Valor do Salário Mínimo 2021 Atualizado: de quanto é o reajuste

Valor do Salário Mínimo 2021 Atualizado: de quanto é o reajuste
ícone de calendario

Atualizado:
17/08/2021

ícone de calendario

Publicado:
14/12/2020

ícone de relógio

Leitura de
6 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


A partir de 1º de janeiro, o salário mínimo de 2021 é R$1.100. O reajuste salarial é de 5,26% – um aumento de R$55 em relação ao salário mínimo em 2020.

Além de ser um referencial para grande parte dos trabalhadores brasileiros, o salário mínimo também reflete como foi o ano para a economia do país. Ele impacta o benefício dos aposentados, seguro desemprego, pensões, o PIS/PASEP e, claro, o poder de compra dos cidadãos.

O aumento do salário mínimo foi muito debatido em um ano conturbado pela pandemia do coronavírus – que deve seguir afetando a vida em muitos aspectos. Isso porque a crise econômica desencadeada pela COVID-19 afetou a inflação e, consequentemente, afetou o resultado do cálculo do reajuste do salário mínimo em 2021.

Qual o valor salário mínimo em 2021 no Brasil?

O novo valor do salário mínimo 2021 será de R$ 1.100. O reajuste foi anunciado no Diário Oficial da União com a Medida Provisória 1021/2020, publicada em 31 de dezembro de 2020. Dessa forma, ficam atualizados também o valor do PIS/PASEP e do benefício pago pelo INSS.

É importante ressaltar que os estados brasileiros podem estabelecer seus próprios salários mínimos regionais, contato que não seja abaixo do valor determinado pelo governo federal para aquele ano. Ou seja, o salário mínimo 2021 pode ser maior em alguns lugares.

É o que acontece no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2020, os cinco estados já possuíam um salário mínimo acima do valor atual de R$ 1.100*: 

Confiras as estimativas: 

  • Salário mínimo no Rio Grande do Sul: R$ 1.237,15 a R$ 1.567,81;
  • Salário mínimo em Santa Catarina: R$ 1.215 a R$ 1.391;
  • Salário mínimo no Paraná: R$ 1.383,80 a R$ 1.599,40;
  • Salário mínimo em São Paulo: R$ 1.163,55 a R$ 1.183,33;
  • Salário mínimo no Rio de Janeiro: R$ 1.238,11 a R$ 3.158,96.

O governo do Rio Grande do Sul já anunciou que não haverá aumento no salário mínimo em 2021. Os outros quatro estados ainda não divulgaram os novos valores. 
*Fonte: G1.

Qual é o valor do salário mínimo em 2020?

O salário mínimo vigente em 2020 foi um exemplo de como a inflação pode fazer esse valor mudar entre os últimos dias de dezembro e os primeiros dias de janeiro. 

Em 31 de dezembro de 2019, uma medida provisória anunciava o valor de R$ 1.039,00 como o novo salário mínimo. Entretanto, o resultado da inflação do ano ficou maior do que a projeção do INPC, o índice usado pelo governo para estabelecer o reajuste. Os 4,1% esperados, na verdade, resultaram em 4,48% de inflação em 2019. 

O último aumento do salário mínimo veio em uma Medida Provisória (MP) do presidente Jair Bolsonaro, publicada em 31 de dezembro. Com a nova medida provisória foi publicada no Diário Oficial da União então. Dessa vez, a decisão fazia o ajuste do salário mínimo de 2020 para R$ 1.045,00, valendo a partir de fevereiro do ano. 

Quantos por cento vai subir o salário mínimo em 2021?

O reajuste salarial divulgado pelo governo representa um aumento de 5,26%. Com isso, os trabalhadores terão um acréscimo de R$ 55 em relação ao salário mínimo de 2020, que era de R$ 1045. O valor diário do salário mínimo passou a ser de R$ 36,67 ou R$ 5 por hora.

Quando vai ter o aumento do salário mínimo? 

O  novo salário mínimo começa a valer a partir de janeiro de 2021 e acalma, por hora, as expectativas de trabalhadores e empregadores brasileiros que acompanharam as previsões para o reajuste salarial ao longo de 2020. 

Durante o ano, documentos como a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) propuseram, respectivamente, os valores de R$ 1088 e R$ 1.067,00.  

Como é feito o cálculo do reajuste do salário mínimo?

A diferença entre esses valores e o valor publicado pela Medida Provisória era esperada. Isso porque o cálculo do reajuste do salário mínimo precisa considerar, pelo menos, a inflação apontada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Por exemplo, se o INPC do ano anterior for de 3%, o aumento precisa ser de, pelo menos, 3%. 

Ao longo de 2020, os especialistas fizeram estimativas de como estaria o INPC em dezembro. Foi com base nelas que o governo federal calculou e trabalhou as propostas para o valor do salário mínimo 2021. 

Porém, chegando próximo dos últimos dias do ano, o desempenho da inflação ficou acima do percentual esperado e utilizado para elaborar aqueles documentos e propostas de reajuste. 

Por isso, a Medida Provisória 1021/200 atualizou o valor e estabeleceu o salário mínimo 2021 em R$ 1.100, reajustando o valor para os 5,2% esperados para o INPC de dezembro. 

Correção no cálculo do salário mínimo

Esse valor ainda pode sofrer uma nova alteração até o final de janeiro, pois o  INPC de dezembro de 2020 será divulgado apenas em 12 de janeiro. Essa divulgação trará os dados finais sobre o índice, atualizando a flutuação da inflação nos últimos dias do ano. 

Dessa forma, o salário mínimo de 2021 ainda pode mudar caso o índice fique acima de 5,2%.    

O salário mínimo 2020 é um exemplo de como a inflação pode fazer esse valor mudar entre os últimos dias de dezembro e os primeiros dias de janeiro. Em 31 de dezembro de 2019, uma Medida Provisória anunciava o valor de R$ 1.039,00 como o novo salário mínimo. 

Entretanto, o resultado da inflação do ano ficou maior do que o esperado na época em que a Medida foi elaborada. Quando o INPC de dezembro foi divulgado, os 4,1% esperados, na verdade, resultaram em 4,48%. Foi publicada, então, uma nova medida provisória, corrigindo o salário mínimo de 2020 para R$ 1.045. 

O que influencia no cálculo do salário mínimo?

O salário mínimo calculado com base apenas no INPC, na teoria, indica que você poderá continuar comprando o que comprava no ano passado. Porém, nesse caso, o reajuste salarial não representará um aumento real, mas sim uma atualização, correção do valor. 

Você não terá um ganho, mas também não perderá poder de compra. É por isso que o cálculo do reajuste do salário mínimo considera, pelo menos, o INPC. Entretanto, outros fatores também podem ser levados em conta no cálculo, fazendo com que o reajuste salarial represente um aumento no poder de compra. 

Para isso, a economia e indicadores importantes para o país precisam ter um bom desempenho ao longo do ano e boas previsões para o orçamento do ano seguinte. Junto do INPC, essas questões irão influenciar na política do cálculo do salário mínimo, determinando se é possível arcar com um aumento além da inflação.

Aqui no blog da CashMe, contamos a história do salário mínimo em um artigo, que traz também a evolução do seu valor desde os anos 2000, incluindo anos em que o reajuste considerou o INPC e outros índices. Leia mais em: Salário mínimo 2020: saiba quanto é e compare com os demais anos.

Conclusão

O valor do salário mínimo em 2021 será de R$ 1.100, valendo a partir de janeiro deste ano. O reajuste acompanha o desempenho da inflação indicado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que foi de 5,2% em dezembro de 2020. Dessa forma, o novo salário mínimo teve um aumento de R$ 55 em relação ao do ano anterior. 

Anualmente, o cálculo do salário mínimo considera, pelo menos, o INPC – como foi em 2020. Entretanto, as políticas de reajuste de cada ano também podem utilizar outros indicadores no seu cálculo junto ao INPC. 

Para isso, é preciso que fatores econômicos e outras questões do país tenham tido um bom desempenho ao longo do ano e boas previsões para o ano seguinte. Assim, o salário mínimo pode ser calculado junto de outros indicadores e corrigido para além da inflação, representando um ganho real e aumento no poder de compra.

Se o salário mínimo 2021 não foi o esperado por você, talvez seja preciso um fôlego extra para manter as contas em dia ou executar planejamentos. Na CashMe, você pode usar seu imóvel quitado para conseguir boas condições de crédito! Faça uma simulação e conheça as vantagens do empréstimo com garantia de imóvel.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *