Compensa abrir uma empresa MEI? Pode ser muito interessante dependendo de qual seja a área que deseja atuar. Essa modalidade de empresa oferece muitos benefícios para o empreendedor, e não é a toa que teve um crescimento tão acelerado, principalmente nos últimos anos.

Ainda que não seja interessante para certos trabalhos informais, esta pode abranger todas as áreas do mercado. Entretanto, MEI é mais utilizado na internet do que em lojas físicas.

Neste artigo, apresentaremos para você, caro leitor, quais os motivos de se abrir uma empresa MEI. Está que trará para o seu negócio diversos benefícios, tornando-o bem sucedido.

MEI (Microempreendedor Individual)

É a modalidade de empresa mais simples que o existente no país. Com essa alternativa, é possível ter um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) de forma fácil e com baixo custo para formalização. Com esse documento, torna-se capaz de emitir nota fiscal para a venda de suas mercadorias ou prestação de serviço.

Benefícios do MEI

Uma vantagem de ser um microempreendedor é a possibilidade de alcançar mais clientes, se cadastrar em ecommerces ou sites que possa disponibilizar seus serviços. Além do MEI permitir que você tenha direito a Previdência Social (INSS) e acesso a crédito para o seu negócio de forma mais rápida.

Para ter os benefícios de ser formal, é preciso pagar um imposto mensal de, aproximadamente, R$50 por mês.

Como abrir um MEI

É possível abrir seu MEI pela internet, através do seu celular ou computador.

Ao acessar o site, informe:

  • RG
  • CPF
  • Título de eleitor
  • Se você declarou o Imposto de Renda nos últimos 2 anos, é preciso do número do último recibo.
  • Endereço
  • E-mail
  • Telefone/celular

Avalie se vale a pena abrir uma empresa MEI

Para entender se é ou não interessante para você abrir uma empresa MEI, será necessário fazer todo um levantamento de dados referentes a sua atividade rentável.

Nem todo o negócio necessita, se oficializar. Para aqueles que trabalham com o varejo direto, por exemplo, é mais vantajoso se manter informal do que obter um MEI. Vendedores de balas ou outros produtos dentro do metrô, ou na rua, não vem tanta necessidade disto, uma vez que o público-alvo destes é qualquer um que passar próximo ao seu ponto de venda.

Além disso, estes não planejam profissionalizar o seu negócio. Seu único desejo é obter a renda mensal para realizar as suas próprias atividades, além de, claro pagar as contas. Já para aqueles que desejam expandir e tornar sua barraca ou qualquer outro meio informal em algo maior, é extremamente vantajoso procurar pelo SEBRAE e se informar melhor a respeito do MEI.

Este abre portas que podem ser o verdadeiro início do seu sonho. Aqui, você viverá a verdadeira experiência de estar no mercado comercial e como é a rotina de um verdadeiro empreendedor. Além deste fato propiciar a oportunidade de avaliar se este é o caminho que o interessado deseja, ele ainda abre um leque com grandes oportunidades para ser bem sucedido no mercado de trabalho.

Uma empresa MEI pode sim ser expandida, desde que você possua os recursos necessários para tal. Quem possui desta está em contato direto com o mundo empresarial e buscará pelo conhecimento necessário para se tornar uma potência.

Abrir uma empresa MEI x abrir uma microempresa

Ainda que o MEI seja interessante, inclusive para aqueles que desejam expandir, o seu dono deve perceber qual o real objetivo da empresa. Se este planeja permanecer com o seu negócio da maneira como esta, de fato, o Microempreendedor Individual é mais interessante. Entretanto, isto não inviabiliza a expansão. Esta poderá sim ocorrer, mas, para aqueles que planejam crescer, já iniciar como uma microempresa também é uma opção viável dentro do mercado.

Primeiro por que o MEI tem um teto menor que a micro, uma vez que este tem como objetivo atender o empreendedor individual, que procura lucrar mas não tem planos ambiciosos. MEI envolve processos de aprovação mais rápidos e simples. Entretanto, a complexidade adicional de uma microempresa também tem suas vantagens. É muito mais fácil está expandir, uma vez que a transação dos tributos é mais simples e sua identificação rentável é mais perceptível.

Portanto, para aqueles que desejam começar pequenos mas se tornarem grandes ao longo do tempo, a microempresa pode vir a ser mais interessante. Para aqueles que desejam começar, mas ainda não planejam o futuro da empresa, o MEI é a melhor opção.

Vantagens de abrir uma empresa MEI

Para aqueles que buscam por motivos de abrir uma empresa MEI, estes não são poucos. Este modelo irá agregar, e muito, valor para o seu negócio, possibilitando diversas transações. São estas:

CNPJ

O famoso “RG de empresas” pode ser obtido através do MEI. Assim, transações comerciais empresariais se tornam possíveis, visto que muito fornecedores oferecem descontos atrativos para aqueles que pretendem comprar utilizando do CNPJ da empresa.

Além disso, outro serviços e até mesmo planos ficam disponíveis. Quando se trata de pessoa jurídica, diversas vantagens se abrem no mercado. Todos olham para empresas como potenciais clientes fiéis.

Outro fator extra a se investir em serviços para empresas é aumentar o conhecimento de uma marca. Empresas que fornecem para empresas tem um reconhecimento acelerado no merca comercial, além de ,claro, uma cartela de clientes com contratos extremamente valiosos.

Não é pouco o gasto que corporações tem com matérias-primas, outros produtos e serviços que o mercado oferece. Para usufruir destes, o CNPJ se torna indispensável.

Formalização

O MEI oferece a formalização para aqueles que trabalham por conta própria e possuem um faturamento abaixo de R$ 6.700,00 mensais. Assim, para estes, se torna possível fazer a emissão de notas fiscais.

Para aqueles que possuem uma cartela de clientes interessante, estes sabem a importância de se emitir uma NF, visto que está é um pré-requisito de diversas transações em nosso país.

Mas não apenas para isto serve o MEI. Ele também garante a isenção dos tributos federais, tais como: PIS, COFINS, IPI, CSLL e imposto de renda.

Ainda que você deva arcar com uma taxa mensal do serviço, este valor não chega nem perto da quantidade de tributos que outras empresas devem arcar.

Um dos maiores motivos para empresas fecharem em nosso país é por culpa da taxa tributária extremamente elevada. Diversos empreendedores novatos simplesmente não conseguem lidar com tantas cobranças, terminando por assim, terem suas empresas fechadas.

Cenário este que não acontece com uma empresa MEI, visto que a sua taxação é muito menor do que em relação às outras. Tornando a desvantagem do teto de lucro uma vantagem.

Simplicidade

Para se abrir um negócio desta modalidade, não é necessário diversos passos com incessantes assinaturas de papeladas que passam a impressão de que nunca irão acabar.

Sequer é necessário possuir de um contador para conseguir criar a sua organização através do MEI.

Os processos deste são muito mais simples do que  os outros modelos empresariais, permitindo ao empreendedor que possa começar as suas atividades de maneira muito mais rápida.

Claro que este ainda deve arcar com obrigações fiscais. Mensalmente, o dono do negócio deverá fazer uma declaração informando a receita bruta arrecadada naquele mês. Mas esta é uma tarefa simples, visto que todo o processo é simplificado.

Ainda é incluso ao MEI todos os benefícios inclusos por lei, caso este sempre mantenha suas obrigações em dia. Para aqueles que levam a risca estas, poderão usufruir de auxílio maternidade, auxílio doença, e quaisquer outros benefícios oferecidos pelo governo.

Desvantagens de abrir uma empresa MEI

Assim como tudo neste mundo, o MEI também possui desvantagens. Mesmo que seus prós sejam extremamente favoráveis ao dono do negócio, é necessário estar atento aos contras. São estes:

Teto de faturamento curto

Um dos problemas que mais incomodam aqueles que desejam expandir através do MEI é, sem sombra de dúvidas, o teto de faturamento, que se vê preso ao valor máximo de R$ 81.000,00 anuais.

Uma microempresa pode chegar a até, no máximo, R$ 360.000,00 anuais de faturamento. Valor este que é muito mais expressivo que do que de alguém que possui uma MEI.

Assim, a dificuldade de expansão, por mais que esta possa ser feita, é muito maior. Transacionar de MEI para uma microempresa não é impossível, apenas um pouco difícil.

Portanto, para aqueles que planejam começar pequenos e se tornarem, com o passar dos anos, cada vez maiores, a melhor opção é iniciar as suas atividades já como uma microempresa e ir subindo aos poucos.

É individual e somente isso

Como a própria sigla sugere, o MEI se trata de um Microempreendedor Individual. Portanto, se você deseja possuir de um sócio oficial, deverá procurar outro modelo de empresa.

Este fato também é influenciado pela faturamento limitado. Uma sociedade precisa ser muito mais rentável do que um negócio único. Além de que, está terá uma taxa tributária diferente de um MEI, visto que o investimento de duas pessoas, em grande parte dos casos, será maior do que somente uma.

Portanto, para aqueles que procuram criar uma sociedade ou procuram por investidores para se associarem as suas ideias, o planejamento deve ser feito em um cenário onde sua empresa seja uma microempresa ou uma empresa de pequeno porte.

Uma única mão

Para aqueles que procuram abrir uma empresa MEI, é permitido ter sob seu comando somente um único funcionário, e este não pode ter um salário superior ao piso de sua área.

Portanto aqui, é permitido ter ajuda, mas, se o seu produto demanda diversos processos e você precisaria contar com uma equipe para poder otimizá-lo e produzi-lo, abrir um MEI pode não ser a melhor escolha.

Além disso, deve-se levar em conta as responsabilidades fiscais deste funcionário. Seu faturamento mensal já é limitado e fica ainda menor quando se precisa fazer o pagamento do serviço de alguém.

Logo, para que uma empresa MEI possa vir a render frutos, é necessário que o seu criador realize tarefas que este possa fazer sozinho para gerar a sua renda.

Ainda que a ajuda seja bem-vinda, neste caso, ela pode acarretar sérios prejuízos, atrapalhando mais do que ajudando, terminando ou na expansão involuntária da empresa ou no fechamento da mesma.

É interessante investir em empresas MEI?

Apesar destas serem pequenas e realizarem serviços em pequenas escalas, em grande parte destas estão localizadas ideias incríveis que, com o investimento certo, podem a vir se tornar tendências de mercado.

O empreendedor MEI opta por esta pelo fato de ser uma maneira eficiente e barata de dar início a seu negócio. Ainda que existam as Microempresas, as taxas dessas podem ser elevadas para quem está começando e não tem certeza se a sua ideia será viável.

Entretanto, entrar com o aporte financeiro pode ser extremamente lucrativo. Diversas empresas MEIs possuem de serviços e produtos inovadores, que apenas não possuem visibilidade de mercado pela falta de recursos financeiros de seu criador.

É um negócio muito válido de se aplicar o seu dinheiro, e irá trazer ótimos resultados para aqueles que sabem onde apostar.

Abrir uma empresa MEI é totalmente válido

Para aqueles que desejam formalizar o seu produto ou serviço, abrir um MEI é muito importante. Isto lhe proporcionará diversos benefícios a longo prazo, além de te profissionalizar como uma empresa e te trazer visibilidade.

E, para aqueles que desejam dar início a suas atividades ou investir nestas, a CashMe oferece diversos pacotes de empréstimos para mei com preços e taxas de juros que, com certeza, caberão em seu bolso. Coloque todos os seus planos em ação e alcance o lugar aonde você merece estar! Com a CashMe, tudo é possível!

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais!

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.