Remetente e destinatário: o que é e como preencher corretamente

Remetente e destinatário: o que é e como preencher corretamente
ícone de calendario

Atualizado:
29/04/2022

ícone de calendario

Publicado:
02/03/2022

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Os termos remetente e destinatário estão relacionados às formas de endereçamento utilizadas para enviar cartas e encomendas por meio dos Correios. Enquanto o remetente é aquele que envia, o destinatário é recebedor final. 

Você provavelmente já se viu obrigado a enviar uma correspondência pelos Correios, não é mesmo? Seja uma carta a um amigo, seja de modo profissional – enviando um produto da sua loja para um cliente, por exemplo –, o envio de documentos e objetos deve seguir algumas etapas essenciais. E conhecer a diferença entre remetente e destinatário é uma delas. 

O transporte de cargas no Brasil é centralizado pelos Correios e pelas transportadoras independentes, o que significa dizer que as encomendas são feitas geralmente por serviços terrestres. Dessa forma, toda empresa que vai além da escala regional deve compreender a logística por trás desses serviços – começando pela nomenclatura e etapas do processo.

Quer saber mais sobre como funciona o transporte eletrônico de encomendas no Brasil e como preencher os campos de remetente e destinatário corretamente? Acompanhe o texto a seguir e tire todas as suas dúvidas.

O que é remetente e destinatário?

Qualquer que seja a forma de envio que você escolhe fazer para alguém, é imprescindível que ela siga algumas etapas básicas de logística. E os campos de remetente e destinatário são os mais essenciais desse processo. 

Como os próprios termos sugerem, remetente e destinatário são categorias de endereçamento de correspondências que são enviadas pelo correio. Enquanto o remetente equivale à pessoa ou organização que está enviando a encomenda, o destinatário equivale ao sujeito que recebe. 

Porém, na prática não é tão simples assim, afinal há outras etapas igualmente importantes, dependendo da complexidade do envio. No caso das cartas, esses dois campos são o suficiente para uma entrega/recebimento bem sucedido. Já para empresas focadas em vendas online, é preciso ter mais cuidados – que detalharemos nos tópicos seguintes.

Demais etapas logísticas

Além de remetente e destinatário, muitas encomendas e cartas devem apontar ainda outros atores importantes para uma entrega bem sucedida do objetivo destinado, dependendo da complexidade da entrega. Entre os principais termos envolvendo o serviço de Correios brasileiro, constam:

  • Emitente: todo aquele que emite CT-e, ou seja, empresas responsáveis por realizar serviço de entregas via e-commerce;
  • Expedidor: responsável direto por entregar a encomenda ao transportador, para que este realize a etapa de transporte. Ou seja, o expedidor geralmente é a empresa logística que faz o intermédio entre o remetente e o destinatário; 
  • Recebedor: antes do destinatário final de fato, há a etapa de recebimento em um centro logístico, para que só então seja encaminhado ao destino final; 
  • Tomador: responsável por pagar o frete – pode ser tanto o remetente como o destinatário.

O que é CT-e?

Para além do envio de cartas, o serviço de entregas nacional é hoje dominado pelas correspondências comerciais envolvendo o meio digital. Por isso, o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) é o principal documento fiscal a acompanhar essas entregas. 

A principal finalidade do CT-e é garantir o registro das mercadorias que são transportadas nacionalmente, a fim de assegurar tanto a empresa que envia os itens como as transportadoras responsáveis pela carga. A validade jurídica do CT-e se dá por meio da assinatura do emitente de forma digital, substituindo a etapa manual. 

A emissão do CT-e é obrigatória para toda empresa que realiza transporte de mercadorias de uma cidade/estado a outra. Além dessa formalização, há a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que deve ser gerada para o destinatário que realiza uma compra online, a fim de garantir a comprovação do item.

Quais informações do remetente e destinatário devem ser preenchidas em um envelope?

Agora que você já conhece as principais diferenças entre remetente e destinatário, é essencial que saiba preencher corretamente as informações na hora de enviar uma carta ou produto pelos Correios. Confira a seguir:

Remetente

Os dados do remetente devem conter as seguintes informações:

  • Nome do remetente – pode ser tanto pessoa física como jurídica;
  • Logradouro (nome da rua ou avenida) + número + complemento (número do apartamento e/ou bloco, caso houver);
  • Nome do bairro;
  • Cidade + sigla da Unidade Federativa/Estado (UF);
  • País (obrigatório apenas para remetentes em terras estrangeiras);
  • CEP;

Exemplo de Remetente

Cashme Solucoes Financeiras Ltda

Rua Olimpiadas, 242 – Vila Olimpia
São Paulo – São Paulo
04551-000

Destinatário

Para que a encomenda chegue segura ao destino final, é de suma importância que os dados do destinatário estejam preenchidos corretamente e de forma legível. Para isso, os dados seguem a mesma lógica do remetente:

  • Nome do destinatário;
  • Logradouro + número + complemento;
  • Nome do bairro;
  • Cidade + sigla da Unidade Federativa/Estado (UF);
  • CEP.

Exemplo de destinatário:

Maria Campos

Rua Jorge Sanwais, 450 – Apto 23, Bloco B

Leblon – Rio de Janeiro/RJ

900.41-000

Conclusão

Além de garantir maior segurança para ambas as partes envolvidas, o preenchimento correto de uma encomenda auxilia empresas e remetentes a realizar o correto controle fiscal das entregas. Ainda, evita situações incômodas, como o extravio de cartas e objetos importantes.

No âmbito comercial, o preenchimento inadequado das informações de remetente e destinatário podem acarretar em más avaliações por parte dos clientes, que se veem prejudicados pelo serviço prestado.

Por isso, lembre-se de sempre checar os dados de forma cautelosa, além de ter um bom relacionamento com os serviços logísticos.

Gostou do conteúdo? Aproveite para se manter atualizado sobre outros assuntos envolvendo empreendedorismo por meio do Blog da CashMe.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *