É natural que durante a compra da nossa casa própria surjam algumas dúvidas que são muito frequentes a respeito deste assunto. Afinal, esta é uma decisão que afeta, e muito, nossas vidas.

Adquirir um bem desta magnitude não é fácil. Existem diversos passos pelos quais você deve passar para conseguir uma casa própria de maneira eficiente e sem quaisquer problemas.

Para sanar essas dúvidas sobre a compra da casa própria, apresentaremos para você, caro leitor, algumas questões frequentemente levantadas por todos aqueles que estão preste a comprar seu novo bem.

Aproveite e boa leitura!

A casa própria é o sonho de todo o brasileiro

Ninguém deseja viver pagando aluguel, afinal, este é um dinheiro que você tem por obrigação pagar e que não será revertido em algo concreto. Claro, você estará sob um lar, mas não poderá usufruir deste da maneira que bem entender.

Por muitos, a locação é considerada um desperdicei necessário, visto que o recurso monetário é duramente conquistado através de horas a fundo no trabalho. Trabalho este que, em grande parte dos casos, sequer paga bem. E o pior, é chefe achando que paga o suficiente.

Vivemos em uma realidade onde o salário mínimo sequer deveria ter este título, visto que o seu valor é quase inexpressivo em diversos cenários. É uma garantia que temos, mas com esta, mal é possível sobreviver neste país.

E todos aqueles que levantam de suas camas, colocam suas roupas e vão a luta do dia a dia, enfrentando estresse, cobrança e rotinas cansativas almejam conquistar algo grandioso para si.

Para muitas pessoas, não existe concretização maior em suas vidas do que adquirir, depois de anos, a casa própria, que foi tão suada e batalhada, mas finalmente, conquistada.

Durante o processo para a aquisição, existem diversas perguntas que podem confortar nossos guerreiros nativos. Estas atacam a todos aqueles que procuram realizar seu sonho e são importantes, pois podem mexer diretamente com o processo de aquisição. As principais dúvidas que temos durante a compra da casa própria são:

Quais cuidados devo ter ao comprar uma casa própria?

Dependendo do modelo que será utilizado para realizar a compra do bem, diferentes serão as precauções necessárias a se tomar. Cada processo de compra e venda tem as suas peculiaridades e devem ser devidamente avaliados.

Por exemplo, para aqueles que buscam comprar um imóvel na planta, é necessário fazer toda uma pesquisa para avaliar se a empreiteira responsável pela construção é realmente de confiança, visto que esta pode, dentro de um período de 6 meses, cancelar o projeto, fazendo-o perder seu tempo e, possivelmente, uma parte do seu dinheiro.

Não basta apenas tomar cuidado com a fonte que comercializa a casa ou apartamento em questão. Atente-se a ter um capital reservado para as despesas referentes a casa quando esta for entregue. As contas não esperam, e se tornarão um fator de maior preocupação se não forem previamente planejadas.

Devem ser incluído nas despesas domésticas tanto as parcelas do financiamento quanto às obrigações fiscais do lar. Para aqueles que economizaram por anos, o débito do empréstimo poderá ser mínimo, pra não dizer inexistente.

Outro fator extremamente relevante referente ao capital é a documentação correspondente ao terreno. A regularização da papelada demandará por volta de 5% do valor total investido na propriedade. Isto sem contar outros gastos que podem variar de acordo com cada município.

Na hora de comprar a casa própria, devo fazer a negociação sozinho?

Em nem todo caso é possível se fazer uma transação de imóvel de maneira fácil. São necessárias diversas informações para entender se o acordo é justo para ambas as partes envolvidas.

Se você não se sente confortável em relação a transação, procure um corretor especializado em compra no mercado e que, de preferência, trabalhe pela região em que o imóvel é localizado.

Este será capaz de te fornecer informações mais precisas, lhe permitindo avaliar a situação e averiguar se a transação comercial será, realmente, vantajosa tanto para o proprietário atual quanto para você.

Posso comprar minha casa própria em tempos de crise?

Definitivamente sim. Neste período o mercado imobiliário esta fraco, e será capaz de te fornecer preços mais acessíveis, evitando diversos gastos, visto que este anseia por investimentos.

Quando a época alarmante passa, os preços tendem a melhorar no ponto de vista empresarial. Portanto, este irá subir, impedindo-o que fizesse uma boa negociação por um preço mais atrativo.

Claro que, para realizar uma aquisição efetiva em períodos complicados, é necessário que possua do valor necessário para tal. Épocas difíceis não afetam apenas um setor do mercado, mas sim, o todo.

Quero comprar a minha casa própria mas o preço está barato demais. Devo me preocupar?

Em nem todo o caso um preço baixo significará roubo ou golpe. Este fator ocorre porque o mercado imobiliário está procurando por aquecimento, ou seja, este almeja, mais que tudo, vender.

Preços condizentes e mais próximos dos clientes são o maior atrativo nestes cenários. Entretanto, isto não significa que você não deva fazer uma busca em relação a empresa que está ofertando o bem por um valor tão baixo. Todo cuidado é necessário nesta etapa de nossas vidas.

Casa própria demanda cautela

Apesar de ser um cenário claro para todos, ainda existem diversas dúvidas em relação ao processo de compra de uma casa. Mesmo que estas sejam as mais frequentes, não são as únicas.

Entretanto, é importante frisar que em toda negociação deste tipo, você, comprador, deve-se manter atento. Estamos falando de um bem que mudará a sua vida, então, todo cuidado é necessário.

Para aqueles que desejam investir em terrenos, a CashMe oferece-lhes a oportunidade perfeita com nosso crédito. Faça uma consulta conosco hoje mesmo e descubra todos os benefícios de ser CashMe!

Ficou curioso para conhecer este e outros projetos da empresária? Então, ouça o Construcast! 

Gostou do artigo? Então compartilhe este em suas redes sociais!

Confira também:

Residências de luxo: o que fazer para mantê-las em ordem

Respondemos as principais dúvidas sobre IPTU: veja agora

Como a gestão de compras pode solucionar problemas financeiros?