Empréstimo para reforma

Veja como conseguir empréstimo para realizar uma reforma de imóvel ou escritório de maneira rápida e segura!

Há uma série de linhas de crédito no mercado e a modalidade de empréstimo para reforma é encontrada em praticamente todas as instituições bancárias. São produtos bastantes semelhantes entre si, que se diferenciam apenas pela forma como o crédito é acessado ou em relação às garantias exigidas.

Além disso, as ofertas de crédito podem ser específicas para quem pretende reformar o imóvel ou concedidas na forma de créditos livres, para serem usados para qualquer finalidade. Em geral, para financiamentos condicionados a finalidades específicas, o dinheiro é liberado de acordo com o andamento da obra.

Mas talvez você esteja se perguntando:

Como funciona o empréstimo para reformar?

O empréstimo para reforma é destinado exclusivamente para pessoas físicas e para uso em imóveis residenciais. Ele pode ser disponibilizado em sua conta e com liberdade para gastar na compra de materiais ou para pagar a mão de obra.

É uma modalidade muito semelhante ao empréstimo pessoal comum. Uma das grandes vantagens desse tipo de crédito é que pode ser usado para cobrir qualquer tipo de custo da obra, incluindo móveis e decoração.

Dessa maneira, você pode usar as linhas de financiamento específicas para pagar a mão de obra da reforma e os materiais utilizados, por exemplo.

Exigências de empréstimo para reforma

Para conseguir um financiamento para reforma, o imóvel escolhido deve estar no nome da pessoa que o pediu e, claro, ele não deve estar participando de nenhum outro tipo de financiamento. É sempre bom lembrar que toda a documentação da casa ou apartamento deve estar regularizada.

O proprietário também precisa ter o crédito aprovado. Isso faz com que as instituições que vão financiar a reforma tenham algum tipo de segurança e certeza de que você conseguirá cumprir o compromisso de quitar as parcelas.

Por isso, fique atento e saiba que alguns fatores devem ser cumpridos, como provar para as instituições que você consegue arcar com todas as suas dívidas.

Requisitos gerais para contratação:

  • Ser brasileiro de nascimento ou naturalizado e, se for estrangeiro, deve apresentar o visto de permanência no País.
  • Deve ter mais de 18 anos ou ser emancipado.
  • Contratar uma apólice de seguro contra Danos Físicos do Imóvel, também conhecido por sua sigla DFI e outra por Morte e Invalidez Permanente, conhecido pela sigla MIP.

Mas afinal, o que são esses seguros obrigatórios?

Seguros obrigatórios de empréstimos para reformar

Para reforma, é preciso estar atento aos seguros obrigatórios a serem contratados, como o de Danos Físicos ao Imóvel (DFI) e Morte ou Invalidez Permanente (MIP). Ambos são exigidos pela Lei nº 4.380/1984 e o Decreto nº 73/1966.

Seguro DFI

Danos Físicos do Imóvel (DFI) também é um seguro de contratação obrigatória. Como o nome indica, cobre eventualidades e sinistros que venham a ocorrer no imóvel financiado.

Ocorrências como incêndio, vendaval, destelhamento e inundação, por exemplo, podem fazer parte da sua cobertura. Assim, em vez de serem um prejuízo inesperado para o titular do seguro, os estragos são pagos pelo seguro contratado.

Isso deixa tanto você, proprietário, quanto a instituição financeira responsável, assegurados.

Afinal de contas, despesas inesperadas poderiam, por exemplo, comprometer o pagamento das parcelas do financiamento, acarretando atrasos, juros e até contestações jurídicas.

A indenização será igual ao valor necessário para restaurar o imóvel, deixando-o em condições idênticas às que apresentava antes do sinistro.

Porém, fique atento: algumas instituições relacionam ao financiamento imobiliário alguns tipos de seguros residenciais, os quais não são obrigatórios e não possuem a eficácia do DFI. Portanto, você não é obrigado a contratar tal seguro, caso não seja de sua vontade.

Seguro MIP

Morte e Invalidez Permanente (MIP) é um dos seguros obrigatórios e pode ser acionado em caso de invalidez permanente de um dos titulares do financiamento (quando existe composição de renda) ou em caso de morte.

Nesses casos, o saldo do financiamento é integralmente quitado.

Quanto maior sua idade, maior o risco de sinistralidade. Por isso, para cada faixa etária existe uma alíquota, que é multiplicada ao saldo devedor mensalmente atualizado.

Cabe avaliar qual seguradora oferece as melhores condições. Em caso de acionamento, a parte a ser coberta também dependerá da proporcionalidade da composição de renda, se houver.

É válido ressaltar que esses seguros não possuem franquias e que a carência só se aplica às seguintes situações:

  • em caso de morte por suicídio, a cobertura só tem validade após dois anos de a apólice do seguro entrar em vigor;
  • a cobertura do seguro por morte decorrente de doenças e invalidez só tem validade se tal enfermidade tiver ocorrido após a assinatura do contrato, sem que o mutuário tenha conhecimento anterior de tal doença;
  • caso o mutuário faça a aquisição do financiamento já aposentado por invalidez pelo INSS, só poderá contratar cobertura de morte.

Tipos de empréstimo para reformar

Embora existam algumas opções de linhas de crédito específicas para reforma, ainda é muito comum, no Brasil, as pessoas buscarem por outras modalidades para utilizar com esta finalidade.

Vamos conhecer algumas!

Cartão de Crédito

Além de ser uma opção muito comum e a mais conhecida no Brasil, o cartão de crédito é um bom meio de pagamento para parcelar as compras, mas não tão bom como linha de crédito.

A dívida do cartão de crédito é uma das principais vilãs dos brasileiros, responsável pelas dívidas em aproximadamente 78% das famílias brasileiras, de acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada no final de 2018.

Embora ofereça diversas vantagens, como clube de benefícios e 40 dias para pagamento, nada disso será benéfico em casos de atraso na quitação da fatura. Se isso acontecer, essa modalidade tem as taxas mais altas do mercado, cerca de 14% ao mês em média.

Cartão de redes de lojas de reformas

Como dissemos, os cartões de crédito possuem juros altos. Entretanto, existem alguns modelos com taxas de juros mais baixas para compras em lojas vinculadas. E, apesar de ser recomendado para uso dentro das redes, nada impede que o consumidor utilize-o em outras lojas.

Além disso, algumas redes oferecem descontos no pagamento com o cartão de crédito da loja. Isso pode significar economia na compra de materiais, por exemplo.

Contudo, caso essa opção seja a melhor para você, fique atento ao seu controle financeiro. Afinal, outros itens ou etapas da obra não podem ser pagos com este cartão e isso pode desorganizar seu planejamento.

Empréstimo Consignado

Essa linha de crédito é destinada a funcionários públicos, trabalhadores do setor privado, além de beneficiários do INSS. Nesta modalidade, a parcela é descontada diretamente da folha de pagamento.

Geralmente, o empréstimo consignado possui taxas mais atrativas, principalmente para servidores públicos, cerca de 1,9% ao mês em média. Já funcionários que trabalham com carteira assinada em empresas privadas conseguem taxas médias de 3,0% ao mês. Essa alternativa é vantajosa caso a prestação caiba no planejamento financeiro da família.

Para solicitar essa linha de crédito você deve consultar seu banco para ver a possibilidade de vincular o financiamento ao seu salário.

Empréstimo Pessoal

A modalidade de empréstimo pessoal possui taxas mais altas do que as outras citadas, de cerca de 7% ao mês. No entanto, pode ser uma opção a ser considerada para reforma.

Por se tratar de taxas bem elevadas, é essencial avaliar o custo final dessa operação e comparar os valores em diferentes instituições.

Cheque Especial

O cheque especial é algo que deve ser usado, exclusivamente, para emergências. Com taxas médias que ficam próximas dos 13% ao mês, pode prejudicar seriamente o orçamento familiar se usado de forma incorreta.

Por estar junto ao valor disponível na conta-corrente, muitas pessoas tratam o cheque especial como um complemento da renda.

A dívida dessa modalidade chega a quadruplicar no período de um ano. Portanto, só utilize em caso de imprevistos que possam ser cobertos rapidamente.

Home Equity

Muito comum nos Estados Unidos, o empréstimo home equity é um crédito com garantia de imóvel que apresenta condições muito atraentes. Assim, ao colocar um imóvel como garantia, o banco ou instituição financeira concede o empréstimo.

Desta forma, você consegue mais capital e pode continuar usando seu imóvel normalmente, pois o bem continua sendo seu. A única coisa que muda nesta situação é o contrato, pois nele é feita uma alienação fiduciária.

Faça seu empréstimo para reforma com a CashMe

Se você estiver interessado em contratar um empréstimo com garantia de imóvel para reformar, você pode contar com a CashMe, uma fintech do Grupo Cyrela.

Nossa proposta é aprovar o crédito em até dois dias. Isso diminui muito o tempo para a liberação do dinheiro.

Como você pode ver, existem inúmeras possibilidades de empréstimo para reformar e todas elas têm pontos positivos e negativos que precisam ser levados em consideração ao escolher qual a melhor opção para você!

Na CashMe você encontra empréstimos com imóvel de garantia e com taxas a partir de 0,99% ao mês. Além disso, é possível realizar o pagamento em até 144 meses.

Quer saber como é ser cliente da CashMe?

Veja os depoimentos dos nossos clientes

SIMULE AGORA

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR