Dia do Engenheiro Agrônomo: conheça as atividades da profissão

Dia do Engenheiro Agrônomo: conheça as atividades da profissão
ícone de calendario

Atualizado:
27/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
04/10/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


12 de outubro é uma data especial para um dos profissionais mais valorizados do Brasil: o engenheiro agrônomo. A celebração busca homenagear os trabalhadores da área, além de gerar ações em prol da profissão.

O Brasil é hoje uma referência no setor agropecuário, sendo o terceiro maior produtor agrícola do mundo – atrás apenas da China e dos Estados Unidos. O engenheiro agrônomo é um dos principais responsáveis por garantir ao país o posto de maior exportador do mundo.

E é por essas e tantas outras que o trabalhador do campo merece reconhecimento e, principalmente, valorização. No texto de hoje, contamos um pouco sobre como o setor foi regulamentado e expandido ao longo das décadas, tornando-se um dos mais rentáveis da economia brasileira. Confira!

Por que o Dia do Engenheiro Agrônomo é comemorado em 12 de outubro?

O Dia do Engenheiro Agrônomo é uma data importante para o calendário brasileiro, e segue o marco da regulamentação da profissão no país. Foi nesse dia, em 1933, que o então presidente Getúlio Vargas publicou o Decreto-Lei nº 23.196/33, estabelecendo diretrizes sobre a profissão de engenheiro agrônomo.

Além disso, o decreto estabelece ainda as regras de conteúdo para a graduação, tanto de agrônomos como de engenheiros – que hoje pouco se diferem no mercado de trabalho. No Brasil, a data é acompanhada ainda de diversas atividades e ações para homenagear os profissionais.

O que diferencia o engenheiro agrônomo do agrônomo?

Foi-se o tempo em que havia distinção entre agrônomo e engenheiro agrônomo. Com o avanço dos setores tecnológicos e administrativos, surgiu a necessidade de ampliação do escopo profissional dos trabalhadores do campo. A necessidade de lidar com máquinas, gestão e distribuição na cadeia produtiva passou a unir diversas áreas.

A carreira em Engenharia Agronômica engloba, hoje, diversas áreas de atuação. engenheiro agrônomo estuda temas que vão muito além do manejo do solo e da produção em si. Há etapas fundamentais de aprendizado em setores como administração rural, gerenciamento de cooperativas e pesquisa.

Assim como o mercado de trabalho demanda profissionais flexíveis e com conhecimentos amplos em diversas áreas, o mesmo vale para o profissional do campo. Especializar-se em técnicas modernas de cultivo, produção e distribuição é uma necessidade para quem deseja conquistar oportunidades melhores no setor.

O que estuda um engenheiro agrônomo?

A graduação de um engenheiro agrônomo é cercada por diferentes áreas de conhecimento, tornando esta uma das faculdades mais disputadas do país. 

As principais disciplinas ofertadas em uma especialização na área referem-se aos campos administrativos e de pesquisa – além de, claro, atuação. A grade curricular do curso apresenta conteúdos como:

  • Gestão dos negócios no campo;
  • Manejo e produção agrícola;
  • Zoologia;
  • Geoprocessamento e georeferenciamento;
  • Biologia florestal;
  • Tecnologia de maquinário;
  • Economia e desenvolvimento rural;
  • Administração;
  • Controle de produção e armazenamento;
  • Construções rurais;
  • Pesquisa e análise do solo.

Vale lembrar que o engenheiro agrônomo, assim como em outras carreiras focadas em Engenharia, deve ser registrado no CREA. O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia é o órgão regularizador da área no Brasil, assim como a OAB legisla sobre a advocacia.

As principais áreas de atuação de um engenheiro agrônomo

As áreas de atuação de um engenheiro agrônomo vão muito além do cultivo e da produção. A profissão abrange desde o controle pré-produtivo até negociações posteriores envolvendo exportação e distribuição em larga escala. 

Além disso, é de responsabilidade do profissional prezar pelas boas práticas de ESG, além de ações de preservação ambiental. Confira a seguir as principais áreas de atuação do setor:

Gestão rural

O engenheiro agrônomo aprende, durante os anos de especialização, a lidar com diferentes etapas do processo de produção e administração dos serviços no campo. E por isso o seu escopo profissional deve abranger as melhores práticas de gestão rural. 

Isso significa saber lidar com a contratação de funcionários, negociação da cadeia produtiva e até mesmo exportação. Os negócios no campo exigem uma preparação específica, o que significa lidar com demandas gestacionais que se diferem de empresas urbanas. 

Vigilância sanitária e Zootecnia

Outro campo promissor é o de vigilância sanitária. O profissional de Engenharia Agronômica pode atuar tanto no setor público como no setor privado, por meio de concursos específicos. Ele então será responsável por fiscalizar a qualidade dos alimentos que são produzidos no campo.

Outro campo de atuação é o controle sanitário de animais, solo e maquinário. É papel do profissional de vigilância estabelecer normas de higiene e limpeza para que as empresas do campo se adequem aos padrões de qualidade nacionais e internacionais.

Indústria alimentícia

A indústria alimentícia vem crescendo de forma escalonada com o aumento da produção em massa. Considerado um trabalho dinâmico e multidisciplinar, oferece ao profissional engenheiro a oportunidade de trabalhar com consultoria e desenvolvimento de tecnologias voltadas para a produção.

Os conhecimentos em administração e gestão fazem toda a diferença para o trabalhador que decide se especializar nesse campo. Além de lidar com as demandas do mercado, o engenheiro agrônomo é o responsável direto por coordenar as equipes de produção, trabalhando em conjunto para gerar entregas eficientes. 

Pesquisa

Por fim, a área de estudos e pesquisas no campo é uma das mais promissoras da atualidade. Com o aumento da preocupação em gerar solos produtivos e ao mesmo tempo sustentáveis, as empresas agropecuárias têm investido em campos de pesquisa para estabelecer ações menos nocivas ao meio ambiente – além de garantir a qualidade da produção.

O engenheiro agrônomo trabalha, de forma direta, com estudos de manejo do solo, controle de florestas e inseticidas capazes de ampliar a produção de forma orgânica e sem contaminação do solo. O avanço da tecnologia tem gerado ferramentas modernas e limpas, que exigem do profissional maior controle de qualidade.

Conclusão

Como você pode perceber, o Dia do Engenheiro Agrônomo marca, anualmente, o avanço tecnológico da profissão, além de homenagear as diferentes especializações do setor. Produtores, pesquisadores e engenheiros trabalham juntos para, ano após ano, fortalecer o setor produtivo brasileiro.

Pensando em estudar Engenharia Agronômica? O empréstimo da CashMe é o empurrão que faltava para você ingressar na faculdade e pagar seus estudos da melhor forma rumo a uma carreira de sucesso. Conheça mais sobre!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *