituto Imperial de Surdos-Mudos, localizado no Rio de Janeiro, foi fundado por Ernest Huet, um professor surdo francês e sua esposa, após convite do Imperador Dom Pedro II.

Com o intuito de integrar as crianças à sociedade, Huet lecionava as aulas que aconteciam em Língua de Sinais Francesa, resultando em grande influência na construção da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Além disso, o Instituto funcionava como um asilo e recebia surdos do sexo masculino de todo o país, muitos deles eram abandonados pelos familiares por conta da deficiência auditiva.

Atualmente, a escola leva o nome de Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) e continua dedicada ao ensino bilíngue de pessoas surdas.

E, no dia 26 de setembro, também devemos celebrar as conquistas já alcançadas:

  • Reconhecimento legal da Libras como maneira de comunicação e expressão;
  • Exigência do ensino da Língua Brasileira de Sinais na formação de professores;
  • Obrigatória a educação bilíngue para crianças com deficiência auditiva;
  • Determinação da presença de intérprete de Libras nos órgãos públicos.

O que significa Libras?

Trata-se da sigla de Língua Brasileira de Sinais, que é uma língua de comunicação composta de sinais e contato visual, permitindo se comunicar por meio de gestos e expressões faciais e corporais.

Desde 24 de abril de 2002 a Libras é reconhecida como meio de se comunicar e expressar. Isso aconteceu por meio da Lei nº 10.436, que também garante que o ensino da língua seja incluído na formação dos docentes.

Certamente é uma língua primordial que permite que as pessoas surdas se comuniquem entre si e com a população de regra geral, sendo assim, é uma valiosa ferramenta de inclusão social.

Entretanto, a língua de Libras não se resume a mímica, trata-se de uma estrutura linguística e gramatical própria, que contempla um alfabeto e estimula o diálogo de forma natural entre aqueles que a utilizam.

Assim como toda língua, possui suas complexidades e também não é universal. Ou seja, cada país tem sua própria Língua de Sinais, e somado a isso, ainda existem os regionalismos, em que algumas formas de linguagem mudam conforme a cultura de cada região.

Mitos sobre Libras

Como resultado do desconhecimento sobre a comunidade surda, infelizmente, existem muitos mitos que são disseminados e afetam o desenvolvimento das pessoas surdas, assim como prejudica que a Libras conquiste ainda mais espaço nas escolas e na sociedade.

Por isso, listamos três fatos que não condizem com a importância da língua de sinais e é importante desmistificar eles para não errar na hora de conversar sobre o assunto:

Libras é mímica

Como vimos acima, a Língua Brasileira de Sinais não é apenas mímica. Os gestos fazem, sim, parte da forma de se comunicar, mas se trata de um complemento à estrutura gramatical que existe na língua.

A língua é limitada

Libras não se limita a diálogos simples. É uma língua pela qual se expressam ideias, sentimentos, opiniões, assim como acontecem apresentações de trabalhos acadêmicos, peças de teatro e dá origem a poemas e músicas, por exemplo.

Libras é igual em todo lugar do mundo

Cada país tem seu próprio alfabeto e gramática. Dados da Ethnologue, organização norte-americana especializada no estudo, desenvolvimento e documentação de línguas, indicam que existem cerca de 128 variações de língua de sinais.

Logo, ser fluente em Libras não garante fácil compreensão nos Estados Unidos, por exemplo.

Conheça personalidades surdas

Um estudo feito pelo Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda, para a edição de 2019 do evento, mostra que 10,7 milhões de brasileiros têm deficiência auditiva. No mundo, são 500 milhões de surdos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dentre esta parcela, muitos deles são artistas e personalidades que fizeram história no universo da música, na política, em Hollywood e em tantos outros lugares. Alguns deles são:

Bill Clinton

O político e ex-Presidente dos Estados Unidos da América teve perda moderada de audição que foi diagnosticada durante um exame físico anual. Desde 1997, ele usa aparelho auditivo.

Thomas Alva Edison

Não se sabe ao certo como se originou a surdez do inventor, nascido em 1847, mas acredita-se que foi em decorrência de diversos problemas de saúde no sistema auditivo que não foram devidamente tratados durante sua infância.

Francisco Goulão

Este artista e professor português criou diversas obras com desenhos para retratar histórias destinadas às crianças surdas. É um grande ativista das escolas bilíngues para surdos e muito reconhecido na cultura surda portuguesa.

Ludwig van Beethoven 

Aos 28 anos de idade, o brilhante compositor alemão, Beethoven, começou a ter dificuldade para ouvir. Fez diversos tratamentos com renomados médicos da época, mas sua audição foi se deteriorando e em 1816, aos 46 anos, estava quase surdo.

Halle Barry

A premiada atriz de Hollywood, marcou a história do cinema norte-americano ao ser a primeira atriz afro-americana a conquistar o Oscar de melhor atriz. Ela perdeu 80% da audição no ouvido esquerdo, após ser vítima de violência doméstica.

Eric Clapton

Atualmente, um dos nomes mais reconhecidos na cena musical. O cantor, compositor e guitarrista, foi diagnosticado com Tinnitus, um distúrbio que provoca constante zumbido ou outros sons irritantes, como ao de mosquitos, por exemplo.

Paul Stanley

O guitarrista e co-vocalista da banda de rock, Kiss, nasceu com uma rara deformidade congênita na orelha direita, trata-se de uma microtia de nível 3, que afeta a cartilagem do ouvido externo. Esta condição faz com que ele ouça a expansão do som, mas sem saber de onde vem.

Conclusão

Como vimos, a comunidade de pessoas surdas é grande tanto no Brasil quanto fora e o Dia Nacional do Surdo é uma oportunidade de estimular mais diálogos a fim de garantir a legítima inclusão dos surdos na sociedade.

Seja apoiando as lutas por melhores condições de vida, trabalho e educação, como respeitando – principalmente – a Língua Brasileira de Sinais que é tão rica e valiosa quanto a Língua Portuguesa.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e compartilhe em suas redes sociais!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.