Quais são os materiais recicláveis e não recicláveis?

Quais são os materiais recicláveis e não recicláveis?
ícone de calendario

Atualizado:
18/12/2020

ícone de calendario

Publicado:
23/12/2020

ícone de relógio

Leitura de
3 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Inúmeros objetos e serviços preenchem nossas rotinas. Dentre estes, há coisas recicláveis ou não recicláveis. Em decorrência das diversas vantagens oriundas da reciclagem e do momento atual o qual encontra-se nosso planeta, é sempre aconselhável optar por alternativas recicláveis e benéficas ao nosso meio ambiente .

Descubra a seguir quais materiais são recicláveis, ou não, e entenda quais são as consequências do lixo na sua vida.

O que é “reciclável”?

Os materiais recicláveis são aqueles que possuem a alternativa de retornar a cadeia produtiva para virar o mesmo produto novamente ou produzir algo novo.

Benefícios e importância da reciclagem  

A separação correta dos diferentes tipos de lixo e sua respectiva reciclagem, quando possível, geram inúmeros benefícios ao meio ambiente e, consequentemente, ao bem estar dos moradores das cidades. Ambientes sem lixo geram mais conforto às pessoas, além de proporcionar cidades mais harmoniosas a todos que nela habitam ou visitam.

Além disso, a reciclagem do lixo aumenta o tempo de vida dos aterros sanitários e gera menos impacto global, visto que a quantidade de matéria prima extraída é diminuída. Somados a isto, a separação do lixo auxilia no processo de reciclagem, visto que potencializa e facilita o destino correto de cada tipo de resíduo.

Uma grande tendência atual que vem ganhando força nos últimos anos é o consumo sustentável, o qual representa um conjunto de ações que buscam diminuir os impactos causados por ações cotidianas das pessoas e acabam gerando consequências negativas no meio ambiente. E um grande exemplo disto é a reciclagem.

Dessa forma, segue lista dos principais materiais que podem ser reciclados ou não, para auxiliar e intensificar seus hábitos de consumo sustentável.

Materiais recicláveis:

  • Plásticos: garrafas, embalagens de produtos de limpeza, potes de cremes, shampoos, tubos e canos, brinquedos, sacolas, saquinhos de leite, isopor (tecnologia necessária ainda é muita cara, mas é possível reciclar) e embalagens pets.
  • Metais: molas, latas, arame, prego, cobre, tampinha de garrafas, latinhas de cerveja e refrigerante, esquadrias e molduras de quadros.
  • Papel: jornais, revistas, caixas de pizza, cartolinas, e embalagens “longa-vida”.
  • Vidro: frascos, garrafas, copos, tampa de forno e potes de conserva.

Materiais não recicláveis:

  • Plásticos: tomadas, espuma, teclados de computador e acrílicos.
  • Metais: Clipes, grampos, esponja de aço e latas de verniz ou solventes químicos.
  • Papel: plastificados, metalizados (exemplo: café), parafinados (exemplo: embalagens de biscoito), carbono, sanitários, papeis sujos de gordura, fotografias, filtro de cigarro, fita crepe e etiquetas adesivas.
  • Vidro: espelhos, boxes, tubos de TV, cerâmicas, porcelanas, pirex, temperados e lâmpadas fluorescentes.
  • Eletrônicos: pilhas, baterias e componentes eletrônicos.

Tendo em mente que estamos tratando de reciclagem para ambientes domésticos ou comerciais, visto que grandes indústrias geram resíduos específicos e particulares, os quais devem ser descartados e reciclados conforme especificações das normas vigentes de suas respectivas áreas.  

Como preparar o condomínio para a coleta seletiva? 

Informe todos os moradores sobre os benefícios da reciclagem, e também sobre as economias que isto acarretará ao condômino em geral. Para isto, coloque alguns cartazes explicativos espalhados pelas áreas de uso comum e mantenha o depósito de lixo bem organizado e limpo.

Conscientização dos moradores e funcionários

A conscientização particular de cada um é essencial para um resultado final positivo, uma vez que tudo começa dentro da casa de cada um. Para isto, segue algumas dicas para potencializar seus hábitos de reciclagem.

  • Facilite a vida dos trabalhadores da coleta seletiva. Higienize as embalagens para facilitar o processo de reciclagem;
  • Separe os tipos de lixo. A separação dentro de casa é essencial para potencializar a reciclagem;
  • Destine corretamente. Jogue cada lixo em sua respectiva lixeira.

É fundamental lembrar que quando o assunto é meio ambiente, as suas ações particulares interferem no futuro de uma nação por inteiro. Por isto, aprimore sempre seus hábitos!

Conclusão

É sempre aconselhável moldar seus hábitos de acordo com os benefícios que isto traz ao planeta que você vive. Optar por produtos e serviços recicláveis, e separar seu lixo corretamente, são ações simples e fáceis, entretanto auxiliam muito na conservação das nossas cidades.

Caso você esteja interessado em aplicar práticas recicláveis em seu condomínio, mas não tem dinheiro suficiente, é possível solicitar um empréstimo para condomínio na CashMe. Temos as melhores taxas do mercado para você!

Gostou do conteúdo ou possui alguma dúvida? Deixe seu comentário e compartilhe em suas redes sociais.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *