Se você está endividado, precisando de crédito para iniciar um novo negócio ou realizar um sonho, saiba que este tipo de operação tem as menores taxas do mercado. 

Como conseguir um empréstimo sem sofrer com os juros altos? O crédito com garantia é uma opção segura que diminui os riscos e, consequentemente, deixa as taxas menores a cada parcela. A negociação é simples, o cliente oferece um bem a instituição (que pode ser um veículo ou imóvel) e assim pode conseguir juros mais baixos e prazos mais confortáveis para efetuar os pagamentos, além de obter um valor de empréstimo maior. 

Você sabia? Um levantamento realizado pelo SPC aponta que em 2018 mais de 46% dos credores no país, solicitaram um tipo de garantia para fazer concessões de empréstimos, e a mais usada foram os imóveis (10,7%). O IBGE também divulgou uma pesquisa sobre a modalidade de crédito com garantia que revelou que a cada 10 propriedades, 7 podem ser utilizados no processo.

Ok, mas quais são os efeitos positivos do crédito com garantia? 

Um estudo feito pelo Banco Central que foi divulgado em maio deste ano, revelou que as transações com garantia possuem as menores taxas de crédito. Isso porque as instituições financeiras consideram a ação mais segura e analisam que assim têm menos chances de sofrer calotes. 

O Brasil lidera o ranking de juros mais altos referentes a dívidas de cartões de crédito na América Latina. Muitos clientes com o intuito de fugir dessas cobranças abusivas procuram pelo empréstimo com garantia. Oferecendo um bem em troca, caso não pague a dívida, o banco não precisará cobrar taxas mais altas em cada parcela.

Em muitos casos a solução é buscar pelo processo em que o risco de inadimplência é menor para fugir dos juros exorbitantes.  

Como está o mercado de empréstimo atualmente?

Neste mesmo período em 2018, o SPC Brasil apontou que dois em cada dez brasileiros recorreram a algum tipo de crédito para pagar contas em atraso ou investir em novos negócios. Teve até gente que usou o método para realizar sonhos de reformas e viagens internacionais. O levantamento revelou que 23,7% procuraram instituições financeira para pedir empréstimo com intuito de quitar dívidas. Cerca de 19% tinham o objetivo de reformar a casa, 14,7% queriam abrir um empreendimento próprio e outros 14,6% realizaram viagens turísticas. Só no ano passado os tomadores de crédito fecharam em alta com o saldo de empréstimos em R$ 3,2 trilhões. 

Segundos especialistas financeiros existe uma relação positiva entre a disponibilidade de crédito e o desenvolvimento econômico do país, porque a ampliação deste mercado pode proporcionar um bom crescimento para a economia nacional. 

Os empréstimos com garantia, também conhecidos como home equity ou refinanciamento de imóvel, oferecem uma oportunidade ao cliente de usar parte do valor de sua casa como garantia sem ter que vendê-la ou colocar para aluguel. Esta solução, pode ajudar pessoas endividadas que estão com as finanças pessoais e o orçamento mensal comprometidos. 

O importante é se atentar ao fato de que a posse e a propriedade oferecida vão continuar preservadas, sem riscos de perder o bem. Aquela história de que a instituição financeira se torna uma vilã que poderá tomar seu imóvel, caso não haja o pagamento correto da dívida, é mito. Pois o processo de retomada é realizado apenas quando não existe chance de renegociação e o cliente se torna inadimplente, mas até chegar neste ponto, ocorrerão muitas conversas e negociações com objetivo de evitar calotes e prejuízos para os dois lados envolvidos. Com a CashMe o empréstimo é descomplicado. Realize os seus sonhos, faça agora mesmo uma simulação! Acesse: https://www.cashme.com.br/.