Cheque nominal: saiba para que serve

ícone de calendario

Atualizado:
18/12/2020

ícone de calendario

Publicado:
25/12/2020

ícone de relógio

Leitura de
3 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Cheque nominal é aquele que tem o nome do beneficiário especificado na própria folha de cheque. Isto diminui drasticamente as chances de fraudes, uma vez que apenas o nome descrito possui autorização para receber o dinheiro ou sacá-lo.

Dentre as pessoas que utilizam o cheque como forma de pagamento, é um modelo que agrada muito. Além disto, todas as quantias acima de R$ 100,00 devem obrigatoriamente fazer parte desta categoria.

Descubra a seguir os tipos de cheque nominal e mais informações sobre esta forma de pagamento.

O que é cheque nominal?

Existem várias maneiras de preencher cheques e o nominal é um tipo que agrada muitos os usuários. Nesse cheque é especificado o beneficiário do valor, ou seja, a pessoa ou empresa que receberá a quantia. Dessa forma, apenas o nome descrito possui autorização para realizar depósito em sua conta ou saque, caso o mesmo não seja cruzado. Por isto o nome desta modalidade é “nominal”.

Isto faz com que a possibilidade de fraudes ou roubos diminua e a segurança dos usuários aumente.

Lembrando que todos os cheques com valores maiores que R$ 100,00 precisam ser nominais. Caso contrário, a instituição financeira pode não o aceitar.

Tipos de cheque nominal

Existem dois tipos de cheques nominais:

Não à ordem

É utilizado em casos os quais o emissor do cheque quer impedir que o beneficiário transfira o valor especificado para terceiros. Para isto, basta escrever “não à ordem”, “não transferível”, “proibido o endosso” ou qualquer outra expressão equivalente, após o nome do beneficiário.

À ordem

São os casos os quais o emissor autoriza o beneficiário repassar o valor especificado a terceiros por meio do endosso. Nessa modalidade, não há nenhuma observação além do nome do beneficiário.

Vantagens e desvantagens da utilização do cheque nominal

O cheque nominal proporciona diversas vantagens ao usuário, entretanto traz também algumas desvantagens. Confira! 

Vantagens

  • Não é necessário conexão com a internet para realizar os procedimentos necessários, visto que você precisa apenas preencher a folha de cheque.
  • Uma vez que o nome do beneficiário é especificado, as possibilidades de fraude diminuem drasticamente.

Desvantagens

  • É preciso preencher completamente todos os campos do cheque e não deixar espaços para futuras alterações indevidas.

Como endossá-lo?

Endossar um cheque significa que o emissor autoriza o beneficiário a passá-lo para uma terceira pessoa ou empresa, a qual terá o direito de sacar ou depositar o valor especificado. Para isto, é preciso apenas descrever no verso da folha de cheque as informações deste terceiro. Entretanto, é importante ressaltar que endossar um cheque não significa transferir a dívida.

Cuidados importantes

O principal cuidado na utilização de cheques nominais diz respeito ao seu preenchimento. Quanto menos espaços você deixar em branco, mais difícil fica de adulterá-lo. Segue algumas dicas para preencher a sua folha de cheque de forma correta.

Linha após o valor

Além de escrever o valor em números e por extenso, é importante fazer uma linha caso sobre espaço em branco para que seja impossível modificar a quantia que você deseja pagar.

Clareza

Escreva todas as informações com clareza, letra legível e sem rasuras.

Assinatura

Sua assinatura deve ser idêntica à do seu RG e do cadastro do banco, para não ficar dúvidas de que realmente foi você quem preencheu o cheque em questão.

Principais tipos de emissão de cheques

Além do nominal, os tipos de emissão de cheques mais utilizados atualmente pelos brasileiros são:

Cheque cruzado

É quando o emissor desenha duas linhas paralelas na folha frontal do cheque, o qual simboliza que o pagamento em questão pode ser apenas compensado por meio de depósito bancário.

Confira o conteúdo sobre cheque cruzado.

Cheque visado

É um documento emitido pela instituição bancária, no qual é especificado que existe saldo disponível na conta do emissor.

Confira o conteúdo sobre cheque visado.

Cheque ao portador

Não é especificado o nome do beneficiário neste tipo de cheque, por conta disso qualquer pessoa consegue solicitar a compensação da quantia especificada.

Com o intuito de tornar o processo ainda mais seguro, é possível combinar alguns tipos, como por exemplo nominal e cruzado. Isto determina quem irá receber e onde o dinheiro será compensado

Conclusão

Apesar do surgimento de novas formas de pagamento, o cheque ainda é utilizado, e um dos tipos mais queridos é o nominal. O fato de toda quantia acima de R$ 100,00 ser obrigada a entrar nesta categoria, aumenta o número de usuários também.

Lembre-se sempre que o preenchimento correto da folha de cheque aumenta significativamente a segurança do processo, então procure sempre descrever as informações com clareza e assertividade.

E caso precise de crédito para suprir qualquer necessidade financeira, faça uma simulação de empréstimo com a CashMe e contrate as melhores taxas do mercado!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais, e se ainda estiver com alguma dúvida sobre o tema, deixe nos comentários que teremos o prazer em te responder!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR