Facebook para Empresas: confira esse guia

Facebook para Empresas: confira esse guia
ícone de calendario

Atualizado:
10/12/2021

ícone de calendario

Publicado:
10/12/2021

ícone de relógio

Leitura de
15 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


O Facebook para Empresas é a vitrine do seu negócio dentro dessa rede social. A criação de uma página é rápida e é o primeiro passo para começar a fortalecer sua presença digital. Depois, ferramentas como anúncios e as lojas podem alavancar suas vendas se alinhadas a uma estratégia de marketing digital.

Você já deve saber que a Facebook Inc. – empresa que controla redes sociais como WhatsApp, Instagram e o próprio Facebook – mudou de nome. Rebatizada para Meta Platforms Inc, como divulgado pela CNN Brasil Business e tantos outros sites, o rebranding, segundo a empresa, vem para concretizar o ‘metaverso’. 

De acordo com o anúncio feito no site da Meta, o ‘metaverso’ é um híbrido das experiências sociais online dos dias de hoje (“feel like a hybrid of today’s online social experiences”). A notícia foi assunto na internet (e também alvo de algumas piadas e memes), que relacionou a mudança ao momento de polêmicas sobre ética que vive a empresa. 

O Facebook para Empresas agora é Meta for Business?   

Colocando de lado as polêmicas, o rebranding para Meta Inc. afeta apenas o nome da controladora dessas plataformas. Ou seja, a rede social Facebook segue com a mesma denominação. Entretanto, a experiência completa para negócios que usam os produtos da Meta (Instagram, Instagram para Empresas, WhatsApp e outros) mudou sim de nome. 

Antes, esse serviço era conhecido como “Facebook for business” ou “Facebook para Empresas”. E, agora, passa a ser chamado de “Meta for Business”. Pode parecer um pouco confuso, mas o gerenciamento de páginas para negócios apenas na rede social do Facebook segue sendo referenciado como “Facebook para Empresas” quando se trata de ações apenas naquela plataforma. 

Assim, aqui neste conteúdo, quando falarmos em “Facebook para Empresas” considere que são informações apenas para essa plataforma do “Meta for Business”, ok? Esclarecida essa primeira parte, vamos ao que interessa: como utilizar o Facebook como um aliado do seu negócio.  

O que é o Facebook para Empresas?

O Facebook para Empresas oferece diversas ferramentas para que empreendedores criem sua presença digital nessa rede e potencializar suas vendas, inclusive, oferecendo o recurso de ‘lojas’ que pode estar conectado ao seu e-commerce, ao Instagram ou finalizando as vendas dentro da própria rede social (explicaremos isso mais à frente). 

Ou seja, com o Facebook para Empresas você pode criar e gerenciar a página da sua empresa, potencializando sua presença e vendas nessa rede social.   

Perfil ou página no Facebook: O que é melhor para o seu negócio?

Sim, aqui falamos em “página” e não em “perfil”, assim como as pessoas com quem você se conecta no Facebook para Empresas se tornam “fãs” e não “amigos”. O perfil fica mais para quem deseja utilizar a rede social para fins pessoais – inclusive, as próprias políticas de uso do Facebook fazem essa diferenciação. 

Outro ponto positivo de criar esse tipo de conta é poder utilizar as ferramentas disponíveis para páginas, tais como: Lojas, Facebook Ads, Estúdio de Criação, Insights com dados de desempenho e muito mais! Por fim, com uma página você não tem limites de conexões, enquanto em um perfil a quantidade de amigos é limitada.

Como criar uma conta no Facebook para Empresas?

Antes de falarmos um pouco mais sobre cada uma dessas ferramentas, vamos te mostrar um passo a passo de como criar uma conta no Facebook para Empresas. Basta que você:

  1. Acesse o link;
  2. Dê um nome à página;
  3. Escolha uma categoria;
  4. Insira uma descrição da página (opcional);
  5. Clique em “Criar Página”.

É válido ressaltar um lembrete da rede social: “somente os representantes oficiais podem criar Páginas de organizações, empresas, marcas ou figuras públicas.”

Pronto! Você deu o primeiro passo para posicionar seu negócio no Facebook. Depois, já é possível inserir uma foto de perfil, de capa e começar a fazer publicações e a personalização da página. 

Como usar o Facebook para promover a empresa?

Ter uma página do seu negócio no Facebook já é uma forma de disponibilizar informações básicas para possíveis clientes que costumam utilizar essa rede social para encontrar dados de localização, contato, reputação ou empresas que possam suprir uma necessidade específica. 

E,  não se surpreenda, apesar do Instagram ter se popularizado e vir ganhando cada vez mais espaço entre os consumidores, ainda há um grande público que utiliza o Facebook aqui no Brasil. Em nosso país, a rede social fechou o ano de 2020 com cerca de 2,8 bilhões de usuários ativos mensais. A depender do nicho do seu negócio, novas oportunidades de venda podem estar ali.

Entretanto, para que essas pessoas encontrem e curtam a página do seu negócio, é preciso trabalhar uma série de estratégias que promovam a sua empresa dentro da plataforma. Quase todas elas estão apoiadas em ações de marketing digital (abaixo deixamos algumas dicas sobre esse assunto). 

Você não precisa ser um expert em marketing e, no começo, pode trabalhar isso por conta própria. Basicamente, será preciso alimentar sua página com conteúdos relevantes para o seu cliente e, paralelamente, divulgar ações de venda (promoções, cupons, descontos especiais etc) e informações sobre seus produtos/serviços. 

Então, depois de criar a página, invista em:

  • Preencher toda a seção “sobre”;
  • Identidade visual para fotos de perfil, capa e eventuais vídeos e imagens em postagens;
  • Publicações periódicas sobre o nicho do seu negócio (por exemplo, dicas de viagem caso sua empresa seja uma agência de turismo, tendências de moda caso seja uma loja de roupa etc);
  • Publicações sobre descontos, valores, serviços e produtos, promoções etc;
  • Convidar pessoas para curtir a página (você pode enviar esse convite para usuários do Facebook);
  • Impulsionar publicações (recurso pago) e criar anúncios (recurso pago).   

Recursos do Facebook para Empresas

Essas ações ficam mais fáceis de executar e trazem resultados mais assertivos (especialmente na questão dos anúncios e impulsionamento de publicações) com os recursos disponibilizados pelo Facebook para Empresas. Conheça eles abaixo!

1. Gerenciador de Negócios

“Todas as suas Páginas e contas de anúncios em um só lugar” é assim que o Facebook para Empresas define o Gerenciador de Negócios, ferramenta para organizar as ações de marketing da sua página, especialmente os anúncios que você paga para a plataforma. Por meio dele, é possível trabalhar na página do seu negócio e em outras das quais seja administrador.

Por meio dele, você cria e rastreia anúncios e também pode incluir um funcionário ou agência prestadora de serviços para atuar junto do gerenciamento das suas páginas e anúncios. Para fazer uma conta no Gerenciador de Negócios do Facebook, é preciso logar na sua conta pessoal e:

  1. Acessar o Facebook;
  2. Clicar em “Criar conta”;
  3. Inserir o nome da sua empresa, seu nome e endereço de email profissional;
  4. Clicar em “Avançar”;
  5. Inserir mais detalhes da empresa;
  6. Clicar em “Enviar”.

Outra forma de ter acesso à ferramenta é aceitar um convite para participar do Gerenciador de Negócios de outro usuário.

2. Estúdio de Criação

Com o Estúdio de Criação, o Facebook para Empresas colocou na mão dos gerenciadores de negócio as ferramentas necessárias para publicar, gerenciar e medir o impacto do conteúdo que você está produzindo na sua página. Para acessá-lo, não é preciso criar nenhuma conta. Basta estar logado na rede social e acessar o site.

Como o Estúdio de Criação, é possível:

  • Ler e responder comentários e mensagens em um mesmo lugar;
  • Acompanhar estatísticas da página;
  • Criar e agendar publicações;
  • Gerenciar postagens impulsionadas e anúncios;
  • Acompanhar a reprodução de seus conteúdos originais e ficar de olho em direitos autorais;
  • Usar trilhas sonoras da Coleção de Sons para editar vídeos.

O Estúdio de Criação também tem uma versão para aplicativo (Creator Studio, disponível para iOS e Android), que facilita o gerenciamento de páginas no Facebook para Empresas.

3. Insights

Essa ferramenta combina uma análise demográfica das pessoas que veem sua página com as pessoas que usam o Facebook. Por meio dela, você pode ter uma percepção do cenário e, a partir disso, criar anúncios mais assertivos dentro da rede social. Ou seja, o Insights te dá mais informações sobre seus usuários e aqueles que sua página deseja alcançar.  

4. Anúncios e impulsionamento de postagens

O Facebook também permite a criação de anúncios (gerenciáveis por ferramentas citadas acima e pelo próprio Estúdio de Criação), sendo essa uma das formas mais fáceis de aumentar o alcance da sua página dentro dessa rede social. Eles podem aparecer no feed de usuários sem necessariamente serem publicados em sua página. Com certeza você já viu alguns deles por aí.

Se você tem uma página no Facebook para Empresas, provavelmente notou um botão ou uma sugestão da plataforma para “impulsionar” alguma postagem da sua conta. Essa também é uma forma de anunciar dentro do Facebook. 

A princípio, anunciar pode parecer um processo complicado, mas é possível de ser feito sozinho pelos passos intuitivos das ferramentas disponibilizadas pela rede social. O próprio Facebook, no processo de criação do anúncio, vai te direcionando para determinar o melhor público e objetivo para aquela ação. 

A longo prazo, o interessante é trabalhar junto de uma estratégia de marketing desenhada por especialistas. Ao final deste artigo, ensinamos como criar um anúncio no Facebook.

5. Lojas

A ferramenta “Lojas” é a resposta para o empreendedor que está buscando como vender no Facebook para Empresas. Elas são criadas dentro do Gerenciador de Comércio, que serve para gerenciar o catálogo e as vendas realizadas na rede social. É importante esclarecer que, para usar o Gerenciador, você não precisa ter uma loja. 

Ao configurar sua Loja, você pode incluir itens do inventário ou importá-los se usar sites parceiros como Shopify e BigCommerce. A finalização da compra de um item visto pelo usuário em sua loja pode acontecer dentro do próprio Facebook ou você pode direcioná-lo para concluir o processo em seu e-commerce.

6. Facebook Blueprint

Muitas informações até aqui, não é mesmo? O próprio Facebook entende o volume de informações necessárias para compreender os recursos que a rede social foi disponibilizando ao longo dos anos para empreendedores e criadores de conteúdo. 

Pensando nisso, o Facebook Blueprint busca fornecer conteúdos educacionais no formato e-learning para quem busca “aprendizado, programas de treinamento e certificações online para aproveitar ao máximo as plataformas de marketing do Facebook.” Entre os temas dos cursos gratuitos estão:

  • Anúncios e impulsionamento de publicações;
  • Como ganhar dinheiro no Facebook;
  • Como configurar uma loja no Facebook;
  • Marketing pela rede social;
  • Vendas online.

7. Facebook Business Suite

Deixamos por último uma das ferramentas mais recentes da plataforma: o Facebook Business Suite, lançado em 2020. Ele tem funções muito similares às do Estúdio de Criação. Inclusive, muitas pessoas estão optando por ele e acreditam que o Estúdio será descontinuado aos poucos. 

O nome já diz: o Facebook Business Suite reúne em um mesmo lugar todas as ações necessárias para gerenciar sua conta. Com ele, você pode ver os Insights, criar e agendar publicações entre suas páginas (inclusive integrando com o Instagram), responder mensagens e comentários, concentrar suas notificações e facilitar a visualização das mesmas, criar e gerenciar anúncios etc. 

Para acessar o Facebook Business Suite, basta estar logado na sua conta do Facebook e acessar o ícone da ferramenta no menu lateral esquerdo. Ele também está disponível na versão desktop e para aplicativo de celular (iOS e Android). 

Como vender no Facebook para Empresas?

Usando essas ferramentas, você pode aumentar o alcance da sua página e potencializar suas vendas através da sua conta na rede social. Uma outra forma de vender no Facebook para Empresas é utilizando o Marketplace, uma função da plataforma que permite que pessoas físicas e pessoas jurídicas anunciem e negociem itens. 

O Marketplace é como um grande shopping dentro do Facebook (fique atento às políticas de uso e aos produtos proibidos de serem vendidos por lá). Ao logar em seu perfil e clicar no ícone dessa função, o usuário percorre uma série de ofertas – desde imóveis para aluguel até peças de roupas, usados ou novos. 

Uma forma de vender pelo Marketplace é expor os itens da sua Loja por lá. Entretanto, o recurso é disponibilizado para usuários do Facebook para Empresas que configurem em suas Lojas a finalização das vendas pela rede social. Esse processo é feito por meio do Gerenciador de Comércio:

  1. Acesse o Gerenciador de Comércio e clique na sua loja;
  2. Clique em “Configurações” (menu do lado esquerdo);
  3. Clique em “Ativos de negócios”
  4. Selecione “Ativar o Marketplace”.

Segundo o Facebook, depois de realizar esse passo a passo, em 24 horas seus produtos já vão aparecer no Marketplace. Se você ficou em dúvidas ou quer saber mais sobre o uso da ferramenta, pode conferir esse guia (em inglês), elaborado pelo Facebook, sobre como configurar e ativar o Marketplace para a sua loja.

Como criar anúncios no Facebook Ads?

Criar uma página, produzir conteúdo, organizar sua Loja, vender no Marketplace… o que mais é possível fazer para usar o Facebook para Empresas a favor do seu negócio? Anúncios! Pequenas ou grandes empresas utilizam esse recurso para aparecer no feed dos usuários que estão dentro do seu público-alvo.

Isso é possível usando o Facebook Ads (ads = anúncio), por onde acontece toda a contratação e criação das mídias pagas para a rede social. Nele, você vai escolher fatores como o formato do anúncio, o público-alvo, quantos dias ele será exibido etc. Tal qual a própria rede social diz em sua página business ads, “Você não precisa ser um especialista para começar a anunciar no Facebook”. 

De fato, como falamos acima, o processo para criação de anúncios é bem intuitivo. Basta ir preenchendo as informações solicitadas. Só que a parte criativa (imagem ou vídeo a ser veiculado, texto da postagem, nome do anúncio etc) vai ficar por sua conta. 

É nesse momento que uma boa estratégia de marketing pode ser valiosa, garantindo que o anúncio não apenas chegue ao público desejado, mas que ele leve a pessoa a realizar a ação proposta na publicação (no Facebook, ele aparece como um botão clicável que te leva a um outro link). 

Essa ação proposta é chamada pelo Facebook e dentro do marketing de Call To Action (chamada para ação), mais conhecida pela sigla CTA, e vem com frases como “Saiba mais”, “Comprar agora”, “Baixar”, “Assista ao vídeo” etc. 

Passo a passo para criação de anúncio no Facebook

Dito isso, confira abaixo um passo a passo de como criar um anúncio no Facebook para Empresas

  1. Acesse o link do Gerenciador de Negócios ou Estúdio de Criação ou o Facebook Business Suite (na lateral esquerda da página);
  2. Vá na seção “Anúncios”;
  3. Clique em “Criar anúncio”;
  4. Escolha o objetivo do anúncio entre as opções dadas pelo Facebook;
  5. Crie o público-alvo informando localização, idade, gênero, idioma e demais especificações oferecidas pelo Facebook;
  6. Escolha onde o anúncio vai aparecer (Facebook, Messenger, Instagram e até mesmo o tipo de dispositivo utilizado pelo usuário);
  7. Determine seu orçamento e a duração de exibição do anúncio (para saber quanto a ação vai custar);
  8. Escolha o formato do anúncio (foto, vídeo, carrossel, stories, mensagem no Messenger, apresentação multimídia, coleção, anúncios interativos);
  9. Adicione a mídia e o texto criados para o anúncio;
  10. Conclua o pedido e a compra do anúncio.

Pronto! Seu anúncio terá sido criado e você já vai poder acompanhar a performance dele e a interação dos usuários. Se você deseja estudar um pouco mais a fundo os termos que aparecem nesse passo a passo de criação, talvez seja interessante fazer o curso de anúncios oferecido pelo Facebook Blueprint (é rapidinho! Em 15 minutos você conclui a aula).

5 dicas para começar seu marketing digital no Facebook

Agora que você já sabe bastante sobre o funcionamento, ferramentas e possibilidades do Facebook para Empresas, vamos apresentar algumas dicas básicas para que você comece a pensar em uma estratégia de marketing digital para a sua página e potencialize sua presença nessa rede social. 

1. Personalize sua página

Ao criar sua página, você já pode adicionar foto de capa e de perfil, além de dar um nome a sua página. Entretanto, o Facebook para Empresas oferece uma série de personalizações para deixá-la mais completa e com a cara do seu negócio. 

No menu lateral esquerdo, no ícone “Configurações”, é possível criar textos de descrição, adicionar vídeos institucionais, mensagens automáticas, mapa com localização da loja física, integrar com a conta de WhatsApp e Instagram e muito mais; facilitando o acesso às informações primordiais para o usuário.

Para páginas que já possuem um tempo de uso e são sempre atualizadas, o Facebook permite a modificação do nome do usuário. Isso é importante, porque interfere na URL (aquele link que fica no endereço do navegador), deixando ela mais amigável. 

Assim, ao invés de aparecer diversas letras e números, a URL da sua página pode ser facebook.com/NomedaEmpresa (por exemplo, facebook.com/CashMeBrasil). Isso também é ajustado na parte de configurações e, com o tempo, pode ficar disponível para a sua conta. 

Ainda na opção de “Configurações”, na parte de “Modelos e abas”, você tem um atalho para criação da sua Loja e da inclusão dessa aba no menu da página. Ali também é possível incluir seções de fácil acesso às áreas “Sobre”, “Fotos”, “Vídeos”, “Serviços”, “Ofertas”, “Empregos”, “Avaliações”, “Live” e “Eventos”. 

Essas são formas de melhorar a experiência do usuário ao visitar a sua página, acessando em poucos cliques as informações que ele procura e as que você considera mais estratégicas para suas vendas.

2. Crie conteúdo sobre o nicho de atuação da sua empresa

Depois de deixar sua página bem personalizada e próxima da identidade visual da sua empresa, invista em postagens de textos, fotos e vídeos que, além de divulgar o serviço do seu negócio, também agreguem conhecimento ou responda às dúvidas do seu cliente sobre o nicho de atuação da sua empresa. 

A produção de conteúdo para uma pessoa que busca os serviços da área de um negócio é a base do marketing de conteúdo. Pense da seguinte forma, quando você está procurando por formas de quitar uma dívida, não te ajudaria bastante saber mais informações sobre negociação, organização financeira, tipos de empréstimo, etapas para solicitar crédito etc?

Se você reflete sobre o que leva uma pessoa a comprar o seu produto, pode ter ideias das perguntas e dúvidas que esse cliente vai ter até entender que o seu serviço é a solução que ele precisa. Paralelamente, é possível produzir conteúdos de novidades e notícias que fidelizem aquela pessoa que já é cliente, mas segue querendo ser atualizado sobre o nicho da sua empresa. 

Invista em postagens que tragam pílulas de conhecimento (X dicas, saiba por que, como fazer, X tendências etc) e outros conteúdos mais aprofundados para mostrar que, além de oferecer um bom produto/serviço, você também é uma autoridade no assunto e referência para quem busca saber mais sobre a área. 

3. Pesquise o comportamento do seu público-alvo no Facebook

Para que esses conteúdos sejam mais assertivos, é fundamental deixá-los com a cara do seu público-alvo. E se engana quem acha que a linguagem e o direcionamento no Facebook é o mesmo das demais redes sociais. É ok trabalhar com postagens integradas entre uma rede e outra, mas também é bom investir em conteúdos específicos para cada uma delas.

Quanto mais personalizado, melhor! E, para isso, você vai precisar entender qual é o comportamento do seu público-alvo dentro do Facebook. Além de utilizar a ferramenta Insights da própria plataforma, vale fazer uma investigação detalhada de quem são as pessoas que seguem sua página e curtem suas publicações. 

Tente analisar que tipo de linguagem elas usam, quais páginas curtem, quais são os interesses e estilo de vida. Assim, você vai poder criar conteúdos mais aderentes e interessantes para essas pessoas, além de ter ideias de tendências comportamentais. Lembrando sempre de manter um posicionamento natural e honesto, sem “forçar a barra” ou se afastar da identidade da sua empresa.

4. Crie um calendário de publicações 

Tendo entendido sobre o que falar e com quem falar, sistematize em um calendário os conteúdos que você deseja publicar. Os anúncios são o ponto principal para dar mais visibilidade a sua página, mas o algoritmo do Facebook também tende a entregar as postagens de contas que são constantemente atualizadas e que respeitam uma periodicidade de publicação. 

Você pode criar uma tabela com os dias do mês e inserir qual a publicação será feita em determinado dia, seu formato e status de produção. Se já estiver com o texto e mídias prontos, use as ferramentas do Facebook para deixar a postagem agendada. O calendário de conteúdo é um processo de trabalho usado pela maioria das agências de marketing, mas também pode ajudar na organização de quem faz a produção por conta própria.

Por que usar o Facebook para Empresas?

Leu todas essas dicas, mas ainda está em dúvida se vale a pena criar uma página no Facebook para Empresas? É certo que ter uma conta vai te trazer um trabalho adicional, porque de nada adianta abrir esse canal de comunicação e não mantê-lo atualizado e atendendo seus clientes que chegam por lá. 

Então, é importante considerar se esse esforço vai te trazer um retorno proporcional. Dê uma olhada nos seus concorrentes e veja se eles têm e como é a presença digital nessa rede social. Analise se as publicações têm bastante engajamento (interação dos usuários como likes, comentários e compartilhamento). 

E não esqueça que o Facebook ainda tem um grande apelo aos brasileiros, podendo ser integrado ao WhatsApp e às vendas do Instagram. Além disso, o gerenciamento de uma página no Facebook para Empresas é intuitivo, sendo pensado para que os empreendedores consigam mantê-la por conta própria e sem grandes dificuldades.   

Conclusão

O Facebook para Empresas foi criado para que empreendedores pudessem desenvolver a presença digital de seus negócios e realizar vendas a partir daquela rede social. Com ele, é possível criar uma página para a sua empresa, inserir informações de contato, fazer publicação de conteúdos, conversar com clientes e até mesmo manter uma loja online.

Para potencializar o alcance e impacto da sua página do Facebook para Empresas, você pode investir em anúncios e em estratégias de vendas. Se quiser profissionalizar essa área e apostar no marketing da sua empresa, conte com a CashMe. Conheça nosso empréstimo online e veja como nós podemos ser o combustível que faltava para o seu negócio.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *