9 formas de captação de recursos financeiros

ícone de calendario

Atualizado:
01/09/2020

ícone de calendario

Publicado:
01/09/2020

ícone de relógio

Leitura de
6 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe


A captação de recursos financeiros é um conjunto de estratégias e processos que tem como objetivo levantar e mobilizar capital para financiar operações empresariais.

Quando você busca por recursos financeiros para a sua empresa, tem a oportunidade de injetar capital em seu negócio visando o seu crescimento. Por isso, captar recursos é importantíssimo para todas as empresas, seja para o capital de giro ou para expandir a organização.

Entretanto, é preciso entender e planejar a real necessidade da captação do recurso e onde ele será investido para que essa decisão não traga malefícios e também seja utilizada de forma estratégica.

Por isso separamos aqui as principais formas para a captação de recursos financeiros para sua empresa.

Mas antes é importante que você entenda: 

O que é e qual a importância da captação de recursos?

De forma resumida, captação de recursos financeiros é uma opção para socorrer o negócio em situações de crise ou para otimizar projetos, tornando esse montante uma aquisição estratégica. Ou seja, captar recursos nada mais é do que buscar aporte para atender a algum propósito na sua empresa.

Entretanto, por mais simples que possa parecer, executar esta ação exige planejamento e cuidado. As possibilidades de aplicação deste capital são incontáveis, ainda mais em situações de crise, por isso ter esse planejamento é tão importante.

Além disso, é fundamental que sejam analisadas diferentes formas de captação de recursos financeiros para empresas. Essa preparação permitirá que você entenda qual é a melhor opção para sua empresa, de acordo com a necessidade.

Para isso, é fundamental levar em consideração suas demandas, características, preferências e assim garantir que os planos do negócio sejam viabilizados com inteligência e segurança.

Quando essas aplicações extrapolam o planejamento financeiro ou a situação da empresa exige intervenção externa para manter sua sobrevivência econômica, a captação de recursos passa a ser uma medida essencial.

A medida pode ser buscada por empresas de todos os tamanhos, segmentos, localizações, carências e assim por diante. O que muda são as formas de captação de recursos financeiros para empresas e as suas condições.

Resumidamente, a diferença está na linha de crédito, na instituição credora, na taxa de juros ao ano, nos prazos e carências, na porcentagem de participação, no tipo de operação, dentre outras especificidades.

Como as opções são variadas, é importante conhecer as particularidades de cada uma e entender as responsabilidades atreladas a elas. Somente assim você terá mais facilidade para entender qual é a solução mais adequada e compatível com a realidade da sua empresa.

Conheça as 7 formas de captação de recursos financeiros para empresas

1. Investimento com crédito próprio

A primeira forma de captação de recursos financeiros para empresas que vamos apresentar aqui é o crédito próprio. Seguindo uma lógica simples, se você não investir no seu próprio negócio, como pode esperar que outra pessoa invista?

Evidentemente, ter esse crédito disponível para intervir na empresa depende de uma variedade de circunstâncias únicas. Por isso, essa é uma forma de captação voltada para negócios maiores ou sólidos.

Não precisa ser uma fortuna e a soma total depende de uma variedade de circunstâncias únicas. No entanto, considere este um lance para si mesmo e priorize-o na captação de recursos financeiros para empresas.

2. Investimento de família e/ou amigos

Embora seja uma opção pouco atrativa inicialmente, esta é uma possibilidade interessante de captação de recursos financeiros para empresas.

Pois, receber o investimento de família ou amigos pode te ajudar a não precisar lidar com diversas burocracias típicas de instituições financeiras tradicionais.

Entretanto, é importante estar atento, pois trata-se de uma ação que envolve pessoas próximas e dinheiro. Por isso, é indispensável conduzir o processo de forma profissional e tratá-los como investidores convencionais.

Para ajudá-lo, crie materiais de apoio, tenha um discurso claro, apresenta vantagens e possíveis ganhos futuros e só mencione valores no final da conversa.

3.  Empréstimos em bancos e credores tradicionais

Umas das opções mais populares e talvez mais buscadas para captação de recursos financeiros no país, são os empréstimos em bancos ou junto a instituições financeiras.

E muito da popularidade se dá por causa das condições favoráveis que podem ser bastante atrativas se você não estiver negativado, com um bom score de crédito, bom histórico de pagador, experiência de mercado, dentre outros critérios.

Como cada empresa possui uma situação financeira própria, é essencial que um planejamento esteja estruturado para buscar as melhores condições de contratação. Além disso, conseguir um empréstimo é uma forma de mostrar a outros possíveis investidores que o negócio é “real” e confiável. Afinal, uma instituição financeira de confiança nacional, assegura o projeto.

4. Investimento com crowdfunding

O crowdfunding é outra forma de captação de recursos financeiros para empresas que merece a sua atenção. Ele funciona como um financiamento coletivo, uma espécie de “vaquinha virtual” que reúne pessoas de toda internet que acreditam em um mesmo projeto.

Para tentar captar recursos com essa solução, a empresa deverá criar uma proposta descritiva que explique todo projeto e cadastrá-la em um site de financiamento coletivo. Uma análise será feita para validar e aprovar ou rejeitar a iniciativa.

Em caso de aprovação, deverão ser estipuladas as metas, o prazo e as recompensas para os doadores. Se o objetivo for alcançado dentro do tempo estipulado, você receberá os recursos arrecadados. Caso contrário, os valores serão devolvidos para os contribuintes do projeto.

5.  Investimento com investidores anjos

Dentre as formas de captação de recursos financeiros que já citamos aqui, o investidor anjo talvez seja o mais difícil de conseguir.

Essa modalidade conta com instruções claras de investimento. Esse investidor pode ser uma pessoa física ou jurídica, e costuma dar preferências a empresas em estágio inicial, que tenham alto potencial de retorno e crescimento rápido.

Além de capital, ele ainda oferece experiência e atua como um conselheiro ou mentor, ajudando na gestão do negócio e utilizando sua network (rede de relacionamentos) para conseguir novos clientes e melhorar o posicionamento da empresa no mercado.

6. Investimento com venture capital

O venture capital, ou capital de risco, é um fundo de investimento de alta rentabilidade e risco voltado para organizações de pequeno e médio porte.

Além de investir capital financeiro na empresa, em troca de equity ou participação acionária, essa forma de captação de recursos ainda pode compreender smart money. Ou seja, pessoas que, além dos recursos financeiros, vão contribuir com orientações e tutorial para o negócio.

Geralmente, o venture capital dá preferência a negócios que já tenham um faturamento considerado expressivo, por isso empresas que estejam começando ou tenham baixo rendimento, não costumam ser fortes candidatas.

7. Investimento com sócio

O investimento de um sócio pode ser uma opção para captação de recursos, já que ele pode entrar no negócio com capital para suprir uma necessidade específica.

Geralmente, o sócio é uma forma de captação de recurso excelente quando você precisa de alguém que te complemente na gestão do negócio. Quando você é uma pessoa com perfil mais comercial e precisa de um sócio com perfil mais administrativo para complementar as suas habilidades, por exemplo.

Desta forma, o sócio entra no negócio para crescer junto com a empresa e, por isso, está interessado em um retorno no longo prazo, desembolsando o capital gradualmente.

8. Empréstimo peer-to-peer

Peer to peer significa empréstimo ponto a ponto. Esse tipo de empréstimo é facilitado pelas plataformas P2P (peer-to-peer), que são um tipo de fintech de crédito.

O peer-to-peer é uma espécie de empréstimo coletivo que reúne várias pessoas e empresas para arrecadar uma quantia específica, solicitada em uma plataforma que oferece o serviço online, de forma rápida, prática e segura.

Com isso a plataforma se interpõe entre o investidor e o tomador de empréstimo. Depois que o tomador de empréstimo paga o empréstimo para a plataforma, ela repassa esse pagamento aos investidores.

9. Investimento por IPO

Outra forma de captação de recursos é o IPO (Oferta Pública Inicial), um processo financeiro que dispõem todas as ações de uma empresa na Bolsa de Valores.

Esta pode ser uma opção interessante para você buscar por novos sócios e recursos para investir no crescimento da empresa. Além disso, isso garante liquidez para aplicar o capital em outros projetos e diversificar o seu patrimônio.

Entretanto, há uma série de exigência extremamente rigorosas para que uma empresa possa ser listada em bolsa de valores, o que faz com que apenas empresas já muito bem estruturadas considerem essa possibilidade.

Conclusão

Como você pode ver, existem inúmeras opções para captação de recursos financeiros para empresas, o importante é que dentre elas você consiga identificar qual é a melhor para a sua companhia.

Caso nenhuma das opções acima seja a ideal para você, existe também a possibilidade de buscar por um empréstimo com garantia de imóvel para empresas.

O texto te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!

Compartilhe nas suas redes sociais!


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR