Você já ouviu falar em upcycling? Não? Pois deveria, afinal, esta é uma tendência que pode influenciar fortemente o mercado não apenas imobiliário, mas sim, em cada uma das áreas destes. Entenda o que é upcycling e aprenda a utilizá-lo em sua casa.

Este já afeta, e muito, alguns setores da indústria, sendo o principal onde este é mais aplicado o da moda. Afinal, tendências estilísticas podem aproveitar de diversos conceitos inovadores.

Para lhe tornar mais ciente sobre este, no artigo de hoje, apresentaremos para você, caro leitor, o que é upcycling e por que vem se tornado cada vez mais popular dentro da indústria.

Aproveite e boa leitura!

O que é upcycling

Ainda que esta não seja uma prática nova, visto que a mesma já é comum a muito tempo em épocas economicamente instáveis, upcycling vem ganhando cada vez mais destaque nos últimos tempos, principalmente na moda.

Isto não significa que este não possa ser aplicado a imóveis, afinal, decoração também faz parte da mesma. Esta técnica consiste em dar um novo e melhor aspecto para materiais que seriam descartados.

Como este também é uma parte da sustentabilidade, e carrega uma parte da reciclagem em si, o processo de readequação do material evita a degradação da qualidade e da composição do mesmo. Logo, um item que tenha passado pelo upcycling, geralmente, possui um aspecto qualitativo igual ou até mesmo melhor que a sua versão original.

Esta prática é capaz de reduzir a quantidade de resíduos produzidos que, provavelmente, demoraria anos para serem absorvidos pela terra em algum aterro sanitário existente.

Além disso, o upcycling também diminui a necessidade de se explorar matéria-prima para que se possa gerar novos e interessantes produtos. Tomando o plástico como exemplo deste, isso significa uma menor quantidade de petróleo a ser explorado, assim como a redução das derrubadas de árvores, no caso da madeira e, para o metal, a diminuição da atividade mineira.

A aplicação de tal técnica é um dos maiores fatores contribuintes para a Economia Circular. Esta propõe que os resíduos existentes possam servir de insumo para a produção de uma nova linha de produtos.

Em casos de certos materiais, como o plástico BOPP, o upcycling não é apenas a melhor, como também a única solução existente para evitar que o mesmo tenha o seu destino o enterro na natureza.

Upcycle no mercado

Além desta prática ser ecologicamente correta, o upcycling desponta fervorosamente como uma enorme tendência. Para aqueles que o souberem utilizar, está será uma ótima oportunidade para negócios.

A Cavalera( marca de roupas e acessórios) lançou uma linha que contém mais de 50 modelos de bolsas e carteiras feitas com sacos de cimento já utilizados. Existem artesãos mundo a fora que fazem brincos e jóias utilizando de cápsulas de café usadas, integrando este resíduo na Economia Criativa.

Ao país britânico, a novidade já se encontra nas universidades. A London College of Fashion tem, desde 2007, um setor totalmente dedicado ao estudo do upcycling. Ainda que a muito tempo existindo, como está é uma tendência dos últimos anos, o mesmo tem recebido cada vez mais visitas.

A empresa americana TerraCycle, fundada em 2001, está presente em nosso país desde 2010, e está aposta fielmente no upcycling como a via para a conservação do planeta, já tendo coletado mais de três bilhões em resíduos em todo o mundo, utilizando destes para criar diversos produtos verdes.

Todos os itens coletados pelo projeto são de matérias que não possuíam da reciclagem como o seu destinatário. Ou seja, estes acabariam em lixões e aterros sanitários espalhados pela cidade.

Upcycling na sua casa

Para adotar este em sua casa não é algo tão difícil, principalmente para as pessoas que já possuíam de algum meio para reciclagem dentro de suas próprias residências, seja este recolhendo recursos e doando a instituições, ou fazendo o máximo de uso de algo para poupar recursos.

Ainda que antes não soubéssemos, a prática de utilizar da garrafa pet como vasinho de planta também se encaixa no upcycling, comprovando que esta pode ser tão criativa quanto rentável.

Entretanto, existem pessoas que foram além, bolando diversas estruturas em seus lares que utilizavam não apenas da garrafa de refrigerante, como também de caixas de leite, isopor e outros materiais de difícil absorção.

Assim, a prática de upcycling ocorre a muito mais anos do que aparenta. O que aconteceu foi que este conceito se tornou muito mais difundido dentro do mercado, pelo fato de consciência ambiental está tão em alta.

Claro que utilizar desta não é apenas montar um cantinho de flores utilizando materiais desse tipo. A postura certa é tomada desde o momento da construção da casa que, apesar de ser um pouco mais caro, vale muito a pena. Uma casa ambientalmente consciente traz mais qualidade de vida, assim como a diminuição de custos para aqueles que as tem.

Upcycling é muito mais do que uma tendência

Ao diminuir a quantidade de resíduos em nossas casas, conseguimos ajudar em muito o planeta. A natureza precisa ser preservada, afinal, é aqui onde nosso herdeiros irão morar, e cabe a nós termos consciência disto.

Para aqueles que desejam investir em imóveis, a CashMe oferece ótimo preços com valores expressivos de empréstimos. Venha conferir hoje mesmo e torne-se CashMe!

Gostou do artigo? Então compartilhe este nas redes sociais!

Imóvel novo: o que você precisa saber para não ter problemas

Decoração renovado: como investir numa reforma total de seu imóvel?

Empréstimo com garantia de imóvel e suas taxas de juros

Ficou curioso para conhecer este e outros projetos da empresária? Então, ouça o Construcast! 

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.