Mesmo com a valorização dos bens imobiliários, há quem acredite que imóvel não é investimento. Mas, será mesmo? Antes de mais nada, é importante ressaltar que não existe investimento perfeito no mercado.

Diante disso, podemos informar que investir em um imóvel tem suas vantagens e desvantagens. Com base nessas informações, você poderá definir se imóvel é ou não um bom investimento. E foi pensando nisso que preparamos este artigo.

Abaixo você vai descobrir quais as vantagens e desvantagens de investir em um imóvel. Boa leitura!

Imóvel não é investimento?

Como acabamos de dizer, há vantagens e desvantagens de investir em imóveis. E para entender se vale ou não a pena fazer esse investimento é preciso compreender vários fatores. Primeiramente, o perfil do investidor precisa ser considerado.

Além disso, também é preciso avaliar:

  • Quais são os objetivos que o investidor tem ao realizar investimentos
  • Sua tolerância a riscos
  • Prazo que ele espera obter lucro
  • Valor que espera lucrar
  • Vantagens esperadas
  • Dentre outros itens

Afinal, não há uma porção mágica para o sucesso quando o assunto é investimento. Por isso, a melhor alternativa é se manter bem informado e verificar a margem de lucro com base nas tendências do mercado. Sendo assim, você poderá fazer investimentos na hora certa e com segurança.

Vantagens de fazer investimentos em imóveis

Agora que já desmistificamos a ideia de que imóvel não é investimento, vamos entender quais são as vantagens de investir nesse mercado.

Constituição de patrimônio

Essa é uma das principais vantagens de investir em imóveis. Constituindo um patrimônio você dá mais um passo para garantir o futuro da sua família e, principalmente, dos seus filhos. Além disso, você ainda tem a segurança de que o imóvel é seu.

Diante disso, é fundamental que você não deixe de pagar os impostos referente ao seu imóvel para que você não fique inadimplente e não corra o risco de perdê-lo.

Em contrapartida, se você investe em um imóvel com o pensamento em alugá-lo, você também terá uma segurança. Afinal, os contratos atuais podem gerar multas caso o inquilino resolva sair do imóvel antes do término do contrato. Um ponto positivo para você.

Segurança

Talvez o ponto principal dentro as vantagens que podem ser conquistadas por tal investimento é a segurança. Afinal, por se tratar de um imóvel, as chances deste flutuar são menores.

O mercado de imóveis traz uma solidez muito maior quando comparado a outros tipos de setores mercantis, visto que o seu investimento acaba por ser em propriedades que, apesar de terem seus valores levemente alterados, não serão um prejuízo ao se colocar o dinheiro nestas.

Isto irá ocorrer em períodos em que a área esteja desaquecida. Entretanto, ainda que tal acontecimento ocorra, é praticamente impossível que o imóvel em questão venha a valer menos do que quanto foi pago no mesmo.

As constantes correções de valores irão garantir que, ao longo do tempo, o preço do bem apenas irá aumentar, tornando-se assim, uma das melhores escolhas para aplicações a longo prazo.

Diversidade de imóveis

Mais uma vez uma vantagem liga a outra. Quando falamos de investimento em imóveis, nos vem à cabeça apenas casas e apartamentos. Porém, esses não são apenas os únicos tipos de imóveis em que você pode investir.

Galpões, salas comerciais, terrenos também são alternativas que podem ser consideradas. Quando você aposta nessa diversidade, você tende a diminuir os seus riscos e ainda aumenta a oportunidade de obter mais ganhos.

Rentabilidade

Além da sua valorização constante, existe a possibilidade de que, para se obter uma renda imediata em cima da propriedade, se alugue o espaço. Afinal, locação é um dos principais meios de moradia utilizado por diversas pessoas em nosso país.

Principalmente por aqueles que estão a embarcar na vida adulta. E ainda sim, quando fazemos uma comparação a nível nacional, a grande maioria da população ainda vive de aluguel.

Mesmo com programas que ajudem a diminuir tal fato, facilitações de créditos, épocas de baixa no mercado, adquirir uma casa no Brasil é um cenário complicado. Ainda mais quando mais de 90% do povo se encontra na lista de dividendos de órgãos como Serasa.

Além disso, colocar o bem para alocação evita que o deixe parado, gerando apenas gastos, que se ocasionam em prejuízos. Esta ação passa a movimentar a suas finanças através dos valores mensalmente cobrados.

Isto não apenas permite que tenha uma renda extra, como também reverter uma parte de tal valor para manter o bem em perfeitas condições quando o mesmo for colocado a disposição de novos locatários.

Valorização e preservação do valor investido

Mesmo que esta possa levar algum tempo, às vezes, mais do que gostaríamos, visto as nuances que podem ocorrer dentro do mercado de valores, existirão situações onde será possível obter um lucro muito maior da propriedade.

Não apenas os aluguéis entram em jogo aqui. Existem épocas em que construções e reformas se encontram em preços mais acessíveis. Também é interessante alertar sobre os leilões de imóveis, que oferecem propriedades com capacidades interessantes por um preço mais baixo que o comercial.

Ambas as ações citadas à cima são capazes de levantar e valorizar uma propriedade, garantindo que o valor que tenha sido investido nesta tenha total possibilidade de retorno. Em alguns casos, existe até mesmo a possibilidade de se dobrar o que foi colocado inicialmente no bem.

E mesmo que estes cenários não se encontrem favoráveis em um curto espaço de tempo, a solidez deste setor permite que não perca dinheiro, mesmo quando não encontrar um momento apropriado para se tomar uma ação em relação ao bem.

Outras vantagens de investir em imóveis

  • Apresenta mais lucratividade do que fazer um investimento na poupança
  • As chances de ter prejuízos são pequenas, uma vez que é muito raro o mercado imobiliário sofrer com desvalorização;
  • Permite que você tenha uma renda fixa mensal, caso o imóvel seja alugado;
  • Você pode vender por um valor maior do que você comprou, especial se você tiver comprado o imóvel na planta;
  • Você tem a chance de lucrar com a valorização do imóvel, já que com o passar dos anos as áreas urbanas tendem a ficar ainda mais valorizadas.

Desvantagens de investir em imóveis

Liquidez

Mesmo que a tendência seja sempre a valorização do bem, também existe a chance de liquidez no caso de investimento em imóveis. Atire a primeira pedra quem não conhece alguém que comprou um imóvel por um preço abaixo do mercado porque o proprietário estava precisando vender o local rapidamente?

Sendo assim, antes de fazer esse tipo de investimento, pense que há o risco de você não poder contar com o dinheiro que você tem em mente. Obviamente, o risco não é tão grande, mas essa possibilidade não deve ser descartada.

Burocracia

Outra desvantagem é a burocracia. Há muitas documentações, taxas, análise de fichas, custos para reparar o local e etc. Mesmo que você conte com uma corretora para agilizar o processo, você acaba tendo que se envolver, nem que seja financeiramente.

Por isso, quando pensar em fazer esse tipo de aplicação, considere, por exemplo, que o imóvel precisará passar por reformas caso você decida vendê-lo.

Investimento inicial

O investimento inicial em imóveis pode ser bem alto, se comparado com outros produtos que há no mercado, como fundos. Se você precisar recorrer a financiamentos para quitar o imóvel, você ainda perderá mais rentabilidade, por causa dos juros.

Outras desvantagens de investir em imóveis

  • Não é sempre que o processo de venda e locação acontecem no tempo determinado;
  • Apesar de ser raro, o imóvel pode sofrer desvalorização;
  • Ter um imóvel exige acompanhamento constante.

Conclusão

Agora você já pode ter uma opinião formada quando ouvir falar por aí que imóvel não é investimento. Esperamos que você tenha gostado das nossas informações e que tome a decisão certa com relação a investir ou não nesse mercado.

E para aqueles que desejam investir, quitar suas dividas ou possuam outros sonhos, aqui na CashMe oferecemos ótimas oportunidades para que você consiga o crédito que tanto precisa para realizar os seus planos. Conosco, você vai mais longe!

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente! Compartilhe e deixa a sua opinião, queremos saber.

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.