Refinanciamento de imóvel: aprenda tudo sobre essa possibilidade!

7 set 2023
6min de leitura

O refinanciamento imobiliário é uma alternativa para quem já tem um imóvel financiado, mas deseja conseguir outro crédito com valor alto, juros baixos e longo prazo para pagamento. Para isso, o proprietário pode colocar o imóvel como garantia sem que seja necessário vender, desocupar ou alugar o imóvel.

Inclusive, é possível solicitar o refinanciamento para qualquer instituição que ofereça a operação. Esse processo é conhecido como portabilidade do financiamento imobiliário.

Apesar de ainda não ser popular no Brasil, o refinanciamento de imóvel é bem comum em países como os Estados Unidos e Inglaterra. Se deseja saber mais sobre o assunto, continue a leitura!

O que é refinanciamento imobiliário?

Antes de mais nada, é preciso entender a diferença entre refinanciamento imobiliário e financiamento.

O financiamento é o fornecimento de crédito para uma utilização específica (compra de casa, automóvel etc.) definida antes da assinatura do contrato. Já refinanciamento imobiliário é um empréstimo que usa seu imóvel como garantia de pagamento, sem restrições de uso do valor concedido em crédito. Essa modalidade é conhecida como Home Equity ou “empréstimo com garantia de imóvel”.

Nesse caso, o bem oferecido como garantia pode ser casa, apartamento, loja, sala comercial, terreno, dentre outros. A quantia disponível para empréstimo pode chegar até 60% do valor de avaliação do imóvel, pois o refinanciamento imobiliário é feito mediante um contrato de alienação fiduciária.

No contrato de alienação fiduciária, o imóvel passa a pertencer à instituição credora até que a dívida seja quitada, atuando como garantia do pagamento. Mas não precisa se preocupar, você continuará com a posse do bem e pode morar ou alugar normalmente.

Posso fazer refinanciamento imobiliário de imóvel não quitado?

Sim! Até mesmo imóveis financiados podem ser dados como garantia de empréstimo. Nesse caso, no processo de avaliação do empréstimo, também serão calculadas as parcelas restantes do financiamento com os descontos de juros e multas.

O imóvel financiado será quitado dentro da própria operação do empréstimo para que ele fique com a documentação em dia e o cliente faça o refinanciamento no seu nome. Esse passo é fundamental para que o bem fique sem nenhum tipo de penhora, usufruto ou outras averbações que impeçam a alienação.

Leia também: Amortização de financiamento: entenda o que é e suas vantagens!

Banner Central Emprestimo com Garantia de imovel - Ago 2022

O que é o troco no empréstimo com garantia de imóvel?

Lembre-se que um empréstimo Home Equity pode oferecer até 60% do valor do imóvel. Então, no caso de um refinanciamento imobiliário de imóvel não quitado, essa porcentagem deve incluir o saldo devedor do financiamento.

Se deseja saber mais sobre a portabilidade de empréstimo com troco (também conhecido como interveniente quitante), veja como funciona na prática, com a diretora comercial da CashMe, Magally Aleixo, no vídeo abaixo:

O refinanciamento de um imóvel não quitado deve obedecer a esta regra:

Valor solicitado para empréstimo + dívida restante do financiamento = Até 60% do valor de avaliação do imóvel

A expressão “troco” corresponde ao valor depositado para o cliente depois que o imóvel é quitado. Ou seja, é o valor que sobra da quantia disponibilizada para empréstimo após o pagamento do saldo devedor do financiamento.

Por exemplo, imagine que a instituição financeira tenha liberado R$ 250 mil de crédito para você. Entretanto, a soma do saldo devedor do financiamento do imóvel é de R$ 150 mil. Nessa situação, seu troco poderia ser de até R$100 mil.

Se deseja reformar e economizar a longo prazo sendo sustentável, invista em energia solar e economize na conta de luz.

O que é preciso para fazer o refinanciamento imobiliário?

Como vimos, para usar seu imóvel como garantia, a exigência fundamental é estar com toda a documentação da propriedade em dia. Além de pedir documentos pessoais, geralmente, as instituições financeiras seguem os seguintes passos antes de emitir o contrato para o refinanciamento imobiliário:

  • Análise de crédito: avaliação da renda, pontuação do score e perfil financeiro do cliente para ver se ele pode arcar com as parcelas sem se prejudicar financeiramente;
  • Análise jurídica: checagem de pendências judiciais. Aqui é verificado se as documentações do imóvel estão em dia, pois o processo não segue em frente caso existam pendências;
  • Análise do imóvel: avaliação do valor de mercado do bem para determinar o crédito disponível para empréstimo.

O refinanciamento imobiliário é indicado para quem?

O refinanciamento imobiliário é muito procurado por quem precisa de um alto valor de crédito e maiores prazos para pagamento. É uma boa opção para as pessoas que desejam abrir um negócio e precisam de capital de giro, realizar grandes reformas e mais.

Para quem precisa se organizar financeiramente, também pode ser uma boa opção. As parcelas alongadas e os juros menores do refinanciamento imobiliário podem ser uma excelente troca em relação ao parcelamento de dívidas que costumam cobrar juros muito altos.

Por ter o imóvel como garantia, as instituições financeiras têm um risco menor de inadimplência. Por isso, o valor disponibilizado pelo Home Equity costuma ser maior do que empréstimos que levam apenas a renda em consideração.

Leia também: Análise de crédito: como ter um score alto e mais acesso a produtos e serviços

Vantagens de refinanciar o imóvel

Existem diversas vantagens de refinanciar um imóvel, além das taxas de juros mais baixas, confira:

Maior prazo para pagamento

Outra grande vantagem do empréstimo com garantia de imóvel é o prazo de quitação do empréstimo em até 20 anos! Dessa forma, o valor da parcela pode ser menor para encaixar na sua renda.

Quitar dívidas

O crédito obtido no refinanciamento pode ser utilizado para diversas finalidades, como quitar dívidas, investir em um negócio próprio, reformar o imóvel, comprar um carro e mais. Se esse é o seu caso, saiba como negociar dívidas para ter uma vida financeira tranquila.

Crédito para negativado

Obter um crédito com o nome sujo é uma das coisas mais difíceis de se conseguir. Quando aprovado, as taxas de juros podem ser altas e o prazo para pagamento mais curto.

Por que o refinanciamento imobiliário é pouco conhecido?

Apesar dessas vantagens, a opção ainda não é muito conhecida no Brasil. É bem provável que o cheque especial seja a primeira alternativa de quem precisa de dinheiro rápido, por exemplo.

Mesmo sendo esse um tipo de empréstimo famoso por ter as taxas de juros mais altas. Afinal, o cheque especial é oferecido quase de maneira automática pelos bancos, como nos casos de limite de crédito pré-aprovado.

A prática é comum, mas não é vantajosa, principalmente quando comparamos as taxas de juros. Segundo o Procon de São Paulo, em junho de 2023, o cheque especial registrou uma taxa de juros média de 150,56% ao ano (aproximadamente 7,96% ao mês). Já o refinanciamento imobiliário costuma ter taxas menores que 2% ao mês.

Além de ser pouco difundido, o que contribui para as pessoas não solicitarem o refinanciamento imobiliário é o medo de perder seu patrimônio. Como dissemos anteriormente, esse procedimento só acontece em casos extremos. Afinal, o maior interesse das instituições financeiras é de receber o valor do empréstimo com juros, não de reter patrimônios.

Uma dica é fazer várias simulações para saber o CET do empréstimo e entender se ele cabe no seu orçamento. Use o simulador de empréstimo da CashMe e veja se o refinanciamento imobiliário pode ser uma boa alternativa para você!

Agora você já sabe que é possível fazer o refinanciamento imobiliário de um imóvel não quitado, continue no nosso blog e aprenda mais sobre reforma de apartamento: tudo que você precisa saber antes de começar. Até a próxima!

5/5 - (1 avaliações)
A- A A+

Compartilhe este conteúdo:

Este artigo foi útil?

6 pensamentos sobre “Refinanciamento de imóvel: aprenda tudo sobre essa possibilidade!

    • Avatar
      CashMe diz:

      Olá, Sumaya! Tudo bem?

      Ficamos felizes em saber disso!

      E para atendê-la, vamos pedir que acesse nosso site e faça uma simulação . Lá você vai poder dizer pra gente qual é o valor que está procurando, combinado?

      Queremos ser o combustível para os seus sonhos. Conta com a gente!

  1. Avatar
    Eduardo Braga diz:

    Preciso fazer uma portabilidade do meu imóvel para empréstimo, pós estou precisando re dinheiro para colocar minha vida financeira em dia e dar um fôlego financeiro no meu negócio.
    Consigo?

Comente o que você achou do artigo

Não se preocupe, o seu endereço de e-mail não será publicado.

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, personalizar o conteúdo proposto e dar a você a melhor experiência de navegação. Para mais informações acesse nosso Aviso de privacidade