Persuasão é fazer com que uma outra pessoa acredite naquilo que você está falando ou apresentando a ela. Isso só é possível de ser feito utilizando algumas técnicas e tendo convicção daquilo que está dizendo.

Você já teve que convencer alguém sobre algo? Ou vender um produto e fazer com que o cliente compre? Então já usou a persuasão ao seu favor.

Nas vendas, a persuasão é fundamental para fazer com que os clientes comprem seu produto ou escolham por um serviço que você está oferecendo.

Neste momento de pandemia, por exemplo, houve uma queda no Índice de Confiança do Consumidor (ICC) na hora de comprar. Essa informação é da FECOMERCIO-SP, após pesquisa realizada no mês de abril deste ano.

Mas como utilizar a persuasão ao seu favor e mudar essa realidade?

Técnicas importantes para persuasão

Quanto vale seu produto?

Você deve ter isso na ponta de língua e deixar claro o porquê aquele produto vale o preço estipulado. É importante falar sobre qualidade, se for o caso, durabilidade, entre outros atributos que levam a pessoa a querer aquilo que está a oferecer.

O importante é convencer seu cliente que aquilo resolverá seu problema ou necessidade. Para conseguir isso é importante destacar todas as características relevantes daquilo que deseja vender, por exemplo.

Ao mostrar conhecimento, você consegue persuadir seu cliente e passar confiança por meio das informações.

Além disso, mais do que o preço do produto, um bom atendimento vale muito.

Como anda a concorrência?

Da mesma forma que você tenta persuadir seu cliente, o concorrente fará também. Portanto o que você pode fazer para se diferenciar?

Essa pergunta pode ser fundamental para que seja possível persuadir seu cliente. Entenda como está a concorrência para poder se destacar dos demais.

Às vezes um brinde vale muito, porém apenas prestar atenção e entregar ao cliente aquilo que ele deseja já basta.

Alias, a atenção é fundamental para que seja estabelecida uma relação de confiança mútua durante a venda.

Algo deu errado no processo de venda? Vamos negociar?

Essa palavra aparece, às vezes, quando aquela compra deu errado, sendo necessário trocar, ou devolver o dinheiro para o cliente.

Quando isso acontecer, é em momentos como esse que a persuasão também se tornar fundamental. Saiba ouvir o problema do cliente e tente pensar de forma ampla para enxergar possíveis soluções, de preferência, rápidas.

Uma simples sugestão que der ao cliente pode fidelizá-lo e fazer com que volte a comprar contigo. Além disso, ao invés dele falar mal da marca, ele poderá falar sobre o bom atendimento e resolução do problema que teve.

Isso tudo depende da forma que vai tratá-lo quando ele tiver um problema e precisar de sua ajuda.

Seja simpático, gentil e tente se colocar no lado oposto da situação. Essa é uma boa dica de empatia para com seus clientes.

Seja verdadeiro e fiel com as informações que oferece

Não adianta tentar persuadir o cliente com mentiras, ou com a famosa propaganda enganosa. Existem diversos mecanismos de pesquisa na internet e ele pode descobrir que tentou tirar vantagem.

Ou seja, caso isso aconteça, provavelmente ele nunca mais voltará a tentar fazer negócio contigo. Vale a pena?

Sendo assim, a persuasão feita dessa forma gera apenas resultados negativos tanto para sua imagem quanto do produto ou serviço que está vendendo.

Usando a persuasão do jeito correto, pode ter certeza que terá conquistado um cliente fiel a sua marca, se for o caso.

Quando eu posso usar a persuasão?

Vamos as dicas abaixo:

Criar uma landing pages

Essas páginas na internet permitem que o consumidor leia e, por meio da linguagem do texto, possa ser convencido.

Por exemplo, algumas páginas pedem seu e-mail e fornecem um conteúdo ebook gratuito para você. Só que depois elas entram em contato pelo e-mail oferecendo um conteúdo pago.

Isso é uma boa estratégia de persuasão, visto que a pessoa começa a ler o conteúdo e depois percebe que precisa de mais material.

Além disso, você neste momento já consegue apresentar a qualidade daquilo que tem a oferecer e atrai o cliente para dentro do seu negócio.

Negociar com seus clientes

Por vezes é necessária muita paciência e jogo de cintura para poder sair de uma situação complicada com um cliente.

Nessa hora a persuasão entra em jogo e precisa ser muito bem trabalhada. Primeiramente escute a demanda e ofereça uma solução justa.

Ao término da proposta veja se o cliente está satisfeito, de acordo e deseja aceita fechar negócio.

Caso ainda tenha uma negativa, é necessário encontrar meios utilizando da persuasão para que o problema não vire uma dor de cabeça para a empresa.

Saber o resultado final da venda

Sabe se ao sair da loja, por exemplo, seu cliente gostou do seu produto? Então busque meios de convencê-lo a postar em suas redes sociais e marcar sua loja para que a divulgação seja maior.

Esse é só um exemplo do que pode ser feito com o resultado de uma boa venda.

Outra opção para garantir que o cliente saia satisfeito, é que, por vezes, ele poderá não saber usar determinado produto ou serviço.

Sendo assim, gaste um tempo ensinando-o se for o caso. Isso pode fazer a diferença e permitir que ele indique você para outras pessoas ou apenas retorne ao local para comprar mais itens. Faça esse teste!

Outras técnicas de persuasão:

  • Ofereça boas condições de pagamentos aos clientes;
  • Ofereça benefícios, se possível;
  • Mostre o sucesso dos seus produtos, utilizando de exemplos;
  • Busque entrar no mundo do seu cliente e interagir com ele;
  • Técnicas corporais são importantes para conseguir vender;
  • Peça favores ao cliente, por exemplo, de repostar o produto em sua rede social marcando a empresa, isso vai fazer com que ele se sinta importante;
  • Ofereça bons conteúdos de seus produtos ou serviços na internet;
  • Apresente ofertas com prazo determinado “vai acabar hoje”, por exemplo e cumpra com isso;

Aprendeu a como usar a persuasão em suas vendas?

A partir de agora ficou mais fácil fidelizar seus clientes e garantir que seu negócio cresça nos próximos meses.

Aplique as dicas que demos aqui e com toda certeza verá resultados favoráveis. Caso tenha outras dicas deixe elas nos comentários.

É importante lembrar que você precisa ser simpático e ouvir a demanda do seu cliente, para aí sim começar a pensar na persuasão. Seja educado e paciente, isso pode ser um diferencial em suas vendas.

Uma boa venda feita fará com que o consumidor nunca esqueça de quem vendeu para ele um determinado produto ou serviço.

Caso você, empreendedor, busca por capital para investir em seu negócio, confira o empréstimo para MEI a juros baixos para alavancar suas vendas!

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.