Dia das Bruxas: Conheça a origem e porquê se comemora no Brasil

Dia das Bruxas: Conheça a origem e porquê se comemora no Brasil
ícone de calendario

Atualizado:
27/09/2021

ícone de calendario

Publicado:
21/10/2021

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


O Dia das Bruxas, originalmente chamado de “Halloween”, é comemorado dia 31 de outubro no Brasil. A data, no entanto, é tradicionalmente mais celebrada em países como, Estados Unidos, Irlanda e Canadá. Por lá, as crianças se fantasiam e saem à noite batendo de porta em porta pedindo por doces.

Já no Brasil, a data é celebrada há cerca de 20 anos, contudo a cultura de se fantasiar e pedir doces ainda é nova e tem sido propagada principalmente nas escolas de línguas. Além disso, o ato de enfeitar as casas com decorações “assustadoras” e fazer festas a fantasia nessa data vêm se tornando mais comuns.

Você sabe como surgiu o Dia das Bruxas e porquê é comemorada no Brasil? Continue a leitura para conhecer mais!

Por que surgiu o dia das bruxas?

Muito antes de filmes com temática de bruxas como Abracadabra, a Convenção das Bruxas e a franquia Harry Potter se tornarem populares, o Dia das Bruxas ou Halloween já era comemorado.

O Dia das Bruxas é uma celebração que cultua os mortos e é comemorada anualmente no dia 31 de outubro. Sua origem data do século 18, cujo historiadores indicam ter sido um antigo festival pagão que deu origem ao Halloween. Esse festival chamava-se Samhain e surgiu na cultura celta, significando “fim do verão” e retorno dos mortos à Terra.

Essa crença é compartilhada por outras culturas, como a do feriado judaico de Yom Kippur, que também ocorre normalmente em outubro e envolve orações pelos mortos. É também aqui que o Dia das Bruxas ganha sua conotação de “mal-assombrada”.

Embora não haja muitos registros históricos sobre essas celebrações, muitos acreditam que os celtas festejavam fantasiados, provavelmente com peles de animais como um disfarce contra fantasmas. Desfrutavam de festas especiais e faziam lanternas com abóboras, daí a história de Jack da Lanterna. 

Com o tempo, à medida que o cristianismo assumiu o controle e os tons pagãos do feriado foram diminuindo, as tradições básicas do feriado continuaram fazendo parte da cultura pop todos os anos, evoluindo e se modernizando.

O Dia das Bruxas que conhecemos

O Dia das Bruxas continua sendo um feriado estadunidense que ganhou popularidades para os dias de hoje, contudo quase não conseguiu atravessar o Atlântico. Os mais puritanos desaprovavam as raízes pagãs do feriado, por isso não participam das comemorações.

Alguns elementos se tornaram bastante populares no Dia das Bruxas, como o uso de fogueiras, prever o futuro, rituais de adivinhação, entre outros. A comida era muito importante nas comemorações, visto que um dos hábitos mais comuns à época envolvia crianças irem cantando e declamando orações para as almas dos mortos.

Em troca, elas recebiam bolos de boa sorte. No futuro, isso evoluiu para as crianças irem de porta em porta e gritar para um morador: “gostosuras ou travessuras”.

Por que se comemora o dia das bruxas no Brasil?

No Brasil, o Dia das Bruxas não é celebrado de modo tradicional como é realizado na América do Norte. É comum vermos no Brasil uma introdução da cultura em uso de fantasias e decorações, mas que se restringem a ambientes caseiros ou, até mesmo, corporativos, a fim de engajar os colaboradores de uma empresa.

Por aqui, essa data chega por meio da importação de produtos e produções da cultura norte-americana, com filmes, séries de TV, livros, jogos eletrônicos, entre outros. As escolas de idiomas foram uma das primeiras a inserir no dia 31 de outubro pequenas comemorações que representassem a cultura do Dia das Bruxas.

Com a intenção de valorizar as lendas da cultura nacional, nesta mesma data comemora-se também o Dia do Saci, uma figura do folclore brasileiro, conhecido por suas travessuras. Diversos movimentos culturais tentam reprimir o Dia das Bruxas com a defesa de não ser parte das nossas tradições e ofuscando a identidade cultural do país. 

Fantasias para o Dia das Bruxas mais populares

Durante o Halloween, a fantasia de maior sucesso entre as pessoas são de bruxa e de vampiro. Essas figuras são clássicas da cultura norte-americana e literária. A crença de que as bruxas participavam de cultos de 30 de abril a 31 de outubro se popularizou nos Estados Unidos. Desde então a fantasia se tornou bastante popular pela sua simbologia.

As fantasias de vampiro ganharam vida na festa após as histórias do Drácula de Bram Stoker. A capa preta e vermelha e os dentes afiados se tornaram um símbolo marcante para a época.

Nos dias de hoje, as crianças encontram outras fantasias que estão ganhando cada vez mais popularidade vindas das séries, filmes e jogos eletrônicos. Para o Dia das Bruxas de 2021 algumas fantasias farão muito sucesso aqui e lá fora. Sendo elas:

  • Uniforme do Harry Potter;
  • Pirata;
  • Cruella;
  • Fada;
  • Vampiro;
  • Arlequina; 
  • Bruxa;
  • Coringa;
  • Zumbi;

Nos Estados Unidos, a data é tão esperada que muitas celebridades investem em se fantasiar das formas mais inimagináveis possíveis. A modelo alemã Heidi Klum é conhecida por caprichar anualmente nas fantasias super elaboradas.

A origem das abóboras nas casas

A história de Jack O’ Lantern, a famosa abóbora decorativa, vem do folclore irlandês. A peça original está muito longe da simpática decoração de Dia das Bruxas que conhecemos.

De acordo com o folclore irlandês, um homem chamado Jack O’Lantern foi condenado a vagar pela Terra por toda a eternidade. Uma figura fantasmagórica da noite, O’Lantern caminha com um carvão em chamas dentro de um nabo esculpido para iluminar seu caminho.

Conforme a história continua, um homem chamado Stingy Jack convidou o diabo para uma bebida e o convenceu a se transformar em uma moeda para pagar. Quando o diabo obedeceu, Jack decidiu que queria a moeda para outros fins e a manteve no bolso ao lado de uma pequena cruz de prata para evitar que voltasse ao diabo.

Jack finalmente libertou o diabo com a condição de que ele não incomodaria Jack por um ano, e não reivindicaria a alma dele depois que morresse. No ano seguinte, Jack enganou o diabo mais uma vez, convencendo-o a subir em uma árvore para pegar um pedaço de fruta. Quando ele estava na árvore, Jack esculpiu uma cruz no tronco para que o diabo não pudesse descer até que ele jurasse que não incomodaria Jack Stingy por mais dez anos.

Quando Jack morreu, Deus não permitiu que ele entrasse no céu e o diabo não permitiu que ele entrasse no inferno. Em vez disso, ele foi enviado para a noite eterna, com um carvão em chamas dentro de um nabo esculpido para iluminar seu caminho. Ele tem vagado pela terra desde então. Os irlandeses começaram a se referir a essa figura assustadora como “Jack da Lanterna”, que então se tornou “Jack O’Lantern”.

Conclusão

Muito mais do que doces ou travessuras. O Dia das Bruxas é uma festa com diferentes finalidades: seja para celebrar os mortos ou apenas para se divertir. Hoje, as crianças se divertem mais com essa brincadeira, assim como alguns adultos, que hoje podem brincar com seus medos de uma forma socialmente aceita. 

Você gosta do Dia das Bruxas? Faça com que mais pessoas conheçam a sua história compartilhando esse artigo em suas redes sociais.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.