Cheque especial é um meio de crédito para aqueles que precisam de uma quantidade expressiva de dinheiro em certo momento. Entretanto, o mesmo é muito visto como um vilão, por conta de suas taxas.

Ainda que  mesmo tenha seus tributos, muitos sequer sabem como utilizá-lo de maneira correta e evitar um pouco destes valores cobrados pelo uso de tal, o que acarreta em uma má utilização.

Por conta disso, no artigo de hoje, apresentaremos para você, nosso caro leitor, como funciona o cheque especial, sem qualquer complicação, para que entenda como usar este da melhor maneira a seu favor.

Aproveite e boa leitura!

Cheque especial é um vilão?

Apesar deste ser visto com maus olhos,  o cheque especial não é totalmente um vilão nesse mundo, permitindo a diversas pessoas conseguirem pagar uma conta, quando a situação aperta.

Entretanto, o mesmo deve ser utilizado com a maior das cautelas possível. Seus juros são exorbitantes, e um pequeno valor que, a princípio, não parecia ser nada, passa a se transformar em uma bola de neve.

Claro que, em determinadas situações, precisamos deste para arcar com alguma dívida, e, neste ponto, não existe problema. O problema é criar o hábito de sempre ter de contar com o mesmo para fazer sua vida rodar.

É preciso estar regularmente atento a qualquer movimentação que envolve o cheque especial da sua conta, para evitar ser surpreendido por descontos que você sequer achou que está devendo, mas estava.

Como funciona o cheque especial?

O cheque especial se trata de um empréstimo pré-aprovado pelo banco, deixando na conta do cliente do mesmo e que este tem acesso a qualquer hora do dia, quando precisar fazer uma compra e estiver sem saldo.

Aquele valor em adicional que você vê em sua conta com, como limite, é o do cheque especial, e é justamente por ser tão atrativo, que o mesmo acaba sendo uma grande cilada, principalmente para aqueles que nunca tiveram uma experiência com o banco.

Por mais avisos que se recebe, jovens adultos, entusiasmados e no auge da idade, acabam sim utilizando do cheque para, por exemplo, fazer suas compras, mas mal sabem na armadilha que estão caindo.

Quando usado para pagar uma conta de luz, por exemplo, o cheque especial é útil, ainda que contra gosto do usuário. Entretanto, a bola de neve começa quando a pessoa passa o débito adoidado sem saber o que está ocorrendo dentro de sua conta bancária.

O que piora ainda mais são os juros, onde muitos não entendem de que como gastando apenas R$ 100,00 deste, este valor subiu para R$ 400,00, isso se não estiver superior.

É preciso tomar muito cuidado em como utilizar deste. O mesmo é uma das grandes causas para se parar na lista de órgãos como o Serasa, tendo um score baixo e o nome negativado.

Cheque especial x cartão de crédito

Entre utilizar o cheque especial e o cartão de crédito, a melhor pedida seria nenhum dos dois. Entretanto, não existe uma pessoa que não use, ao menos, o cartão, para determinadas atividades.

Em comparativo a taxa de juros, a do cheque especial é muito maior do que a do cartão de crédito, mas estes sequer é o principal problema que envolve ambos.

Diversas pessoas acabam pegando o hábito de usar um cartão de crédito para, por exemplo, comprar um lanche no caminho da faculdade, ou ainda algum produto que ele queira de uma loja no shopping, entre outras situações.

Assim como muitas também caem na falsa sensação que o cheque especial passa ao passar tudo no débito, que ocorre com uma grande frequência.

O que devemos nos atentar não é ao uso indevido deste( bem, também, mas esse não é o foco), mas sim a tal mania de utilizá-los de maneira despreocupada. Por isso ter educação financeira é tão importante e tão discutido nos dias atuais.

Entre as diversas opções de compra existentes, débito é, de longe, a mais saudável. Entretanto, se for para utilizar um destes, o melhor é o cartão de crédito, desde que usado com consciência.

Quando pegar um cheque especial?

Cheque especial, ainda que problemático, pode ser útil e lhe ajudar em momentos desesperadores, onde, por exemplo, o seu salário atrasou e a sua conta de luz do mês passado ainda não foi paga.

Por mais que em situações assim seja mais recomendado existir um dinheiro  reserva para lidar com imprevistos, é de se compreender que nem todos tem condições de fazer tal poupança.

Este é um exemplo de situação onde o saque e utilização do mesmo é recomendada. Mas não faça disso um hábito mensal. A prioridade é pagar tudo com o dinheiro que possui, e não  com o que não tem.

Cheque especial pode ser útil

Por mais que existam problemas em seu uso, cheque especial pode sim ser útil. O que é preciso atentar-se é somente em como utilizá-lo de maneira saudável, evitando que o mesmo se torne uma bola de neve.

E para aqueles que precisam de dinheiro para solucionar seus problemas, aqui na CashMe oferecemos ótimas oportunidades para que você seja capaz de mudar a sua vida. Conosco, você vai mais longe!

Veja também:

Foto

Pefin e Refin: compreenda as diferenças

Entenda o que significa Pefin

Comprar casa sem entrada: é possível fazer isso?

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente! Compartilhe e deixa a sua opinião, queremos saber.

Visite o nosso Instagram