Está em busca de um empréstimo para empresa? Entenda quais são os melhores métodos de contratação desse serviço no mercado, as vantagens de contratar um empréstimo para seu negócio e o modelo mais indicado para a sua empresa. 

Toda empresa precisará de recursos financeiros em algum instante. Seja para expandir o negócio, cumprir compromissos ou adquirir novos equipamentos, será necessária uma verba a mais para realizar esses feitios que visam o sucesso e maiores lucros, destacando-se da concorrência. 

É por essa e outras inúmeras razões que muitos empreendedores buscam alternativas como empréstimo para empresa para obter capital necessário para que a empresa continue progredindo. 

Se você tem sua empresa, precisa de um dinheiro extra e ainda faltam informações sobre o assunto, veja aqui em nossa publicação como conseguir a quantia e o modelo mais indicado para as necessidades do seu negócio. Continue e acompanhe tudo o que temos para o assunto!


Empréstimo para empresa: por que contratar?

Manter uma empresa em pleno funcionamento e atingir os objetivos comerciais é uma tarefa difícil para os empreendedores. Pagar as contas e atender as demandas não é uma atividade fácil e, com poucos recursos, pode comprometer o fluxo do caixa e o crescimento da sua empresa. 

Por isso, pensar em um empréstimo de maneira organizada e planejada é uma ótima solução para o crescimento dos negócios. Muitos empresários também procuram a contratação desse valor para atualizar os equipamentos da sua empresa a fim de melhorar a qualidade do serviço disponível ou expandir o negócio.

Se essa é a sua realidade – seja tirar sua empresa do vermelho, abrir um novo negócio ou expandir o seu atual, afirmamos claramente que um empréstimo para empresa é a opção mais viável para você! Dessa forma, você pode obter capital o suficiente para atender suas necessidades e continuar mantendo o seu negócio funcionando com muito sucesso.

Empréstimo x Financiamento

Engana-se quem pensa que empréstimo e financiamento são sinônimos. Existem algumas divergências a respeito das taxas de juros e outros fatores que podem fazer diferença para um empreendedor que busca fazer a contratação de capital. Logo, entender a diferença entre esses dois créditos é essencial para determinar o futuro do seu negócio.

O financiamento é um crédito gerado a partir de uma finalidade específica e definida no contrato. Portanto, é imprescindível que exista uma comprovação da utilização do dinheiro contratado naquela compra. As taxas de juros são mais baixas, pois na falta de pagamento, o banco ou financeira tem a garantia do seu imóvel.

Já o empréstimo não possui vínculos com um investimento específico no momento de contratação. O dinheiro acordado pode ser usado em melhorias, expansão da empresa, investimento em bens, pagamento de salário, etc. sem necessidade de comprovação. As taxas de juros costumam a ser mais altas, uma vez que existe o risco de inadimplência. 

Empréstimo para empresa: Como funciona?

O empréstimo empresarial pode ser feito tanto por pessoa jurídica ou pessoa física, dependendo da modalidade que o empreendedor escolher de acordo com o perfil do seu negócio, e pode ter diferentes finalidades, como pagamento de dívidas, reformas, etc.

Isso quer dizer que, idealmente, o montante não pode ser utilizado para fins pessoais. O empréstimo para empresa é um contrato que a empresa faz com uma instituição financeira para obter uma determinada quantia em dinheiro, que deve ser devolvida em um prazo estabelecido e acordado por ambas as partes.

As financeiras têm o direito de conceder ou não a quantia solicitada no momento do orçamento, de acordo com suas regras internas específicas de concessão. Por isso, é necessário pesquisar sobre as instituições e suas restrições. No momento de contratação, é solicitado documentos da empresa para verificar a viabilidade da contratação do serviço.

Vantagens de fazer um empréstimo para empresa

Fazer o seu negócio se expandir é o objetivo de todo empreendedor, contudo nem sempre é possível realizar esse sonho de prontidão por não ter a verba necessária para esse investimento. Por isso que um empréstimo para empresa é a opção a se fazer, pois se trata de um dinheiro fácil e prático. 

Com esse recurso financeiro, é possível garantir o sucesso da sua empresa e destaca-la de outras no mercado, visto que toda empresa necessita de capital para produzir e crescer. Com essa verba a mais aliada a um planejamento certo, sua empresa alcançará as metas estipuladas e trará retornos consideráveis.

No caso da contratação de um empréstimo online, o mercado conta com taxas ainda mais acessíveis, agilidade na análise de crédito, menos burocracia e maior transparência. Vale lembrar também que as despesas com juros de empréstimos são dedutíveis no Imposto de Renda, o que também se torna um benefício para o empreendedor.

Quando solicitar um empréstimo para sua empresa?

É importante saber o momento ideal para obter um empréstimo para seu negócio. É importante ter o objetivo do empréstimo e as necessidades da sua empresa muito bem traçados, pois, a partir desses parâmetros, você vai definir se precisa de uma medida rápida, como por exemplo cortar gastos, ou de uma reforma grande, por exemplo.

Se o negócio em questão não tem atualmente ou dificilmente terá capital o suficiente para realizar o pagamento das dívidas criadas pelo empréstimo, o ideal seria repensar. Por outro lado, o dinheiro é liberado de imediato, podendo resolver suas despesas cotidianas como pagamento de salário e tributos.

Para microempreendedores com pouca verba ou grandes empresários que desejam expandir seu negócio, realizar um empréstimo empresarial é uma boa escolha. O importante é sempre considerar todos os gastos envolvido na aquisição e o valor para alcançar os objetivos traçados. 

Dicas para contratar um empréstimo para empresa

Com tantas vantagens para o seu negócio, nós conseguimos entender o porquê de várias empresas buscarem empréstimos, seja para aumentar a rede, adquirir novos equipamentos ou tirá-la do vermelho. 

Mas, para que você possa usufruir do dinheiro contratado da melhor forma, é importante tomar alguns cuidados quanto ao planejamento, pesquisa e organização das finanças do seu negócio. Um empréstimo bem planejado será certamente um sucesso para sua empresa.

Por isso, antes de solicitar o empréstimo para empresa, conheça algumas dicas de como de planejar para esse processo. Separamos abaixo algumas orientações para lhe ajudar a contratar um empréstimo de sucesso para sua empresa. Então, vamos conferir?

  1. Planeje-se

O segredo para o sucesso financeiro do seu negócio é planejamento e organização. Portanto, é primordial definir a objetividade, finalidade do dinheiro que será contratado e a quantia exata necessária para a contratação do empréstimo para a sua empresa.

Ainda que não exista um custo fixo, pois sabemos que surgem emergências que não são possíveis de prever, é possível criar uma média de valor a ser utilizado. Sendo assim, faça uma análise do saldo devedor, defina a melhor modalidade de crédito e mantenha esse planejamento mesmo depois da contratação do serviço.

Esses aspectos precisam ser muito claros para sua empresa, pois é através dele que você irá verificar se realmente o empréstimo é a melhor opção para seu negócio, de acordo com suas necessidades, ou se é melhor esperar um pouco e economizar.

  1. Pesquise as opções

Cada banco ou instituição financeira possui suas exigências específicas, restrições, custos, prazos e limites. Todos esses fatores costumam a variar bastante de banco para banco, instituição para instituição, então é importante fazer uma pesquisa de mercado.

Você pode pesquisar por linhas de crédito de acordo com a sua finalidade desejada – compra de equipamento, ampliação do espaço físico, contratação de novos funcionários, etc. A pesquisa é uma alternativa certa para quem compreende o valor do dinheiro e faz de tudo para economizá-lo. 

Por isso, faça uma pesquisa apurada sobre os diferentes tipos de empréstimos e financiamentos e tenha claro qual tipo é o mais adequado para seu negócio no momento. Fazendo o planejamento e optando pela escolha ideal, você evita futuras surpresas e um refinanciamento para quitação das parcelas. 

  1. Avalie o custo total e condições de pagamento

Avaliar o custo total, evitando comprometer-se com um empréstimo que não lhe oferece condições mínimas para que você pague a parcela é crucial. Idealmente, escolha linhas de crédito dentro do orçamento do seu negócio e que sejam possíveis de realizar o pagamento, de acordo com os juros e custo total.

Caso as parcelas mensais tenham um custo grande diante do seu planejamento, tente buscar alternativas ou negociar a extensão de prazos com o banco ou financeira contratada. Com um bom planejamento, você evita que seja necessário retornar à instituição para pegar mais uma quantia.

Além disso, a taxa de juros que o banco ou instituição lhe cobra em cima do valor emprestado não é o único custo – há também taxas administrativas. Portanto, simule seu crédito e tenha conhecimento do custo total conversando com a empresa que deseja contratar o serviço, dessa forma evitando surpresas e dores de cabeça.

  1. Escolha a melhor opção para sua empresa

Como já fora explicado nos tópicos anteriores, é necessário que a empresa tenha uma boa análise da sua situação antes de adquirir um empréstimo. Além do relacionamento com o banco ou instituição financeira, é preciso também considerar o custo do empréstimo para o negócio.

Além da taxa e juros, existem também tributos, tarifas administrativas, seguros e custos com registro do contato. Todos esses valores são somados e repassados para o contratante na hora de captação do empréstimo. Por isso, um diálogo e bom relacionamento com o banco é essencial quando o assunto é realizar um empréstimo.

Por isso, recomendamos que seja feita uma simulação do empréstimo antes de decidir pela contratação, e solicitar ao banco ou financeira um detalhamento de tudo que é apresentado no contrato. No cenário atual, é possível fazer essa simulação online de forma rápida e completa! Portanto, use e abuse desse mecanismo que é uma ferramenta de auxílio para seu planejamento. 

Quais os empréstimos mais comuns no mercado?

Existem diversas categorias de empréstimos no mercado atual, cada uma com suas taxas administrativas, juros, termos de qualificação e tipo de público. O ideal é que o empreendedor escolha a modalidade que mais se aproxima da finalidade desejada para investir o capital adquirido.

Se você deseja comprar equipamentos, estoque, imóveis, ou precisa aumentar rapidamente o capital, existem tipos de empréstimos que lhe servem melhor – como por exemplo, um capital de giro. Se você tem uma empresa mais jovem e necessita da verba para expandi-la, existem outros tipos de empréstimo mais recomendados para sua situação – como por exemplo, um empréstimo pessoal.

Pensando nisso, separamos abaixo os melhores tipos de empréstimos para sua empresa. Dessa forma, você pode entender um pouco sobre algumas modalidades mais comuns e descobrir qual mais atende as necessidades do seu negócio. Vamos conferir?

  1. Cheque especial

O cheque especial é uma modalidade popular, apesar de ser o menos indicado por ter taxas de juros altíssimas, tornando-se um empréstimo de grande risco. Muitas pessoas utilizam o cheque especial, apesar de não ser recomendado, pela grande facilidade de obtê-lo. 

Ele é disponibilizado na conta corrente tanto de pessoa física quanto pessoa jurídica. Pela eficiência em adquiri-lo, muitos empreendedores acabam se descontrolando na hora de fazer o empréstimo, solicitando um valor maior do que realmente precisa e, eventualmente, caindo no vermelho. 

Caso a sua empresa possua uma conta corrente, certamente já existe um limite de crédito pré-aprovado. O empresário deve utilizar essa modalidade de empréstimo somente em casos emergenciais, a fim de cobrir custos do seu negócio. Contudo, o ideal é que se planeje outros meios de obter o capital desejado, que de preferência possuam taxas de juros mais baixas.

  1. Capital de Giro

Esse investimento é concedido para financiar operações cotidianas da administração do seu negócio, como por exemplo aluguel, pagamento de salários, etc. As linhas dessa modalidade são específicas e alternam para cada tipo de atividade que uma empresa exerce e para cada banco.

Portanto, essa é uma linha de crédito que visa auxiliar a reorganização do fluxo da empresa. No geral, é uma contratação de curto prazo – o prazo máximo de pagamento das parcelas geralmente é de um ano. Logo, se você planeja obter um empréstimo mais longo, existem outras opções para seu negócio. 

As taxas de juros, com prazos de até 365 dias, geralmente giram em torno de 1,49% a 2,38% ao mês. A quitação de parcela não necessita ser de mês a mês, podendo ser bimestral ou semestral, e não há necessidade de especificar o fim para qual você está realizando o empréstimo.

  1. Empréstimo coletivo

Esse tipo de empréstimo não possui participação de bancos ou instituições financeiras, portanto é um processo menos burocrático de contratação, que vem tomando grande popularidade nos últimos anos, apesar de ser uma modalidade recente. Nesse tipo de empréstimo, a relação é entre empreendedores e investidores.

Também conhecido por peer-to-peer landing ou crowdfunding, o empréstimo coletivo unifica empresários que precisam de uma verba a mais com baixas taxas de juros e pessoas que estão atrás de obter rendimentos satisfatórios com seus recursos. 

O empreendedor se cadastra em uma plataforma séria e confiável que realiza esse tipo de serviço e detalha a necessidade da sua empresa, informando o valor que deseja obter. Os investidores interessados podem contribuir com um valor, recebendo em troca parte dos lucros ou primeiros produtos do negócio investido.

Todavia, é de suma importância lembrar que o empréstimo precisa ser realizado de forma segura, utilizando uma plataforma legal, responsável e transparente para que torne o processo mais simples. É recomendável que o empresário faça um empréstimo coletivo apenas com pessoas de sua confiança.

  1. Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal para fins comerciais pode ser uma opção a ser considerada. Funciona como um empréstimo pessoal comum, indicado para empresários com bom limite de crédito e desejam abrir um novo negócio. Embora seja chamado de empréstimo pessoal, você pode utiliza-lo para sua empresa. 

Nesse tipo de empréstimo, o banco ou instituição financeira analisará apenas suas finanças pessoais de crédito. As taxas de juros variam de acordo com a financeira ou banco desejado para fazer a contratação, partindo de uma média de 6% a 36% do valor, e geralmente o prazo de pagamento é inferior a seis anos.

Você pode usar essa linha de crédito para cobrir despesas emergenciais ou divergências no fluxo de caixa, mas é importante lembrar que a quantia de capital é menor. Portanto, caso precise de uma maior quantia, será necessário combinar esse empréstimo com outros financiamentos.

  1. Microcrédito

O microcrédito é um tipo de empréstimo recomendado especificamente para pequenos empreendedores que desejam expandir seu próprio negócio, adquirir equipamentos, mudar de endereço, etc. É ideal também para quem deseja começar a própria empresa, mas falta capital para dar início.

Essa modalidade oferece valores bem inferiores para crédito, as garantias são muito simples e as taxas de juros são baixas, o que se torna uma grande vantagem para negócios pequenos. O microcrédito foi criado pelo Governo Federal afim de incentivar o microempreendedor, promovendo o crescimento de renda nacional.

Os agentes fazem uma avaliação do local da empresa para determinar as condições de pagamento tendo base as atividades produtivas do negócio, portanto as condições alternam de cliente para cliente. É um empréstimo simples e direcionado para pessoas de baixa renda.

Simulação de crédito para sua empresa

A maioria das financeiras oferecem esse recurso, encontrado facilmente na internet, em que você simula sua necessidade e o resultado é apresentado. A ferramenta simula prazos a partir do valor solicitado e você consegue conferir com precisão qual será o total dos seus rendimentos.

Dessa forma, você favorece sua organização e planejamento e pode fazer diferentes simulações de crédito, comparando os resultados para tomar a decisão certa na hora de contratar empréstimo para empresa. 

Como solicitar um empréstimo?

Uma vez que você já se planejou e sabe qual a modalidade de empréstimo ou financiamento deseja fazer, você precisa entrar em contato com o banco ou instituição financeira que pretende obter o recurso e solicitar uma análise de crédito. Esse passo pode ser feito tanto tradicionalmente quanto online.

O banco ou financeira, por sua vez, exigirá documentos e colocará seu pedido para análise, podendo liberar o crédito solicitado, um valor menor ou até mesmo recusar o empréstimo. Depende muito do patrimônio que a pessoa jurídica ou física possui e/ou apresentou nos documentos, então fique atento quanto a isso.

Normalmente os documentos solicitados são: Balanço Patrimonial, DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício), balancete analítico e contrato social. Pode ser que a instituição ou banco solicite outros documentos, porém atente-se de entrega-los apenas ao gerente ou pessoa autorizada, assim protegendo seus dados pessoais e os dados da sua empresa.

É também importante lembrar que, para empréstimos online, a burocracia é reduzida e a rapidez torna-se uma grande vantagem quando comparada a um empréstimo tradicional. Por isso, considere a procura de uma instituição financeira online para a contratação do seu empréstimo e realização de objetivos do seu negócio.

CashMe: o empréstimo ideal para a sua empresa

Ao fim percebemos que é possível contratar um empréstimo para empresa de forma adequada e sem dores de cabeça, de acordo com o seu objetivo e o perfil do seu negócio, gerando lucro, satisfação e sucesso para sua empresa.

Também ressaltamos que planejamento e pesquisa sobre a modalidade de empréstimo a ser feito é um fator crucial na escolha do seu empréstimo, e que fatores como taxas de juros, administrativas, baixa burocracia e prazos possíveis sejam levados em consideração.

Se você está atrás de um empréstimo para empresa, conheça a CashMe! Nós oferecemos contratação desse capital com imóvel como garantia e com taxas inferiores a 1% ao mês, facilitando o pagamento do consumidor.

Além disso, também é possível parcelar o valor adquirido em até 180 meses, auxiliando a quitação do preço tomado e fazendo que haja uma relação harmônica entre a prestadora de serviços e o contratante.

Faça um orçamento conosco e conheça mais sobre a CashMe! 

Banco Central e as mudanças sobre o Home Equity: entenda

Home equity: 5 motivos para escolher essa modalidade de empréstimo

Como escolher uma casa de praia para comprar?

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente!  Compartilhe e deixe a sua opinião, queremos saber. Visite o nosso Instagram!