O que é freelancer e como trabalhar como um?

O que é freelancer e como trabalhar como um?
ícone de calendario

Atualizado:
23/11/2021

ícone de calendario

Publicado:
23/11/2021

ícone de relógio

Leitura de
4 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Trabalhar como freelancer, ou “freela”, como dito popularmente, é uma alternativa para muitos profissionais que estão em busca de dinheiro extra, não encontram oportunidades no mercado de trabalho regular ou que querem atuar com mais liberdade e flexibilidade. Você já ouviu alguém usar esse termo? Sabe o que é freelancer?

Freelancer é um termo em inglês que faz referência ao profissional que atua de forma autônoma, prestando serviços ou vendendo produtos para pessoas ou empresas.

Esse profissional não está enquadrado na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e não tem acesso aos benefícios dos trabalhadores do regime. Por outro lado, tem favorecimentos tributários, flexibilidade de horários e a liberdade de não responder a superiores, ou seja, o freelancer é seu próprio chefe.

Se você não está muito familiarizado com o termo ou ainda tem muitas dúvidas quanto à forma de atuação do freelancer, nós vamos te explicar como esses profissionais atuam e como trabalhar dessa maneira. Confira!

O que é freelancer?

O freelancer é um profissional que trabalha por conta prestando serviços para outras pessoas ou empresas, sem ter necessariamente um vínculo formal com elas. Ele é o único responsável por estabelecer uma relação e construir uma reputação com o mercado. 

Esse modelo de trabalho está em alta no Brasil tanto pelas dificuldades econômicas agravadas pela pandemia de COVID-19 quanto pelas diversas vantagens dessa forma de atuação, que envolvem a flexibilidade de horários e a possibilidade de captar quantos clientes o freelancer conseguir atender e, com isso, aumentar sua carteira e seus rendimentos, especialmente no ambiente digital.

De acordo com relatório da Receita Federal, em 16 de outubro de 2021, o Brasil possuía mais de 12,5 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs), que é uma ferramenta do Governo para os freelancers e outros profissionais regularizarem sua atuação. No mesmo período de 2020, o número era de 10,9 milhões. Esses dados apontam um crescimento na atuação de profissionais liberais.

Em quais áreas um freelancer pode trabalhar?

Profissionais de diversas áreas optam pelo modelo de trabalho como freelancer. Graças à internet, é possível trabalhar de casa e prestar serviços para pessoas e empresas à distância com a mesma qualidade do atendimento presencial.

Normalmente, os freelancers atuam em áreas mais relacionadas à tecnologia, como programação, marketing digital, design, desenvolvimento de sites e outras. Mas, também é possível encontrar freelancers em áreas como arquitetura, fotografia, projetos e outros.

Como trabalhar como um freelancer?

Para trabalhar como freelancer, o profissional precisa desenvolver algumas habilidades que o ajudem no auto gerenciamento e na prospecção de clientes. Confira as principais:

Organização

O freelancer precisa ser uma pessoa organizada para dar conta de todas as suas tarefas e prazos, fazer o controle financeiro, precificar seus serviços e manter uma boa comunicação com o cliente. Para não se perder e prejudicar sua imagem no mercado, é essencial buscar formas de se organizar.

Disciplina

Não ter chefe é uma das grandes vantagens da atuação como freelancer. Por outro lado, é preciso ter muita disciplina para cumprir todos os prazos e manter suas tarefas organizadas. Quando o freelancer não tem disciplina, ele pode acabar se distraindo durante o dia e tendo que trabalhar durante a madrugada para entregar seus serviços no prazo. Isso prejudica a qualidade da entrega e faz mal para sua saúde.

Networking

Para conseguir boas oportunidades de trabalho como freelancer, é preciso ter uma ampla lista de contatos. Embora também existam plataformas que conectam os profissionais com os potenciais clientes, ter uma rede de contatos pode abrir muitas portas, especialmente quando o profissional entrega um serviço de qualidade. Quanto mais pessoas você conhecer, mais chances você terá de conseguir trabalhos relevantes.

Definir um nicho de trabalho

No começo da carreira, o freelancer precisa criar seu portfólio e começar a mostrar seu trabalho para o mercado. Por isso, é comum atuar em diferentes áreas ou indústrias. Porém, como esse é um mercado muito competitivo, definir um nicho de atuação pode ser uma ótima estratégia para o profissional que quer se destacar.

Quanto mais especialização o profissional tem naquela área, melhor ele se sai. Se um freelancer é experiente na área de finanças, por exemplo, ele vai conseguir produzir conteúdos cada vez mais ricos e profundos, com grande conhecimento técnico e alta qualidade na entrega de seus serviços. Assim, poderá buscar por clientes mais exigentes e que pagam valores mais altos.

Quem é freelancer precisa ter CNPJ?

Quem é freelancer não precisa necessariamente abrir uma empresa e ter um registro no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas (CNPJ). De acordo com a lei, um profissional liberal ou autônomo pode oferecer seus serviços para outra pessoa física normalmente, sem a obrigação de abrir empresa. Mas, quando os serviços são prestados para uma empresa, a situação muda, já que os estabelecimentos precisam de emissão de nota fiscal como comprovante do pagamento dos serviços.

Uma ótima alternativa para quem quer atuar como freelancer é conferir se sua área de atuação é uma atividade permitida pelo Microempreendedor Individual (MEI). Se for, você pode abrir seu MEI pelo Portal do Empreendedor para regularizar sua situação e poder buscar mais clientes Pessoa Jurídica. O processo de abertura de empresa é todo online e, se sua empresa for digital, leva apenas alguns minutos.

Conclusão

Atuar como freelancer é uma alternativa para diversos profissionais que buscam liberdade e  flexibilidade para trabalhar ou mesmo para aqueles que estão com dificuldades para conseguir emprego. Para trabalhar dessa forma, é necessário desenvolver algumas habilidades e, embora não seja obrigatório, o freelancer que tem um CNPJ e emite Notas Fiscais pode conseguir mais oportunidades de trabalho.

A CashMe tem soluções de crédito com condições especiais para pessoas jurídicas. Se você precisa de dinheiro para investir em seu negócio ou para algum projeto especial, conheça o empréstimo com garantia e faça uma simulação.

Agora que você já sabe o que é freelancer, conte para nós: você acha que compensa atuar como freelancer? Deixe sua opinião nos comentários!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *