ícone de calendario

Atualizado:
11/09/2020

ícone de calendario

Publicado:
10/09/2020

ícone de relógio

Leitura de
6 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe
Administrator


Para entender como gerar boletos é importante que você compreenda que este é um dos meios de pagamento e recebimento mais práticos no mercado. Além de ser democrático e estar disponível para um número maior de pessoas, se comparado ao cartão de crédito. É fácil para emitir, pagar e receber.

Portanto, saber como como gerar boleto é essencial para ajudar na diversificação de pagamentos do seu negócio. E não pense que isso está limitado apenas a pessoas jurídicas. Pessoas físicas também pode fazer essa emissão para receber.

Além dessa facilidade e popularidade, os boletos podem ser pagos em bancos, lotéricas, farmácias e online, mesmo após o vencimento.

Por ser uns dos métodos mais utilizados no Brasil, é importante que você saiba como gerar boletos, como funciona essa forma de pagamento e é isso que vamos abordar aqui neste texto:

Como funciona um boleto

Antes de explicarmos como gerar boletos, é importante entender melhor o funcionamento dessa forma de pagamento. Desde o final de 2018, todos os títulos gerados precisam ser registrados no sistema do banco. O objetivo é que isso ofereça mais segurança e reduza o número de fraudes nesse método de pagamento.

O último levantamento, de 2017, feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) registrou, em 2016, R$ 383 milhões em prejuízo por conta de golpes envolvendo boletos. Com o registro obrigatório, a expectativa da Instituição é que esse número caia, evitando até R$ 450 milhões em fraudes por ano.

Dentre os principais benefícios do uso de boleto para pagamentos estão suas tarifas, que comparada a outros meios de pagamento, são menores. Entretanto, os valores podem variar de acordo com as instituições.

Outra vantagem de saber como gerar boletos e usá-lo no dia a dia, é o estudo do Banco Central que identificou o dinheiro em espécie como a forma de pagamento mais utilizada no país. Segundo o documento, 50% a mais dos pagamentos são realizados via boleto bancário, em comparação aos feitos com cartões de crédito.

Campos do boleto de cobrança

Ao aprender sobre como gerar boletos é importante entender o que cada campo do boleto significa. Por mais improvável que possa parecer, todos aqueles números e códigos representam informações relevantes. Veja quais são:

imagem: contaazul

1 – Código do banco

Corresponde ao Código das Instituições Bancárias na Compensação do banco acompanhado pelo dígito verificador. São três dígitos.

2 – Linha digitável

Representação numérica do código de barras, utilizada quando ele está danificado ou em pagamentos realizados online. Ela é composta por 48 números, que são divididos em 5 grupos diferentes. O código permite o pagamento do título sem a necessidade de imprimi-lo.

3 – Vencimento

Data que especifica até quando o documento deve ser pago. A partir desse dia, ele perderá o valor original ou uma multa será aplicada.

4 – Agência código cedente

Trata-se do número da agência e código que identifica quem efetuou a prestação do serviço ou a venda da mercadoria. No caso de utilização de um intermediador de pagamentos, o código dessa empresa deve aparecer no campo.

5 – Nosso número

É uma espécie de RG do boleto, uma sequência numérica que faz parte da linha digitável e, por isso, deve ser único para cada documento.

6 – Valor do documento

Valor que deve ser pago por quem recebe o boleto bancário. Deve ter duas casas decimais e utilizar a vírgula como separador decimal.

7 – Código de barras

Imagem composta por barras de espessura variada que representam informações do documento, como valor, data de vencimento, número da agência, conta corrente e código do cliente. Para isso, são utilizadas barras, cuja espessura varia para representar os numerais de zero a nove.

8 – Carteira

Este código indica se o boleto é registrado ou não, variando de acordo com o banco. Importante lembrar que a partir de dezembro de 2016 não serão mais emitidos boletos bancários sem registro.

9 – Sacado

É o comprador do produto ou serviço, ou seja, quem paga o boleto. Para boletos registrados, é preciso informar o CPF ou CNPJ obrigatoriamente.

10 – Data do documento

Deve ser preenchido com a data em que o boleto foi gerado ou emitido.

11 – Cedente

Campo com as informações sobre quem emitiu o boleto, podendo ser pessoa física ou jurídica. Usualmente, refere-se ao titular da conta para onde o dinheiro será direcionado.

Tipos de boleto de cobrança

A implantação da nova plataforma de cobrança da Febraban gerou algumas mudanças bancárias, o que garante mais segurança e controle. Por isso é importante que você entenda o que mudou em cada tipo de modelo para que não tenha problemas na hora de entender como gerar boletos:

Boleto simples

Desde 1993, quando os boletos começaram a vigorar, a maioria das cobranças eram feitas sem o registro bancário e a modalidade ficou conhecida como boleto simples ou boleto sem registro. Dessa forma, as informações do boleto poderiam ser alteradas ou excluídas sem aviso prévio ao banco. Por isso, não era possível verificar e rastrear as informações da cobrança caso uma fraude fosse identificada.

Boleto registrado

A partir de 2018, com as mudanças impostas pela Febraban, surgiu o boleto registrado. Com ele, as instituições bancárias podem acessar as informações da cobrança e identificar quem é o pagador.

Além disso, também fica negada a possibilidade de pagamento de um valor que não esteja registrado no sistema bancário. Todo o processo fica salvo na Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) ou na Base Centralizada.

Mas neste ponto, talvez você esteja se perguntando como gerar boletos?

Passo a passo sobre como gerar boletos

Além de ser um dos métodos mais populares, o boleto é simples e menos burocrático, o que pode facilitar as cobranças de pagamento para o seu negócio. 

Para aprender como gerar boletos, basta seguir os 12 passos abaixo:

1º Passo: Abra uma conta em alguma instituição bancária ou cadastre-se em uma plataforma de emissão de boletos.

2º Passo: Solicite, junto ao banco ou plataforma, o serviço de emissão de boletos.

3º Passo: Reúna os dados do beneficiário, recebedor da cobrança, geralmente emissor do boleto. Neste caso, provavelmente, serão os seus dados (nome completo, CPF/CNPJ e endereço).

4ºPasso: Recolha os dados do sacado, pagante do título, ou seja, o seu cliente (nome completo, CPF/CNPJ e endereço).

5º Passo: Envie as informações reunidas para o banco ou cadastre-as na plataforma, registrando, dessa forma, o boleto.

6º Passo: Escolha o tipo de cobrança que deseja realizar via boleto: avulsa, mensalidade ou carnê.

7º Passo: Escolha o valor-base do produto/serviço e a data de vencimento da cobrança.

8º Passo: Acrescente juros, multas ou descontos, pois é importante que o cliente tenha ciência dos juros e multas que está sujeito a pagar caso atrase o pagamento.

9º Passo: Anexe as informações recolhidas e determinadas anteriormente nos campos correspondentes.

10º Passo: Faça o download do documento. Comumente, o emissor do boleto realiza o processo por meio de aplicativos de bancos – internet banking – ou, ainda, na própria plataforma de emissão de boletos.

11º Passo: Encaminhe o boleto bancário para o endereço – físico ou virtual (e-mail) – do seu cliente. Se optar pelo uso de uma plataforma, saiba que algumas delas enviam o documento automaticamente.

12º Passo: Aguarde até três dias pela compensação do boleto.

Exemplo prático sobre como gerar boletos

Para explicar como pode ser simples entender como gerar boletos, vamos mostrar como fazer isso utilizando a plataforma do Mercado Pago, que permite realizar a emissão em cinco passos:

1º Passo: Para gerar boleto no Mercado Pago pelo celular, abra aplicativo e toque em “Adicionar Dinheiro”. Depois, selecione “Boleto bancário”:

2º Passo: Digite o valor do boleto e toque em “Continuar”:

3º Passo: Informe o número do CPF, nome e sobrenome e prossiga em “Continuar”:

4º Passo: Confira os dados e avance no botão “Confirmar”. Então, visualize as informações do boleto na tela e toque em “Copiar código” para copiar a numeração e preenchê-la de forma fácil em apps de banco:

5º Passo: Toque em “Ver boleto” para acessar o documento na íntegra — ele será aberto no navegador do celular. Toque no botão de compartilhamento para enviar pelo WhatsApp ou e-mail em formato de PDF:

Conclusão

Como você pode ver, gerar boletos não tem segredo e pode facilitar significativamente os trâmites de vendas do seu negócio.

O ideal, entretanto, é que você pesquise e opte por uma plataforma de emissão de boletos que consiga atender às suas necessidades e facilite o processo para que seja uma solução financeira e não um problema.

O texto te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos para você essas noticiais:

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR