Dinheiro emprestado: 7 formas de conseguir

ícone de calendario

Atualizado:
13/10/2020

ícone de calendario

Publicado:
13/10/2020

ícone de relógio

Leitura de
7 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe


Dinheiro emprestado é um recurso financeiro que pode ser utilizado a qualquer momento, mas é muito comum em situações de emergência. Nesses casos ele pode ser necessário para quitar dívidas e evitar ter o nome negativado, por exemplo.

Se você não tem uma reserva de emergência e precisa resolver os problemas rapidamente, não há outra solução: precisa pedir dinheiro emprestado. E, para isso, existem diversas possibilidades no mercado, algumas mais vantajosas que outras.

Entretanto, por mais simples que possa parecer recorrer a um empréstimo, é importante destacarmos que essa decisão deve ser tomada com muita responsabilidade e planejamento. Afinal, seja para o banco ou um familiar, você precisará devolver a quantia em algum momento.

Para que você não tenha dúvidas de como conseguir e quais as opções às quais pode recorrer, separamos aqui sete formas de conseguir dinheiro emprestado. Porém, antes de mais nada, é fundamental que você compreenda:

Quando pedir dinheiro emprestado é a solução

Esse tipo de recurso pode ajudar em inúmeras situações. Mas existem alguns casos específicos em que o dinheiro emprestado pode ser sua única opção.

Porém, por ser uma decisão importante, por mais que a situação exija pressa, ela também requer sabedoria, para que você não cometa erros comprometedores. Por isso, veja quando o dinheiro emprestado é a solução que você precisa:

Emergências: 

Muitas vezes, as pessoas entram no limite pré-aprovado do cheque especial ou no rotativo do cartão de crédito para conseguir arcar com os custos de uma emergência. Porém, essas são opções bastante caras, pois os juros são altíssimos.

Quitar dívidas

Às vezes as contas saem do controle e quando você já acumulou muitos boletos em atraso, o que gera uma bola de neve, com multas e juros.

Algumas dívidas são mais fáceis de serem quitadas e podem ser negociadas. Outras, no entanto podem gerar até mesmo perda de um bem, como no caso do atraso de pagamento de parcelas de financiamento imobiliário.

Sonhos e projetos pessoais

Dos dois pontos que citamos acima, este é o que você deve ter mais atenção, pois podem ser situações previamente planejadas. Nesses casos, o dinheiro emprestado deveria ser o último recurso ao qual recorrer. Afinal, é sempre melhor acumular o dinheiro antecipadamente do que pegar empréstimos.

Ainda assim, a quantia desejada pode ser usada para a realização deste sonho desde seja uma decisão tomada com sabedoria. Ou seja, de forma planejada e com calma para evitar imprevistos e dívidas que comprometam seu orçamento.

7 formas de conseguir dinheiro emprestado

Existem algumas opções para obter o dinheiro sem pagar juros altíssimos. Mas para isso é fundamental comparar as taxas e as condições de pagamento em geral para evitar pagar parcelas caras, com juros abusivos.

Abaixo, separamos 7 formas de conseguir dinheiro emprestado, todas têm suas especificidades, que podem ser boas para você ou não. Por isso fique atento:

1. Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é voltado para funcionários públicos e de empresa privada, assim como para beneficiários do INSS. Nesse tipo de empréstimo o valor da parcela mensal é descontado diretamente da folha de pagamento de quem solicita o empréstimo.

A principal vantagem desta modalidade são as taxas baixas, pois utiliza o rendimento salarial como garantia da operação. Desta forma, a instituição financeira entende que o risco de inadimplência é menor, por isso oferece melhores condições de pagamento.

2. Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é destinado apenas à Pessoa Física e costuma ser usado para solicitar valores pequenos, para ser pago em poucos meses. O processo para conseguir o dinheiro emprestado costuma ser rápido por não envolver muitos trâmites e exigências. Se aprovado, o valor é liberado na conta corrente em poucos dias.

Porém, apesar de ser mais rápido, pode ser mais caro por conta dos juros e você deve estar atento a isso ao buscar por essa opção. Faça as contas antes de decidir se esta é a melhor opção.

3. Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia oferece condições de pagamento fora da média do mercado. Os juros são mais baixos e os prazos são mais longos. Isso ocorre por que ao colocar um bem como garantia o risco da inadimplência diminui. Assim, as taxas de juros dessa modalidade estão entre as mais vantajosas do mercado. 

Para conseguir dinheiro emprestado por meio do empréstimo com garantia, o bem fica em alienação fiduciária. Ou seja, atrelado à instituição como garantia de pagamento do contrato de empréstimo de dinheiro. Mas isso não muda o fato de que você é o proprietário e que pode continuar a usar o bem como quiser.

4. Antecipação do 13º salário

Neste caso, você deve ir ao banco e pedir a antecipação do seu 13º salário, que normalmente é pago entre os meses de Novembro e Dezembro. Entretanto, por mais que pareça que você está apenas pegando o dinheiro que é seu, para essa antecipação juros serão cobrados. Ou seja, funciona como um empréstimo.

Além disso, a quantia pode variar de acordo com as regras de cada instituição financeira – geralmente o limite gira em torno de 80% do total do 13º salário. Essa diferença de 20% se deve, justamente, à folga necessária para pagar os juros decorrentes da antecipação.

5. Antecipação do Imposto de Renda

Você também pode solicitar um adiantamento da restituição do Imposto de Renda. Para isso, existe um tipo de empréstimo no banco que costuma ter taxas mais baixas que as demais modalidades. Muitos solicitam com a finalidade de trocar uma dívida com juros altos por uma mais barata. Por exemplo, é uma chance de conseguir dinheiro emprestado para se livrar do cheque especial e do rotativo do cartão.

No entanto, na maioria das vezes, o valor é debitado automaticamente pelo banco quando a restituição entra na sua conta corrente. Então, se você não tiver saldo suficiente em conta, isso pode gerar uma nova dívida e atrapalhar ainda mais suas finanças.

Se o contribuinte corrigir a declaração, o total do imposto também é modificado. Mas, a instituição considera o valor do momento da contratação do crédito. Portanto, se depois a restituição for menor, você deverá arcar com os custos adicionais.

6. Amigos ou familiares

O expressão “Amigos, amigos, negócios à parte” existe por uma razão: na maior parte das vezes emprestar ou pedir dinheiro emprestado para amigos ou familiares pode ser um problema.

Entretanto, também pode ser a opção mais rápida e barata, já que não há um contrato e taxas embutidas no empréstimo. Mas é preciso levar em consideração que pode fica mais difícil ficar devendo para uma pessoa com quem você tem intimidade Para evitar constrangimentos, calotes e outros problemas, o ideal é formalizar tudo em um contrato, por mais que vocês já se conheçam, dessa forma, as duas partes se sentem seguras.

7. Cheque especial

O único ponto positivo do cheque especial é a facilidade e agilidade para conseguir o dinheiro emprestado. Por estar disponível na conta corrente, pode ser usado imediatamente.

No entanto, justamente por causa dessa suposta comodidade, as taxas de juros cobradas no cheque especial estão entre as mais altas do mercado. Isso significa que quando você não consegue quitar o débito rapidamente pode pagar até mais do que o dobro do que pegou emprestado.

Por isso, este definitivamente, deve ser seu último recurso e apenas para cobrir pequenos imprevistos. E quando isso acontecer devolva a quantia que pegou emprestada o mais rápido possível para não sofrer com os juros.

Cuidados ao pedir dinheiro emprestado

Como mostramos acima, existem muitas opções para conseguir dinheiro emprestado. Entretanto, também é preciso tomar alguns cuidados para que o que deveria ser uma solução para você não se torne um problema.

Por isso, fique atento aos pontos que destacamos abaixo:

Saiba a sua real necessidade

Pegue o empréstimo somente quando você realmente precisar porque você vai ter de devolver esse dinheiro — e vai pagar juros. Além disso, negocie parcelas que caibam no seu bolso.

Se prepare para a análise de crédito

As instituições financeiras sempre fazem análises de crédito e, quanto maior o risco de emprestar o dinheiro, maiores os juros cobrados. Ou, em alguns casos, o crédito é negado.

Geralmente, nas análises de crédito são levados em consideração itens como sua renda, o seu histórico na própria instituição e em outras, o seu score, a sua idade, a região em que você mora e muitos outros itens.

Fique atento a golpes

Quando a proposta inclui dinheiro fácil, juros baixos, ótimas condições de parcelamento, dentre outros possíveis benefícios, tome cuidado, pois pode ser um golpe.

Não entre em sites ou clique em links suspeitos e também não forneça seus dados pessoais para qualquer um. Procure por formas de pedir dinheiro emprestado confiáveis, que você conhece ou alguém de sua confiança indicou.

Sobretudo, não acredite em ofertas de empréstimo que exigem pagamentos antecipados para liberação do dinheiro.

Analise suas opções com cuidado

Analise com cuidado as opções que você tem no mercado porque existem muitos tipos de ofertas. Algumas instituições oferecem taxas de juros menores, outras oferecem condições melhores de parcelamento. Então, analise várias opções em vez de pegar o primeiro empréstimo que aparecer.

Fique atento a tudo que é cobrado

Você pode até pensar que só são cobrados juros sobre o seu empréstimo, mas não é bem assim. Ao pedir dinheiro emprestado você precisa estar atento ao CET (Custo Efetivo Total), que é a taxa cobrada pelo serviço prestado para ser feito o empréstimo.

Afinal, a parcela de um empréstimo costuma conter taxas relacionadas a seguros e custos administrativos. Além, é claro, da taxa de inclusão de cadastro que algumas instituições cobram.

Conclusão

Dinheiro emprestado pode ser a solução para os seus problemas, mas é importante tomar essa decisão com responsabilidade e planejamento. Avaliar todas as opções, seja em instituições financeiras ou com um familiar, é algo que deve ser pensando com muita calma e sem pressa.

Se você procura uma opção rápida, segura e eficiente, na CashMe você pode solicitar empréstimo com garantia de imóvel e com as menores taxas do mercado.

O conteúdo te ajudou e esclareceu suas dúvidas? Comente e compartilhe em suas redes sociais!


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR