Empréstimo fraudulento pode ser evitado tomando medidas como não compartilhar dados pessoais com qualquer contato, não adiantar depósitos, desconfiar de ofertas muito tentadoras e checar a reputação e dados da empresa.  

Empréstimo fraudulento é, infelizmente, um golpe que faz vítimas pelo país, causando insegurança em quem procura crédito. A crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus fez com que a procura por crédito aumentasse, motivada principalmente por pessoas físicas desempregadas ou empresas que buscam manter o negócio aberto e os salários em dia.

Uma pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febrabam) mostrou que as concessões de crédito e refinanciamentos superaram R$ 330 bilhões entre 16 de março e 8 de abril. O valor é bem maior que a média mensal do 1º trimestre de 2019, que ficou em R$ 290 bilhões. Fora dessa estatística, estão golpistas que se aproveitam da situação pessoal e de empresas para aplicar empréstimos fraudulentos.  

Quais as principais abordagens de empréstimo fraudulento?

Muitas vezes, ofertas de empréstimo fraudulento chegam até o consumidor sem que ele esteja, necessariamente, procurando crédito. Normalmente, esses contatos acontecem por ligações telefônicas, e-mails ou mensagens de SMS e WhatsApp. 

A abordagem é amigável e a oferta muito vantajosa – quase sempre dizem não fazer consulta da situação do CPF ou CNPJ para eliminar burocracias. Em alguns casos, se passam por bancos e fintechs conhecidas. 

As ofertas de empréstimo fraudulento também podem aparecer através de banners e anúncios em sites, jornais ou panfletos distribuídos na rua. Justamente para passar confiança, os golpistas procuram se misturar e reproduzir o atendimento e ambiente usado por empresas sérias. Golpes de empréstimo por telefone, por exemplo, usam, inclusive, vozes e músicas que simulam os call centers dos atendimentos bancários. 

Alguns golpistas têm a intenção de conseguir dados pessoais e bancários da vítima através da oferta de empréstimo. Na internet, o crime é conhecido como phishing – termo em inglês que poder ser traduzido para “pescar”. Para atrair vítimas, eles utilizam como “iscas” ofertas atraentes de dinheiro e prêmios, se passam por bancos e órgãos do governo pedindo confirmação de dados, relatam problemas que precisam ser resolvidos urgentemente. Tudo isso através de ligações telefônicas, mensagens, pop ups, links etc.   

Com essas informações, o golpista consegue clonar cartões e até realizar empréstimos consignados no nome da pessoa.

Características comuns de empréstimo fraudulento

Os golpes são aperfeiçoados para parecerem ao máximo com situações reais e seguras praticadas por instituições financeiras sérias. Muitos oferecem, por exemplo, juros baixos e um prazo longo de pagamento, condições ofertadas também por instituições confiáveis. Então, como saber diferenciar? 

Quase sempre, o objetivo do golpista é conseguir que a vítima repasse alguma quantia em dinheiro antes do empréstimo de fato acontecer. Ou seja, pedem um adiantamento antes de dar o crédito, prática vetada pelo Banco Central

Normalmente, a conta repassada para depósito está em nome de pessoa física ou não corresponde à instituição que está fazendo o empréstimo.

Muitos golpes, também solicitam dados pessoais por meios informais como as redes sociais. 

Como não cair em golpe de empréstimo?

A regra principal é não fazer adiantamentos e fugir de qualquer oferta que coloque isso como condição para seguir com a transação de crédito. Para se proteger, você também pode adotar outras medidas de precaução: 

  • Cheque as informações do CNPJ da empresa. Em sites, ele deve estar visível em locais como rodapé da página;
  • Não forneça seus dados pessoais a desconhecidos sem antes checar a segurança da plataforma ou existência da empresa;
  • Veja se a empresa está cadastrada no Banco Central (BC). Para oferecer empréstimo, ela deve ser autorizada pela instituição. Essa consulta pode ser feita no site do BC;
  • Pesquise a reputação da empresa nas redes sociais e em sites como o Reclame Aqui e Procon;
  • Desconfie de empresas que fazem empréstimo a negativados sem qualquer tipo de consulta e análise;
  • Cheque se os números utilizados para contato por telefone são os fornecidos pela instituição;
  • Não compartilhe fotos de documentos e cartões em negociações por WhatsApp.
  • Desconfie de ofertas que oferecem parcelas superiores a 30% da sua renda.

Veja como contratar empréstimo para negativado.

Como saber se o empréstimo online é seguro?

A internet é usada por instituições financeiras sérias para facilitar processos e diminuir burocracias. Principalmente em tempos de isolamento social, soluções online são procuradas para evitar trâmites presenciais. 

Hoje em dia, bancos e fintechs oferecem a possibilidade de contratar empréstimos a partir de seus sites ou aplicativos de internet banking. Tudo isso é garantido por protocolos de segurança criados graças ao avanço tecnológico. 

Confira algumas dicas para escolher uma empresa confiável e aproveitar as vantagens trazidas pela internet.

  • Veja se aparece o ícone de um cadeado ao lado do endereço do site: esse é um passo básico para verificar se o site utiliza uma conexão segura e se a troca de informações não é acessada por terceiros;
  • Ao clicar em um link da página, veja se você continua no mesmo endereço. Desconfie se você for redirecionado para outro site;
  • Procure pelos Termos de Uso e Política de Privacidade;
  • Fique atento a erros de português; 
  • Opte por ofertas de instituições e fintechs associadas a grupos empresariais conhecidos. 

O que fazer quando se é vítima de um golpe?

O primeiro passo é acionar a polícia em casos de fraude. Caso a oferta tenha sido feita em nome de um banco, entre em contato e reporte o caso. 

Se você repassou senhas, procure os canais de atendimento para mudar os dados. 

Conclusão

É preciso estar sempre atento à confiabilidade da transação para identificar ofertas de golpistas. Não deixe que uma possível solução para situações financeiras vire mais uma dor de cabeça. 

Por mais desesperador que possa ser o cenário, lembre-se de checar dados básicos como o cadastro da empresa no Banco Central, pesquisar a reputação da instituição, cuidar com quem você compartilha dados pessoais e jamais fazer adiantamento de dinheiro a quem oferece empréstimo.

Fique atento também a ofertas muito atraentes e à possibilidade de estarem se passando por empresas tradicionais e reconhecidas, especialmente se for seu banco pessoal. Tomando algumas precauções, você pode sim se beneficiar de baixas taxas de juros, bons prazos de pagamento e as comodidades do empréstimo online, por exemplo.

A CashMe oferece tudo isso de forma segura e responsável. Ela é uma fintech do Grupo Cyrela, que possui anos de tradição e seriedade em suas operações. Faça uma simulação de empréstimo com garantia de imóvel e veja como conseguir crédito com boas condições e de forma segura!

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.