ícone de calendario

Atualizado:
02/09/2020

ícone de calendario

Publicado:
25/11/2019

ícone de relógio

Leitura de
3 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe
Editor


Está com problemas com a sua organização financeira? Veja aqui algumas dicas de como fazer esse planejamento e evitar problemas relacionados a isso. Acompanhe!

A falta de organização influencia negativamente todas as áreas da nossa vida, sem sombra de dúvidas. Quando o assunto é dinheiro, isso não se difere, podendo ser até mais difícil de resolver. 

Por exemplo, talvez você tenha que atrasar uma conta de sua empresa por não ter o dinheiro disponível para pagamento até a data de vencimento. Isso acarretará em juros, e, se não houver organização, essa ação sendo recorrente. Dívidas e dívidas, juros e juros, sua vida financeira pode se tornar um tormento!

Muitas pessoas, ao tentarem tapar um buraco da sua empresa com recursos pessoais ou vice-versa, acabam entrando em uma bola de neve de equívocos. Por isso, para evitar esse problema e outros, montamos aqui uma lista para te ajudar na organização financeira. Veja: 

Mistura de gastos: empresa versus pessoal 

Um grande erro cometido por alguns empresários é de misturar as receitas e despesas pessoais com as empresariais. Esse hábito pode gerar grandes problemas e ocasionar a perda do controle financeiro para ambas esferas da sua vida, física e jurídica. 

Sabemos que pode parecer cômodo e por vezes até mesmo necessário retirar dinheiro da empresa para sanar uma dívida pessoal. Contudo, ao fazer isso, você dificilmente conseguirá analisar as despesas e receitas da sua empresa de forma isolada, levando-o ao desconhecimento total dos resultados que seu negócio gera. 

Assim fica difícil fazer planejamentos orçamentários e você tende a administrar a empresa pautado pelo tanto de dinheiro que ela tem disponível em caixa. E isso, a longo prazo, pode levar ao colapso das finanças do seu negócio e gerar outros transtornos relacionados a falta de organização e planejamento.

Organização financeira: como se planejar?

Qual empresário, seja micro ou grande, não anseia pelo crescimento da sua empresa? Contudo não basta desejar, é preciso trabalhar duro e estabelecer um planejamento financeiro eficiente e que ajude o seu negócio a decolar.

A primeira ação para aplicar a organização financeira na sua empresa é fazer um orçamento anual com as suas previsões de gastos e receitas baseando-se no seu histórico. Nesse momento seja bastante realista e até mesmo considere um cenário mais pessimista, pois imprevistos sempre podem acontecer.  

Além do orçamento anual, que seria a sua primeira atitude no sentido de se organizar, é recomendável que você também siga as três dicas que apresentaremos abaixo:

  • Delimitar o gasto mensal

Aqui nós iremos trabalhar com a previsibilidade de gastos da sua empresa para garantir o retorno dos recursos investidos e manter a lucratividade do seu negócio. Delimitando seus gastos de pessoa jurídica mensalmente você consegue visualizar o montante de dinheiro que você precisará naquele determinado mês e poderá prever os valores disponíveis para retiradas e investimentos, por exemplo. 

Para aplicar a previsibilidade você precisa antes de qualquer coisa conhecer todos os custos da sua empresa, desde um material de limpeza para manter o local até o pagamento de funcionários. Por isso mantenha sempre uma planilha com despesas e receitas mensais, dessa forma você poderá utilizar o histórico dela como base para o seu planejamento. 

  • Evitar produtos supérfluos 

Ao fazer um planejamento financeiro consciente e bem feito você deve considerar acabar definitivamente com os gastos desnecessários e/ou que tenham pouco retorno. E apesar de por vezes parecer que tudo é realmente essencial para o seu negócio, analisando bem, sempre é possível encontrar onde podem ser cortados gastos sem prejudicar a produtividade do negócio.

Ao fazer isso você mantém o foco de despesas somente naquilo que é realmente essencial a sua empresa, facilitando por consequência o seu controle financeiro. Para te orientar nessa missão você poderá utilizar como base a planilha de despesas que citamos no tópico anterior. 

  • Investir para lucrar

Uma coisa é certa, para sua empresa crescer e ter lucros maiores você precisa estar constantemente investindo nela.  Inicialmente realizar investimentos maiores do que aqueles estabelecidos para abertura da empresa pode parecer até mesmo impossível. Porém é preciso sempre ter essa regra em mente, pois o mercado é competitivo e se você não se atualizar pode acabar ficando para trás.  

E lembre-se, investimento não significa necessariamente colocar mais dinheiro na empresa, mas também a ação dos gestores do negócio se atualizarem com informações relacionadas ao serviços e/ou produtos oferecidos, do mercado que ele atua e também com as tendências de comportamento da economia. 

CashMe para ajudar nas contas 

Perdeu o controle das contas da sua empresa e mesmo estando com o propósito de organizar suas finanças está difícil normalizar a situação por conta de dívidas passadas? Nesse caso, contratar um empréstimo consciente e realista com a sua capacidade de pagamento pode ser a solução mais acertada. 

A CashMe oferece empréstimos com imóvel de garantia e com taxas inferiores a 1%. Além disso, é possível realizar o pagamento em até 144 meses, facilitando a organização financeira pessoal.

Faça um orçamento conosco e conheça mais sobre a empresa!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos para você essas noticiais:

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR