7 passos para aplicar tecnologia em negócios imobiliários

ícone de calendario

Atualizado:
26/08/2020

ícone de calendario

Publicado:
26/08/2020

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe


Tecnologia em negócios imobiliários é o uso de ferramentas que proporcionam ao cliente uma experiência com a imobiliária de forma digital e inovadora. Ou seja, isso possibilita, por exemplo, que o proprietário visite o imóvel virtualmente. Só isso já garante economia de tempo, dinheiro e burocracia.

Diante das recentes crises no setor imobiliário e da expectativa de que surgirão grandes oportunidades, fica evidente a importância da reinvenção do mercado, que deve se manter criativo e inovador para acompanhar o ritmo de aquecimento.

A compreensão de como esses recursos tecnológicos disruptivos não só podem como devem ser aplicados é fundamental para a sobrevivência das imobiliárias. Por isso é importante que você saiba quais tecnologias pode começar a colocar em prática na sua empresa e desfrutar dos benefícios que essas inovações garantem.

Veja abaixo os 7 passos principais para que você saiba como aplicar tecnologia em negócios imobiliários:

1º Busque por soluções imobiliárias

Os softwares de gestão empresarial são uma tecnologia em negócios imobiliários que permitem a automatização de tarefas, reduzem a burocracia e impulsionam a transformação digital em uma imobiliária.  As plataformas de gestão possuem recursos voltados para as necessidades deste setor, como, por exemplo, o controle de pagamento de aluguéis para o combate a inadimplência.

Outro grande diferencial desta solução, é a integração. Já que é possível inserir rapidamente novos produtos no site, o controlar vendas e a monitorar índices importantes, como o tempo de visitação ou número de conversões em vendas.

Softwares de gestão imobiliária ainda podem ser integrados a sistemas CRM (Customer Relationship Manager ou Gestão de Relacionamento com Clientes), que organizam os contatos da empresa e ajudam a visualizar as preferências de públicos segmentados, melhorando o embasamento para ações de marketing direcionadas, por exemplo.

2º Facilite o fechamento de contratos com a assinatura eletrônica

A burocracia envolvendo contratos de locação no papel pode fazer com que a concretização de negócios demore dias ou, às vezes, até semanas! Especialmente para clientes que têm certa urgência em se mudar, essa lentidão representa uma frustração imensa. Ou seja, para o locatário e a imobiliária, a espera significa prejuízo.

Em Junho deste ano o Governo Federal editou a Medida Provisória 983/2020 que simplifica o envio de documentos e uso da assinatura digital para documentos legais. Com isso, além de ser mais seguro e transparente para os clientes, a assinatura eletrônica também reduz o tempo de trânsito que o documento físico precisaria percorrer até circular pelas mãos de todos envolvidos na transação.

Entretanto, é importante destacarmos que, apesar da assinatura eletrônica já ser aceita para contratos de locação, a compra e venda de imóveis ainda exige um documento físico com a assinatura no papel, além de uma jornada maior e um processo burocrático muito mais complexo para sua concretização.

3º Use a realidade virtual para visitas nos imóveis

Também chamada de RV ou VR, a realidade virtual ainda é uma tecnologia em negócios imobiliários relativamente recente, mas já provou ser uma excelente ferramenta para apresentação de imóveis.

Com ela, um potencial cliente pode conhecer dezenas de apartamentos, casas ou salas comerciais sem precisar ir fisicamente até eles, por meio de uma experiência imersiva. É possível também ver um imóvel que ainda está na planta e até testar diferentes decorações e revestimentos.

Outro fator muito positivo para as visitas virtuais, é a redução de custos para o cliente e também corretores, já que não é preciso ir em inúmeros imóveis para visita. O que, consequentemente, faz com que a visita presencial aconteça quando o possível proprietário esteja de fato interessado em alugar ou comprar.

Isso também faz com que a tomada de decisão seja mais assertiva, já que o cliente dispõe de fotos do local e plantas baixas e a experiência da visita virtual. Além da VR, outra ferramenta similar que pode ser empregada é a realidade aumentada (AR). Enquanto na virtual, o usuário visita um ambiente totalmente digital, a AR é capaz de incrementar um local físico na tela de um dispositivo com câmera. Com isso, é possível usar aplicativos de AR para, por exemplo, testar cores de tinta nas paredes ou verificar se um móvel vai caber no ambiente.

4º Utilize mapas interativas para localização

A localização pode ser o fator decisivo para o fechamento de um negócio, assim como ele também pode determinar o valor do imóvel. Por isso, é importante que o uso da tecnologia em negócios imobiliários também seja aplicada para valorizar a localização. 

E isso é possível através dos mapas interativos que são uma excelente alternativa para quem quer ter acesso ao conteúdo de forma ágil, simplificada e intuitiva. Através de telas touchscreen, seus clientes podem ter um contato muito mais próximo com as opções de plantas disponíveis da cidade ou bairro, por exemplo.

Isso permite que qualquer informação sobre a localização esteja a apenas alguns toques de distância, permitindo uma visão exclusiva dos ícones desejados, e criando uma experiência única que une informação, praticidade e interatividade.

Com os mapas interativos, o cliente também consegue analisar as rotas entre o imóvel e seu trabalho para calcular o tempo do trajeto. Essa é uma ferramenta importante no atendimento e pode ser considerada um diferencial para fechar negócio.

5º Proporcione interação entre o cliente e o empreendimento

Se você ainda utiliza panfletos e brochuras para compilar os locais disponíveis, a planta baixa ou qualquer outra informação para apresentar a seus clientes, saiba que esta estratégia está mais que ultrapassada. Afinal, se hoje dispomos de telas touchscreen para realizar inúmeras funções e visualizar tantos itens em alta resolução, por que não utilizar essa tecnologia em negócios imobiliários?

Ao implantar soluções como catálogos digitais, você estará oferecendo um novo nível de inovação e experiência para seus clientes. Sabendo que eles estão acostumados a folhear velhos e pesados fichários com as opções disponíveis de imóveis, o contato com todas as funcionalidades de uma tela multitoque irá, no mínimo, impressionar.

6º Apresente a planta do imóvel em detalhes

O recurso multitoque, que é a possibilidade de identificar toques simultâneos em uma tela, reconhecendo diversos gestos interativos dos usuários merece ser destacado como uma tecnologia em negócio imobiliários.

Isso porque, através da visualização da planta do imóvel em tela – com a vantagem de poder realizar inúmeros gestos para analisar as imagens – o cliente tem acesso a diferentes perspectivas da planta, além das opções de zoom e giro de itens.

Com essa possibilidade, o cliente analisa a opção de compra ou aluguel nos mínimos detalhes sem sair do lugar. Além disso, essa funcionalidade também possibilita que o cliente visualize opções de acabamento e mobiliário, se for o caso.

7º Invista em todos os recursos tecnológicos disponíveis para divulgação

Os clássicos anúncios de imóveis hoje têm nas redes sociais o seu principal meio de propagação. Os veículos impressos e até mesmo os portais de venda já ficam para trás no quesito efetividade quando comparados com o Facebook, o Twitter e o Instagram, que se tornaram mais uma tecnologia em negócios imobiliários.

Além disso, a velha placa de “vende-se”, com os contatos do corretor, já não tem praticamente nenhum apelo se não estiver disponível também um QR Code que permite, por meio de qualquer smartphone, acesso a todas as informações sobre o imóvel.

Outra inovação do setor imobiliário são os aplicativos, que permitem a criação de anúncios, agendamento de visitas, visualização de fotos e contato direto com corretores. Ferramentas como Quinto Andar ou até mesmo Zap Imóveis, estão entre as tecnologias em negócios imobiliários mais conhecidas.

Conclusão

Entenda que aplicar tecnologia em negócios imobiliários pode ser o diferencial que você está buscando para sua empresa. Com os 7 passos que destacamos acima, poderá proporcionar uma experiência única para cada cliente, além de economizar tempo dos clientes e corretores.

Entretanto, aplicar essas inovações pode ter alguns custos e, caso você não tenha caixa disponível, pode buscar por um empréstimo com garantia de imóvel para empresas.

O texto te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR