Empréstimo débito em conta? Veja como funciona

ícone de calendario

Atualizado:
30/09/2020

ícone de calendario

Publicado:
30/09/2020

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe


Empréstimo débito em conta é mais uma modalidade de crédito pessoal. Seu diferencial é o fato do valor da parcela da dívida ser descontado automaticamente da conta bancária do consumidor. O que pode ser uma vantagem e também uma desvantagem dessa linha. 

São vários os motivos que levam o consumidor à busca por crédito: uma situação de urgência, tirar um sonho do papel, dar início a um empreendimento, acabar com uma bola de neve de dívidas, etc. Para cada uma delas, existirá uma modalidade de crédito mais adequada e, a depender do perfil do cliente, melhores condições de juros e de prazo de pagamento. 

Por isso, é importante que o consumidor pesquise muito para conhecer suas opções e não acabar com um empréstimo mais caro só porque a modalidade é a mais tradicional ou rápida de conseguir. Dessa vez, explicaremos o que é o empréstimo débito em conta para que você possa juntar as informações necessárias e escolher a melhor alternativa para o seu momento de vida. 

O que é empréstimo débito em conta?

O empréstimo débito em conta é um tipo de empréstimo pessoal que se diferencia pelo fato do pagamento ser feito automaticamente (débito automático), sem que o consumidor precise pagar o boleto da parcela. 

Ou seja, mês a mês, no dia combinado para o vencimento, será retirado da conta corrente o valor correspondente à parcela da dívida. 

Como funciona o empréstimo com débito em conta?

O empréstimo débito em conta segue a mesma lógica geral do crédito pessoal, diferenciando-se na cobrança automática da parcela. 

Por exemplo, imagine que você queira fazer um um empréstimo débito em conta e opte por uma parcela de R$ 250,00, com vencimento para todo dia 25. Todo mês, nessa data, o banco irá retirar da sua conta o valor de R$ 250,00.  

Mas, atenção, a efetivação e a finalidade do débito devem ser discriminados no extrato da conta corrente conforme acordado em contrato. Segundo matéria publicada pelo UOL, o consumidor deve declarar no contrato se permite ou não que o débito automático para pagamento de crédito seja feito mesmo nos casos em que o débito usará o limite da conta, fazendo o consumidor entrar no cheque especial. 

Por isso, é importante estar atento e revisar bem os termos do contrato. 

Essa modalidade de crédito pessoal costuma estar disponível para um público amplo, variando, é claro, de instituição para instituição. 

Geralmente, quem pode fazer empréstimo débito em conta são empregados vinculados à CLT, aposentados do INSS e seus beneficiários, funcionários públicos e militares. A modalidade também é uma opção de empréstimo para autônomos. 

Como fazer empréstimo débito em conta

O consumidor que estiver interessado na modalidade deve procurar a instituição de sua preferência e solicitar o empréstimo. É recomendado fazer uma simulação de empréstimo antes de tudo. 

Depois da solicitação, o banco faz uma análise de crédito para avaliar fatores como score de crédito e dados pessoais. Só então é emitido um contrato para assinatura. Em seguida, o dinheiro é depositado na conta indicada.

Esse é um procedimento geral adotado nas solicitações de empréstimo, podendo contar com mais ou menos etapas. Algumas instituições, por exemplo, dispensam a análise de crédito, tornando mais fácil conseguir empréstimo para negativados. 

Entretanto, isso provavelmente fará com que as taxas de juros sejam mais elevadas, pois a análise de crédito é um passo importante para que os bancos identifiquem o potencial de inadimplência do consumidor. 

Por outro lado, a característica principal do empréstimo débito em conta faz com que o banco tenha uma certa garantia do recebimento mensal da parcela, pois a retirada é feita automaticamente da conta do cliente – evitando que o pagamento seja esquecido ou não realizado caso o consumidor escolha priorizar a quitação de outros boletos. 

Hoje em dia, muitas instituições já oferecem esse procedimento de forma totalmente online. É importante ficar atento a alguns procedimentos básicos para evitar empréstimo fraudulento como checar na lista do Banco Central as instituições autorizadas a oferecer empréstimo. 

Além disso, é fundamental fazer uma pesquisa aprofundada para escolher as melhores taxas de juros e analisar se essa modalidade é, de fato, a mais vantajosa para você

Qual a diferença entre empréstimo débito em conta e empréstimo consignado?

Apesar do débito ser automático, é importante entender a diferença entre empréstimo consignado e o empréstimo débito em conta. 

No consignado, o valor é retirado do salário ou do benefício do INSS, por exemplo. Dessa forma, o valor líquido depositado na conta corrente já vem descontado de acordo com a parcela do mês. 

Nele, o empréstimo é atrelado ao salário ou benefício. No empréstimo por débito em conta, o valor é descontado do saldo da conta corrente. 

Outro fator é a margem de crédito consignado. No empréstimo consignado existe um valor limite que o consumidor pode pedir de crédito a depender do quanto ele recebe de salário ou benefício. 

Empréstimo com débito em conta vale a pena?

Um dos passos fundamentais na tomada de decisão para solicitar um empréstimo é questionar-se se o seu orçamento dará conta de uma parcela e, se sim, qual valor ela deveria ter. 

No empréstimo por débito em conta, esse passo é ainda mais importante, pois o valor será retirado automaticamente da conta do consumidor. Portanto, planeje-se e só se comprometa com um valor de parcela que não causará um estrago na sua conta corrente. 

Além disso, as taxas de juros desse empréstimo variam bastante de uma instituição para outra, de perfil de cliente para perfil de cliente. Então, é importante fazer uma boa pesquisa caso você opte por essa modalidade. 

Nessa pesquisa, considere que o empréstimo pessoal sem garantias costuma ter altas taxas de juros quando comparado a outras modalidades de crédito. Pensando nisso, apresentamos outras opções abaixo.

Empréstimo consignado

Essa modalidade, já citada anteriormente, normalmente, apresenta uma taxa de juros mais baixa do que os empréstimos pessoais sem garantia – como o empréstimo débito em conta. 

Isso porque o fato da parcela da dívida ser descontada diretamente do salário ou benefício do consumidor traz uma certa segurança ao banco, diminuindo o risco de inadimplência – fator que conta bastante na hora de definir a taxa de juros de um crédito. 

Cheque especial

Essa é, talvez, uma das modalidades de empréstimo mais conhecida do brasileiro, pois, muitas vezes, o banco já deixa o “limite” pré-aprovado, facilitando o acesso ao dinheiro. 

Entretanto, essa facilidade costuma vir a alto custo já que o cheque especial tem uma das taxas de juros mais elevadas do mercado – a média da taxa de juros do cheque especial, em fevereiro de 2020, ficou em 7,2% ao mês.

Empréstimo com garantia de imóvel

Modalidade é conhecida também como home equity ou refinanciamento de imóvel. Famoso nos Estados Unidos e ganhando espaço no Brasil, o empréstimo com garantia de imóvel tem uma das menores taxas de juros do mercado. 

Outra vantagem são os longos prazos de pagamentos e altos valores de crédito, que podem chegar em até 60% do valor avaliado do imóvel.  

Empréstimo com garantia de veículo

Essa é outra opção de empréstimo com garantia que pode apresentar taxas de juros mais baixas que o empréstimo débito em conta. 

O veículo ficará em alienação fiduciária e precisa estar quitado e no nome do consumidor que irá solicitar o empréstimo. O valor do crédito vai depender da avaliação do bem. 

Conclusão

Com essas informações em mente, agora você já pode analisar se o empréstimo débito em conta é, de fato, a melhor opção para você. Lembre-se que o grande diferencial dessa modalidade é a cobrança automática na conta corrente do consumidor, ou seja, o pagamento da parcela do empréstimo não depende do pagamento de boletos mensais. 

Mas, se você procura um valor maior de crédito e se interessou pelas modalidades que usam bens para conseguir melhores taxas de juros, o empréstimo com garantia de imóvel pode ser uma boa opção! Faça uma simulação e saiba como obter essa modalidade de empréstimo online com garantia, de forma rápida e segura e com as taxas mais baixas do mercado.


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR