Para contratar a empresa certa para manutenção de elevadores você precisa avaliar e levar em consideração alguns pontos específicos como qualidade do serviço, garantia, referências, segurança dos prestadores de serviço e valores.

São muitos pontos a serem observados e é preciso garantir que o equipamento funcione de acordo e ofereça segurança aos passageiros.

Por mais moderno e atual que possa ser o elevador do seu prédio, com o tempo ocorrem desgastes e esses precisam ser reparados para evitar acidentes.

Além disso, para todo elevador em funcionamento, com exceção aos de uso unifamiliar, é obrigatória a manutenção e a contratação de uma empresa especializada.

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) adverte que, caso ocorra infrações graves de segurança ou eventual fatalidade, os síndicos poderão ser penalizados.

Ou seja, é fundamental estar atento a isso. Dessa forma, pensando em ajudá-lo, separamos neste post as principais informações para que você saiba como contratar a empresa certa para a manutenção de elevadores:

Pesquise empresas de manutenção de elevadores

De grandes a pequenas, existem inúmeras empresas especializadas em manutenção de elevadores no mercado. Por isso pode ser uma tarefa muito complicada encontrar a certa para o seu edifício.

Mas alguns pontos que podem ser levados em consideração durante essa busca são:

  • Experiência da empresa no mercado;
  • Histórico de processos;
  • Avaliação de antigos clientes;
  • Capacitação e segurança dos profissionais que prestarão o serviço.

Além disso uma boa forma de pesquisar por prestadores de serviços é conversar com outros síndicos ou gerentes de prédios solicitando indicações e referências.

Não há nada melhor do que conversar com clientes antigos. Afinal, clientes satisfeitos são a melhor recomendação que qualquer empresa pode ter.

Tipos de assistência de manutenção de elevadores

Por conta da complexidade dos seus sistemas e do uso frequente, os elevadores demandam obrigatoriamente serviços de manutenção, contando com visitas técnicas constantes. Desse modo, todo cuidado é pouco ao manter as condições de funcionamento do equipamento.

Entretanto, há dois tipos de serviços de assistência que você pode escolher ao contratar a empresa para a manutenção de elevadores:

Assistência sem cobertura de peças

Uma das opções mais baratas de assistência, a que não cobre peças, consiste em serviços apenas de manutenções preventivas relacionadas a regulagem, lubrificação e certificação de que não há nenhum problema com o funcionamento, garantindo que ele está em plenas condições de operar.

Nesse caso, se durante a vistoria for identificada a necessidade de algum reparo, as peças precisam ser compradas à parte.

Esse tipo de assistência naturalmente tem um custo menor ao mês, justamente por não incluir a troca dos equipamentos.

Assistência com cobertura de peças

A segunda opção de assistência é o contrato que inclui a possibilidade da troca de peças, caso haja a necessidade.

Nessa situação, no caso de algum defeito durante a manutenção mensal dos elevadores, há a cobertura na troca de peças sem nenhum custo adicional.

Nessa modalidade pode haver uma diferença significativa de preços em relação à cobertura anterior, por isso é importante analisar a real necessidade de ter um contrato de manutenção nesses termos.

Quais são as obrigações da prestadora de serviços de manutenção

Dentre as principais obrigações da empresa de manutenção de elevadores, as principais são:

Visita mensal preventiva

Obrigatória por lei, a visita mensal preventiva deve ser realizada para evitar transtornos e reduzir os riscos de acidentes.

A manutenção preventiva trata-se da manutenção básica de todos os dispositivos e estruturas da instalação do elevador. Normalmente, os serviços incluem limpeza, lubrificação, ajustes e testes de funcionamento regulares.

Chamados de emergência

Os chamados de emergência podem ser solicitados em casos de reparos urgentes. Por mais novos e modernos que os elevadores possam ser, eventuais falhas podem acontecer.

Por isso, é fundamental contratar uma empresa de manutenção de elevadores que garanta suporte e atendimento 24 horas. Vale destacar que isso é amparado por lei. Ou seja, você pode exigir isso em contrato.

Serviços de reparo

Durante as visitas periódicas ou nos chamados de emergência pode ser constatada a necessidade de troca de peças ou reparo específico.

Quando o contrato de assistência é somente de conservação, esse serviço deverá ser comprado à parte. Já no caso de uma assistência com cobertura de peças, isso poderá ser feito sem custo adicional.

Registro de ocorrências

Além de importante, o registro de ocorrências também é obrigatório.

A função desse livro é documentar todos os serviços solicitados: reparos, checagens. Ou seja, todos os trabalhos relacionados à manutenção devem ser minuciosamente descritos pela prestadora de serviços.

Relatório de Inspeção Anual

O Relatório de Inspeção Anual, conhecido como RIA, é um documento fundamental e obrigatório por lei.

Como parte importante do contrato, a empresa especializada precisa realizar uma inspeção anual rigorosa dos aparelhos de transporte.

Depois disso, deverá expedir o Relatório de Inspeção Anual, assinado pelo engenheiro responsável. Esse documento será fornecido anualmente ao órgão fiscalizador do condomínio.

Como deve ser feito o contrato com a assistência de manutenção de elevadores

Se você já decidiu qual é a empresa que fará a manutenção dos elevadores, agora é o momento de atentar para alguns pontos importantes para o fechamento do contrato.

É preciso muita atenção aos termos dispostos nele. Seja no primeiro acordo, ou na renovação, as cláusulas precisam ser favoráveis para ambos os lados.

Detalhes esclarecidos e valores bem definidos são alguns dos pontos mais importantes. A transparência é fundamental ao contratar esse tipo de serviço.

Este é o momento em que o condomínio tem maior poder de negociação com a empresa de manutenção de elevadores.

Ao firmar um contrato de manutenção de elevadores, é fundamental que o síndico ou responsável pelo condomínio esteja atento a cada ponto descrito como obrigações da empresa prestadora do serviço, como citamos acima.

Sendo assim, o contrato deve dispor as seguintes informações:

  • Corpo técnico que realizará a manutenção;
  • Seguro de responsabilidade civil;
  • Valores de reajustes contratuais;
  • Formas de pagamento.

Além disso, é importante que o contrato contenha as especificações de que os serviços atendem as normas da ABNT e normas regulamentadoras.

Caso nenhum desses pontos esteja claro no contrato, você pode pedir para que ele seja revisto e os pontos sejam corrigidos ou acrescentados.

Fiscalize a manutenção e elevadores

Após a contratação dos serviços, é importante fiscalizar se ele está sendo executado corretamente.

Sendo assim, é importante que o síndico se mantenha atualizado para acompanhar toda a complexidade que envolve esse processo e não ficar refém da empresa contratada. 

Para facilitar esse acompanhamento, é importante utilizar o livro de ocorrências dos elevadores, onde são descritos todos os consertos, reparos e manutenções.

Além disso, para que esse acompanhamento da manutenção de elevadores seja feita corretamente, é fundamental se informar das obrigações e procedimentos da empresa. O controle dos serviços da prestadora é o primeiro passo para garantir uma manutenção de qualidade.

Para averiguar mais de perto os serviços realizados, pode-se providenciar que o zelador ou algum condômino esteja presente durante a execução dos serviços dos técnicos.

Outra alternativa rápida é contratar um profissional da área, como um consultor independente que acompanha e analisa a visita ao prédio. Feita a avaliação, ele faz as recomendações para direcionar o condomínio sobre a situação encontrada.

Conclusão

Como você pode ver, a manutenção de elevadores é parte fundamental para que os elevadores funcionem da maneira correta e segura.

Sem uma manutenção adequada, os equipamentos ficam sujeitos a falhas de funcionamento, gerando gastos adicionais ao condomínio. Além do risco de acontecer um acidente.

Como administrador do elevador e contratante da empresa de manutenção, você precisa exigir que os serviços firmados em contrato sejam cumpridos.

Caso os custos de peças ou da contratação da empresa de manutenção de elevadores não estejam planejados no orçamento do condomínio, é possível solicitar empréstimo para condomínio.

Na CashMe você encontra empréstimos com imóvel de garantia e com as taxas mais baixas do mercado. O pagamento do crédito para condomínio se dá em até 90 meses.

O post te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.