Se você está afogado em dívidas e não importa para que lado olhe, apenas fica cada vez mais preocupado com a perda de seu lar, saiba que existe algo chamado imóvel impenhorável.

Isso não significa que você deverá permanecer nas dívidas. O melhor a se fazer é regulamentar tudo. Para isto, nós, da CashMe, podemos te oferecer alguns pacotes e preços para lhe ajudar nesta empreitada.

Para ajudar ainda mais nesta situação extremamente desagradável que alguém pode se encontrar, apresentaremos algumas informações interessantes sobre imóvel impenhorável e como identificar um.

Aproveite e boa leitura!

Imóvel impenhorável realmente existe?

Sim, caro leitor, este existe e pode ser qualquer um, inclusive o seu.

Mas antes do súbito alívio, lembre-se que o mesmo pode passar deste estado para o outro de maneira muito rápida. Mais do que você pode prever.

Um imóvel penhorado nada mais é que um imóvel em estado de penhora. Neste caso, a justiça irá declarar a toma do bem pelo credor para que o devedor possa sanar suas dívidas com o mesmo.

O que torna um imóvel impenhorável ou penhorável é a situação que o seu proprietário se encontra, e para quem ele deve.

Cada caso, é um caso. E isto também se aplica aqui.

Mesmo que você esteja tão afundado em uma dívida que mais parece que está mergulhado em um pântano, saiba que, ainda sim, sua casa e a de sua família não será tomada para pagar o credor.

É definido por lei que um imóvel residencial do próprio casal, ou de sua família, é impenhorável e não pode responder por qualquer que seja o tipo da dívida que estes possuem. Seja ela comercial, fiscal, previdenciária ou de outra natureza.

Mesmo que esta seja contraída pelos cônjuges, pais ou filhos dos proprietário do bem.

Imóvel impenhorável não é absoluto

Mesmo que a lei garanta ao proprietário que seu imóvel não possa ser tomado para que seja feito o pagamento das dívidas do dono ou de sua família, existem casos onde isto pode ser revogado.

Existem algumas situações onde a penhora do imóvel é plausível e será aplicada caso o proprietário não busque por meios de regularizar as suas contas.

Essas situações são:

·         Em razão dos créditos de trabalhadores da própria residência, como faxineira ou jardineiro, e suas respectivas contribuições previdenciárias, será realizada a penhora do bem caso estas obrigações não sejam cumpridas pelo, ou pelos, proprietário em questão;

·         O imóvel se tornará passível de penhora caso o devedor deva pensão alimentícia a seus filhos;

·         Caso o credor do financiamento destinado à construção ou aquisição da propriedade em questão acabe lesado, onde os juros e as parcelas não sejam pagas, assim como consta no contrato;

·         Se o proprietário legal não contribuir com os impostos, seja este predial ou territorial, as taxas e contribuições devidas relacionadas ao imóvel, este será penhorado;

·         Se tornará penhorável o imóvel que dado como garantia real pelo casal ou familiares, a fim da execução da hipoteca caso não seja paga.

·         Se o imóvel em questão foi adquirido por produto de roubo, furto ou qualquer outra medida que vá contra a legislação pública, este perderá a impenhorabilidade;

·         Em caso de obrigação decorrente de fiança, em um contrato de locação, o imóvel impenhorável passará a ser penhorável;

·         Aquele que procurar por adquirir um imóvel novo mas que ainda não tenha quitado as dívidas de seu antigo, por um ato proposital e de má fé,  compre um novo local para realocação familiar, perderá o direito à penhora.

Estás são oito situações onde a justiça dará a causa vencida para o órgão que solicitar a penhora e toma do bem, tornando seu imóvel, impenhorável.

Como evitar situações de penhora

Para evitar qualquer situação que leve a penhora de seu imóvel, o melhor a se fazer é regularizar tudo.

Um imóvel totalmente regularizado tem menores chances de ser penhorado e levado a leilão.

Procure pelo Cartório de Registro de Imóveis para que você possa saber mais da situação que se encontra sua propriedade. Ninguém gostaria de ver um agente público batendo na porta da sua residência pela manhã.

Mesmo com todas as dívidas, existem saídas viáveis para que você possa escapar da penhora e continuar dono do seu maior bem.

Uma alternativa interessante é você entrar em contato com o credor a fim de realizar um acordo para saldar a dívida. Este pode lhe oferecer uma proposta mais suave de pagamento, permitindo que você regularize seus gastos.

Mas, caso não consiga, então que tal, uma saída mais imediata?

Home Equity pode salvar a sua pele

Mesmo que você possua contas exorbitantes, sempre pode existir uma saída.

E, para estes momentos de dificuldade financeira é que a CashMe existe. Através do Home Equity, podemos lhe oferecer propostas interessantes que vão ajudar você a sair do fundo do poço.

Home Equity se trata de fazermos um empréstimo para você com a sua casa como garantia. Isto não significa que tomaremos o seu bem, pelo contrário.

Através deste método, podemos lhe oferecer taxas extremamente baixas, sendo estas, as  melhores disponíveis no mercado. Por utilizar da casa como garantia, também podemos fazer aprovações de maneira mais rápida, sendo este prazo de até, no máximo, 7 dias.

O melhor é que, este valor será definido embasado no valor total da sua propriedade, oferecendo a você um ótimo calção para finalmente tirar o seu nome do vermelho.

Temos diversos pacotes e preços disponíveis, para melhor se adaptar a sua situação e a seu bolso, onde você pode pagar tudo em até 15 anos. Além disso, não é necessário dar satisfações ou motivos de o por que você precisa do dinheiro. Apenas precisamos saber que você busca ajuda e precisa da gente, isto já basta.

Imóvel impenhorável não é garantia de sono

Mesmo com a proteção da lei, isto não significa que você não deva regularizar suas dívidas. Um nome limpo faz toda a diferença em nossas vidas.

E é para colocar sua vida de volta nos trilhos que a CashMe existe. Todos precisam de uma mão amiga de vez em quando, e nós, somos esta mão para todas as horas!

Caso tenha gostado do artigo, compartilhe este nas redes sociais!

Confira também:

7 passos infalíveis para se organizar e quitar dívidas

Está endividado? Confira nossas dicas para quitar dívidas!

Se enrolou com o cartão de crédito? Veja dicas de como se livrar das dívidas