As debêntures incentivadas não são incomuns para aqueles que mexem com investimentos. Sendo um dos termos mais difundidos dentre aqueles que fazem parte do nosso mercado de investimentos.

Ainda que este termo não seja tão conhecido por aqueles que não fazem ou não possuam qualquer interesse em ações, o mesmo é um dos pré-requisitos para os entusiastas que desejam adentrar a tal setor.

Por tal motivo, no artigo de hoje, apresentaremos para você, nosso caro leitor, como funcionam as debêntures incentivadas, fazendo-o compreender o por que estas são tão importantes para o mercado.

Aproveite e boa leitura!

O que são as debêntures incentivadas?

Antes de mais nada, é preciso compreender do que se trata e ao que se refere tal termo, uma vez que o mesmo faz parte do cotidiano de grande parte – para não dizer todos – dos acionistas.

Debêntures incentivadas são, assim como as comuns, títulos de dívidas emitidos por uma empresa. Estes são usados, geralmente, por empresas que precisam de uma quantidade determinada de dinheiro e, ao oferecer alguns destes, esta pode arrecadar este valor com mais facilidade.

Assim, a empresa acaba por evitar se endividar com um banco, além de conseguir o valor necessário com muito mais rapidez do que ao fazer este tipo de solicitação para uma empresa credora.

Então, após a explicação, se torna claro o por que destas fazerem parte da vida daqueles que atuam em mercados de investimento. As debêntures estão entre um dos itens que são adquiridos por acionistas.

Sendo assim, este é um dos tipos de relações que podem levar homens que possuem dinheiro e poder as entidades que buscam por recursos. Nem tudo aquilo que faz parte deste setor pode ser diretamente ligado a ações.

Como funcionam as debêntures incentivadas?

Entenda que este não é o único tipo de debênture, possuindo suas próprias características que fazem com que esta se diferencie das demais existentes a dispor do homem ou mulher de negócio.

Claro que, por ser uma debênture, assim como as outras, esta também se trata de um título e foi colocado no mercado pela corporação dona da mesma a fim de arrecadar uma quantidade de dinheiro para a mesma.

Para que uma marca necessite fazer tal movimento são levadas em consideração múltiplas ocasiões. Ainda sim, as duas mais comuns são a vontade de investir para o crescimento do negócio ou tirar o mesmo de uma situação grave relacionada a outros tipos de dívidas.

Assim, neste ponto, todas as debêntures funciona de maneira similar: uma organização fará a emissão do título, o levará ao mercado e colocará o mesmo a disposição daqueles que se interessarem em obter uma parte da empresa.

Claro que um acionista de ofício irá averiguar, avaliar e, por fim, procurar a entidade a fim de realizar uma visita, entender qual a proposta e pensar, cuidadosamente, quais são os pontos que este tem a ganhar ao colocar o próprio dinheiro a disposição de um empreendimento em tais condições.

Ao depender do nome e do porte da entidade, as chances de se conseguir conquistar este valor são muito variáveis. Ainda que muitos apostam em ideias, em geral, boa parte daqueles que atuam no mercado de ações são conservadores, tentando evitar ao máximo as perdas.

O que torna a debênture incentivada interessante?

“Se todas possuem de um padrão similar, então por que razão existiriam diferenças entre estas? “

Por mais que o questionamento acima seja comum, principalmente para os leigos ou aqueles que estão começando a adentrar neste tipo de mercado, existe um motivo que torna este modelo interessante.

Como dito anteriormente no artigo, as debêntures incentivadas não são as únicas formas destas. Existem outras que são oferecidas dentro do setor, com outros tipos de características marcantes.

E em questão de que cada detalhe conta, estas trazem consigo um fator muito interessante ao depender da área que se esteja investindo: debêntures incentivadas são isentas de Imposto de Renda.

Exatamente isso. Possuir tal título não faz com que sua dívida em relação ao estado aumente. Ou seja, para esta modalidade, não existe o recolhimento de tributos e nem a necessidade de declará-los.

Isso acontece pelo fato de que o dinheiro arrecadado por meio destes tem como objetivo ser usado pelas empresas para que essas possam fazer obras ou serviços importantes focados em infraestrutura. Um exemplo comum disso são as entidades que trabalham com construção de rodovias.

Ainda sim, é preciso estar fazendo uma pesquisa. Assim como esta é uma vantagem exclusiva deste tipo de título, nem sempre o mesmo pode lhe ser a melhor escolha.

Debêntures incentivadas são interessantes

Para aqueles que buscam por uma aposta um pouco mais certeira, esta modalidade consegue, facilmente, cumprir suas expectativas. Sendo assim, a mesma acaba sendo uma opção mais atraente para aqueles que estão a adentrar a área.

E aos interessados que não possuem de um valor que seja suficiente para tal, aqui na CashMe oferecemos créditos que condizem com seus sonhos. Juntos, vamos mais longe!

Veja também:

O que fazer para lidar com o medo de investir

Como criar um planejamento financeiro sendo autônomo

Os melhores livros de finanças que você precisa conhecer

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente! Compartilhe e deixa a sua opinião, queremos saber.

Visite o nosso Instagram