Saiba como é comemorado o dia do bancário

Saiba como é comemorado o dia do bancário
ícone de calendario

Atualizado:
27/08/2021

ícone de calendario

Publicado:
27/08/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


O Dia do Bancário é celebrado anualmente no dia 28 de agosto. Essa data tem como objetivo homenagear todos os profissionais que trabalham nos bancos e sua origem é devido a uma luta histórica da categoria, ocorrida em 1951.

Em alguns Estados brasileiros o Dia do Bancário é considerado feriado, como é o caso do Acre e da Paraíba.

Continue lendo o artigo a seguir para saber mais sobre a data!

Origem Dia do Bancário

A data surgiu referente a greve mais longa já organizada pela categoria.

Foi no dia 28 de agosto de 1951 que, após uma assembleia, ficou definido que os profissionais entrariam em greve em virtude a uma proposta de salário insignificante do governo, apenas 20% de aumento. Os bancários pediam na época 40% e melhores condições de trabalho.

Naquela época, o Brasil vivia a Quarta República e momentos de grande tensão social, em virtude da crise econômica. O governo apontava no índice oficial um aumento no custo de vista de cerca de 15,4%. Porém, os bancários acreditavam que índice era maior, assim, refizeram os cálculos e o próprio governo reviu os índices, que por fim apontaram para 30,7%.

Com isso, os bancários decidiram cruzar os braços, pois para eles 20% de aumento era considerado uma “gorjeta”. No entanto, apesar de vários profissionais espalhados por todo o território nacional aderirem à greve, eles não aguentaram a pressão e aceitaram a proposta do governo.

Apenas em São Paulo que a classe bancária continuava resistindo às pressões, sobretudo do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) e até de outros sindicatos.

Após 69 dias em greve, em 5 de novembro, por decisão da Justiça, os trabalhadores conseguiram um reajuste de 31% no salário, garantindo uma grande vitória para os bancários.

Criação de sindicatos e departamento de dados

Devido a esse marco histórico na categoria bancária, a greve de 1951 fez surgir vários sindicatos pelo país. Além disso, com a contestação dos índices oficiais do governo, os movimentos sindicais fundaram em 1955 o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), com o objetivo de desenvolver pesquisas referentes às demandas dos trabalhadores.

Greve histórica de 1985

Outro momento de luta por essa categoria foi em 1985. Em 30 de outubro daquele ano, empregados da Caixa Econômica Federal fizeram uma paralisação por 24h nas agências de todo o país, exigindo uma jornada de trabalho de seis horas e o reconhecimento à condição de bancários, já que naquela época, esses trabalhadores eram identificados como economiários.

A paralisação surtiu efeito e os trabalhadores da Caixa asseguraram as duas conquistas. Em 17 de dezembro, foi sancionada a lei que estabelecia a jornada de seis horas diárias. E no dia seguinte, o Diário Oficial publicou a alteração do parágrafo único do artigo 556 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), reconhecendo os trabalhadores como bancários e garantindo os seus direitos à sindicalização.

Desde então, o 28 de agosto passou a ser considerado pelos bancários como um dia de comemoração às conquistas alcançadas e também pelo fortalecimento da organização. Ao longo da história brasileira, a categoria já conquistou direitos como: descanso aos sábados, vale alimentação, vale refeição, participação nos lucros e resultados, jornada de 6 horas, entre outros.

Em 23 de julho de 1964, o presidente da época Humberto de Alencar Castello Branco sancionou a Lei n° 4.368, que reconhecia o dia 28 de agosto como o Dia Nacional dos Bancários.

Qual é a função de um bancário?

O bancário é o profissional responsável pelas rotinas administrativas e operacionais de um banco. Entre as suas funções, podemos destacar:

  • Atendimento ao cliente;
  • Rotinas de abertura de conta de pessoas físicas e jurídicas, pagamentos e saques;
  • Análise e oferta de empréstimos e linhas de créditos de acordo com o perfil do cliente;
  • Vendas de produtos, como planos de capitalização, seguros e consórcios;
  • Criação de campanhas de marketing para a captação de novos clientes;
  • Fiscalização de transações bancárias;
  • Disponibilização de opções de investimentos.

Como se tornar um bancário?

Atualmente, há duas formas para se tornar um bancário. 

A primeira opção é ser aprovado em concurso público para trabalhar em bancos e instituições financeiras do governo federal e estaduais, como a Banco do Brasil, Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), Banco de Brasília (BSB), Banco da Amazônia (BASA) Banco Central (BACEN), Caixa Econômica Federal (CEF), entre outros. Normalmente, o pré-requisito mais comum é ter completado o ensino médio.

Outra alternativa é participar de processos seletivos para atuar em bancos privados, como Itaú, Bradesco, Crefisa, Santander, Safra, e os bancos digitais, como Nubank, Inter, Agibank, Neon, Digi, C6 Bank, entre outros. Nesse caso, a exigência é a escolaridade de algum curso superior, tais como Administração, Economia, Ciências Contábeis, Engenharia Marketing, etc.

A média salarial para quem inicia na carreira de bancário é de R$2.500 a R$3.200, dependendo da instituição e região.

Como é comemorado o Dia do Bancário?

Como mencionamos anteriormente, alguns Estados brasileiros possuem legislação específica que considera essa data feriado para a classe bancária.

É o caso da Paraíba, com a Lei nº 8.939 de 2009, e o Acre, com a Lei n° 3.247, de 2017.

Na data, também são feitas faixas e cartazes com mensagens para homenagear todos os profissionais e celebrar todas as lutas e conquistas históricas. Além disso, os movimentos sindicais organizam eventos culturais, como exibição de filmes, shows, cursos e saraus.

Conclusão

Bancários de todo o Brasil celebram o Dia do Bancário no dia 28 de agosto. Essa data é uma homenagem a todos os profissionais que trabalham na área e tem como origem a luta histórica de 1951. Os trabalhadores daquela época realizaram uma greve de 69 dias, exigindo um aumento salarial e melhores condições de trabalho.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe nas suas redes sociais!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.