Você possui um cartão de crédito sem limite? Está louco para ter um? Esse é o sonho de consumo de muita gente e, em geral, é oferecido para pessoas cujos gastos regulares passam dos R$ 15 mil. Porém, junto com os benefícios também surgem os problemas. Afinal de contas, essa é uma forma muito fácil de acabar endividado.

Isso porque quando você tem um limite pré-estabelecido, a própria operadora controla sua faixa de gastos máxima. Porém, quando esse controle torna-se menos rígido, é possível que seu planejamento financeiro se desequilibre rapidamente.

Sendo assim, no artigo de hoje, vamos dar algumas dicas fundamentais para você evitar o endividamento com esse cartão de crédito tão desejado. Venha com a gente!

Dicas para fugir das dívidas de um cartão de crédito sem limite

Muitas vezes pensamos que é preciso ter um conhecimento aprofundado em finanças para conseguir controlar nossos gastos. Isso, contudo, não é verdade. Algumas mudanças de atitude básicas são mais do que suficientes para ter um bom planejamento financeiro e evitar as dívidas.

Tenha uma tabela para planejamento financeiro

Ver suas despesas e receitas é muito mais eficiente do que apenas saber esses números de forma decorada. Afinal, quando algo fica apenas no pensamento, ele parece menos real e, consequentemente, temos uma tendência maior a ignorar.

Sendo assim, crie uma tabela, seja no Excel, no celular ou na caderneta e liste todas as suas receitas e todos os gastos que você possui, começando por aqueles que são fixos. A cada semana atualize a planilha com os novos custos ou receitas e veja quanto ainda sobre do seu dinheiro.  

Estabeleça um limite máximo para gastar mensalmente

Mesmo que o seu cartão seja sem limite, você mesmo precisa estabelecer o máximo que pode gastar com esse crédito que possui. Isso vai evitar gastos por impulso, controlando ainda mais as suas finanças.

Não use o cartão em compras pequenas

Uma pequena lembrança para uma amiga, um almoço de trabalho, a ida ao cabeleireiro e o estacionamento do shopping, tudo isso são exemplos de gastos rotineiros e de baixo custo. Porém, apesar de terem um valor reduzido, eles podem pesar no orçamento caso você perca o controle dessas despesas.

Sendo assim, evite utilizar seu cartão de crédito sem limite para pagar esse tipo de compra e opte sempre pelo débito.

Tenha uma reserva de emergência

Ter uma reserva de emergência é fundamental para lidar com eventualidades que ocorram em momentos específicos. Desse modo, caso seus gastos tenham ficado acima do esperado em determinado mês, você não precisará recorrer ao parcelamento da fatura e arcar com juros, basta utilizar o capital de emergência que possui.

Me endividei com um cartão de crédito sem limite, o que faço?

Caso você não tenha seguido as dicas anteriores ou se tiver chegado aqui no texto já com dívidas, não se preocupe que também temos dicas para a sua situação. Desse modo, nos tópicos seguintes, vamos apresentar algumas ações que você precisa tomar para acabar de vez com os débitos que possui no cartão.

Reduza custos

Qualquer gasto desnecessário que você tenha deve ser eliminado. Sendo assim, crie uma tabela financeira e observe todas as suas despesas, desde as mais básicas até as que possuem um alto custo. A partir daí, risque todas aquelas que não fazem tanta diferença em seu cotidiano e veja a economia que consegue ter.

Assim, além de não fazer novos débitos, com a sobra de capital é possível juntar dinheiro para a quitação das dívidas.

Não opte pelo pagamento mínimo

Nunca realize o pagamento mínimo do cartão. Isso apenas posterga o débito existente para o mês seguinte, que se acumula com os novos gastos que você realiza, criando um endividamento sem fim. Portanto, organize-se para realizar a quitação integral do cartão.

Deixe os cartões em casa

Para evitar criar novos débitos, deixe todos os seus cartão de crédito em casa. Assim, mesmo que surja um impulso de comprar algo de última hora, você não terá o cartão em mãos, o que lhe dará um pouco mais de tempo para pensar se realmente aquela aquisição vale a pena.

Faça um empréstimo para quitar toda a dívida

Caso as dicas anteriores não resolvam o seu débito, vale a pena realizar um empréstimo e, assim, quitar de forma integral todo o valor que estiver devendo. Porém, é muito importante planejar bem esse novo gasto.

Sendo assim, avalie as taxas cobradas, o preço das parcelas e a instituição financeira com a qual fará a transação. Aqui na CashMe, por exemplo, trabalhamos com juros reduzidos e parcelamento em mais de dez anos, o que gera um valor de parcela reduzido.

Lembre-se que o empréstimo precisa cobrir todo o valor da dívidas com o cartão, contrário você acabará mais endividado do que antes.

Depois de observar todas as dicas aqui apresentadas, temos certeza que será mais fácil utilizar seu cartão de crédito sem limite de forma consciente e sem incorrer em débitos desnecessários.

Porém, caso você já esteja endividado, que tal quitar de uma vez esse valor realizando um empréstimo para negativado aqui CashMe. Você pode, inclusive utilizar o nosso simulador e verificar taxa de juros, valor das parcelas etc.

Clique aqui e verifique o valor desejado. Caso tenha mais dúvidas sobre o assunto, entre em contato com os nossos consultores. Até breve!

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.