Você sabe o que é empreendedorismo digital? Conheça esse modelo de negócios

Você sabe o que é empreendedorismo digital? Conheça esse modelo de negócios
ícone de calendario

Atualizado:
15/06/2022

ícone de calendario

Publicado:
26/01/2022

ícone de relógio

Leitura de
13 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Trabalhar de qualquer lugar, fazer seu próprio horário e ser seu próprio chefe é o sonho de muitas pessoas. Se é o seu também, o empreendedorismo digital pode te possibilitar todas essas coisas.

Mas, para chegar nesse nível, você vai precisar dedicar bastante tempo para estudar todas as possibilidades que a internet oferece, para analisar se você tem perfil para ser empreendedor digital e para fazer um bom planejamento, etapa essencial para ter sucesso em qualquer área.

No texto de hoje, vamos te ajudar a descobrir como criar seu negócio online e como cuidar de sua gestão para alcançar ótimos resultados com ele. Boa leitura!

Índice

O que é empreendedorismo digital?

Se tornar um empreendedor digital nada mais é do que montar um negócio online para vender serviços ou produtos sem um espaço físico. O negócio digital pode ser tanto uma loja online como a criação de um perfil no Instagram ou de um canal no YouTube para se tornar influenciador digital. Mas, essas não são as únicas opções. O leque de possibilidades para quem quer empreender online é muito amplo.

Para começar um negócio seguindo esse modelo, não é necessário fazer grandes investimentos. Além disso, ele permite que o empreendedor tenha toda a flexibilidade que citamos no início desse texto.

Esse formato de negócio traz algumas facilidades para o empreendedor. Por exemplo:

  • Não é necessário ter conhecimentos técnicos para começar. Apesar disso, é sempre importante investir no seu aprendizado;
  • Você pode continuar trabalhando em seu emprego. Como você monta seu próprio horário, você pode continuar estudando ou trabalhando normalmente;
  • O público é receptivo a produtos e vendas digitais. Os consumidores já estão familiarizados e alguns preferem esse tipo de produto aos tradicionais, enquanto outros optam por otimizar combinações, como a compra de livros físicos e digitais ao mesmo tempo;
  • Você não precisa de uma estrutura fixa nem gastos fixos para começar;
  • Você pode se tornar autoridade no assunto ao vender produtos e gerar conteúdos sobre eles.

O que é necessário para se tornar um empreendedor digital?

Além dos instrumentos básicos de um empreendedor digital: computador e acesso a internet, você precisará desenvolver algumas habilidades que te ajudarão a se destacar da concorrência. Confira quais são:

Curiosidade

Para ser um bom empreendedor digital, é necessário aguçar sua curiosidade para poder fazer pesquisas sobre o mercado e o comportamento dos consumidores. Assim, você poderá encontrar seu nicho de atuação e desenvolver soluções para problemas reais de seus possíveis consumidores.

Vontade de aprender mais

Além das pesquisas básicas da área, é necessário voltar a estudar e sempre buscar se atualizar para conhecer todas as mudanças e evoluções que ocorrem no mundo digital. Comece lendo notícias e blog posts como este a respeito do mercado digital e do nicho que você escolheu. Leia livros e todos os materiais disponíveis e procure cursos de atualização online ou presenciais.

Vontade de ajudar as pessoas

O principal ponto do empreendedorismo é identificar problemas e oportunidades e buscar soluções para elas. Lembre-se que soluções simples podem gerar grandes impactos positivos.

Estratégias de monetização

Seu negócio online também precisa gerar dinheiro. Por isso, você sempre precisa buscar maneiras de gerar renda para que seu negócio seja auto sustentável. Por isso, faça alguns questionamentos antes de começar a empreender, como:

  • Qual será o valor do serviço final?
  • Posso oferecer quais formas de pagamento?
  • Vou oferecer uma política de troca ou devolução?
  • O valor cobrado é o suficiente para cobrir os gastos da empresa?

Depois que você conseguir responder a essas perguntas, será bem mais fácil iniciar um negócio digital e lucrativo!

Vantagens de ter um negócio digital

Ter um negócio online traz possibilidades de crescimento muito maiores do que um negócio físico. Confira as principais vantagens do empreendedorismo digital:

Flexibilidade

Você pode gerir seu negócio de onde estiver. O único requisito é ter acesso à internet. Além disso, você pode definir seus próprios horários, metas e ser o principal responsável pelo sucesso de sua empresa digital. Isso tudo sem contar os baixos custos que envolvem um negócio digital.

Possibilidade de alcançar muitas pessoas

Em 2020, o Brasil chegou à marca de 152 milhões de usuários de internet, de acordo com pesquisa do Comitê Gestor da Internet do Brasil. Ou seja, com uma boa estratégia de marketing, o empreendedor digital tem uma grande oportunidade de fazer com que milhões de pessoas, tanto no Brasil quanto internacionalmente, conheçam seu produto. Em comparação, um negócio físico tem sua atuação limitada por barreiras de mobilidade e geográficas. 

Facilidade de escalar o volume de vendas

Quanto mais pessoas conhecem o seu produto ou serviço, mais chances de vendas você tem. As chances de escalar um negócio digital são muito maiores do que em lojas físicas. 

Nicho de mercado digital

O primeiro critério que você precisa levar em consideração no momento de escolher em qual nicho você vai atuar é se aquela área está relacionada a assuntos do seu interesse. Quanto mais você conhecer e gostar do tema, mais fácil será acompanhar as novidades e tendências para poder se destacar. Por isso, leve em consideração esses fatores para definir seu nicho:

Talentos e habilidades

Faça uma lista dos assuntos sobre os quais você tem mais domínio: seus hobbies, atividades em que você se destaca, assuntos sobre os quais seus amigos pedem ajuda e, principalmente, algo sobre o qual você gostaria de falar para o restante de sua vida.

Analise o mercado para saber se existe procura sobre isso

Faça uma análise para saber se você teria clientes o suficiente para viver apenas com a renda de um negócio do segmento com o qual você mais se identifica. Faça buscas online para descobrir qual é a demanda pelo produto ou serviço que você quer oferecer. 

Acompanhe as tendências

Procure identificar quais assuntos são sazonais e quais são procurados durante todo o ano e aposte na segunda opção. Utilize ferramentas como o Google Trends, que mostra como um certo tema evoluiu ao longo de um certo período. Além disso, visite sites e blogs voltados à sua área para saber quais são os assuntos com mais engajamento.

Google trends com resultado sobre empreendedorismo digital
Google Trends

Conheça as autoridades no assunto

Analisar seus concorrentes que já são autoridade no assunto também faz parte de seu planejamento. Busque saber qual é a formação deles, analise seu comportamento, os canais que utilizam, as ferramentas que usam para se atualizar e etc. Tenha-os como referência para o sucesso.

Como ganhar dinheiro com um negócio online?

Você pode tornar seu negócio digital rentável usando diversas estratégias, como:

  • Venda de anúncios;
  • Fazendo divulgações no blog, canal no YouTube ou redes sociais;
  • Divulgando seus próprios produtos;
  • Fazendo parte de um programa de afiliados;
  • Montando um e-commerce;
  • Criando cursos online;
  • Vaquinhas online.

Três itens são essenciais para que seu negócio se torne rentável. São eles: propósito da marca, engajamento e tráfego. Este último contribui com o volume de visualizações e cliques, mas o propósito da marca é o que vai ajudar no engajamento, se esse for seu principal objetivo. Esses três elementos têm a responsabilidade de incentivar o público visitante a clicar ou fazer a compra de certo produto. 

Formas de atuação no empreendedorismo digital

Se você quer abrir um negócio online, saiba que existem diversas possibilidades de atuação, inclusive para quem não tem experiência com vendas na internet. Confira algumas das principais funções que você pode exercer em um negócio online:

Produtor de Conteúdo

Os produtores são os responsáveis por criarem conteúdo online em diversos formatos, como podcasts, e-books ou videoaulas. Para que você seja um produtor, você só precisa ter conhecimento sobre algum assunto que seja útil para outras pessoas.

Afiliado

Os afiliados atuam como representantes comerciais de produtos digitais. Ou seja, eles são os responsáveis pela divulgação dos produtos feitos pelos produtores e ganham uma comissão por cada venda. Quem já tem influência online, mas não quer criar conteúdo próprio pode apostar nessa função.

E-commerce

Por meio das lojas virtuais, é possível oferecer seu produto físico a diversos compradores em todo o Brasil e no mundo. Este é um mercado em grande expansão. Prova disso é que, apenas no primeiro semestre de 2021, o e-commerce brasileiro faturou R$ 53 bilhões.

Startups

As startups são empresas que oferecem soluções tecnológicas e podem começar no ambiente online e acabar migrando para ambientes físicos. De acordo com o Google, o Brasil já tem mais de 13 mil empresas seguindo esse modelo de negócio. Para ter uma startup bem sucedida, o empreendedor precisa identificar um problema e propor uma solução simples e tecnológica.

Influenciadores

A profissão de influenciador digital está em alta atualmente, e motivos para isso não faltam: não existem limites de idade ou de nichos de atuação. Para ser um influenciador, basta ter um canal no YouTube, um blog ou um perfil no Instagram e fazer parcerias com empresas que tenham a sua audiência como público-alvo.

Além dessas parcerias, é possível monetizar o canal e ganhar dinheiro de acordo com a quantidade de visualizações em seus vídeos ou mesmo pela exibição de anúncios por meio do Google AdSense.

Ferramentas que podem auxiliar seu negócio online

Escolher a forma como atuará e seu nicho de atuação no ambiente digital é apenas a primeira parte da tarefa de quem quer empreender online. Isso porque não basta criar um perfil, fazer alguns conteúdos e esperar o dinheiro cair do céu. Existem ferramentas e estratégias que podem ajudar muito seu negócio digital a crescer. Confira algumas delas:

Plataformas de marketing de afiliados

Se você é ou quer ser um produtor digital, além de criar os conteúdos, precisará vendê-los. Para isso, você pode contar com plataformas de marketing de afiliados, que lhe ajudarão na divulgação do seu produto.

Os afiliados cadastrados na plataforma ficam responsáveis pela divulgação em seus blogs, canais do YouTube ou até mesmo por meio de mídia paga. A autoridade deles e o tráfego que eles geram aumentam as chances de vendas do seu produto digital.

Softwares de automação de marketing

Nem sempre o empreendedor digital consegue se dedicar em tempo integral ao seu negócio. Por isso, é essencial contar com softwares de automação que vão te ajudar a programar postagens, enviar e-mail marketing para estreitar o relacionamento com seu público e até mesmo gerar relatórios de desempenho para que você possa saber quais de suas ações tiveram mais sucesso.

Consultoria e eventos

Para captar novos clientes e aumentar sua autoridade no mercado, é preciso inovar. Por isso, os empreendedores digitais também têm a opção de prestar consultorias e criar eventos para atrair a parcela de seu público que tem necessidades específicas relacionadas ao tema.

Passo a passo para começar a empreender online

Assim como em um negócio físico, é necessário muito preparo e planejamento antes de iniciar seu negócio digital, até porque leva tempo para que ele comece a se tornar rentável. Confira os principais itens aos quais você precisa se atentar antes de começar seu empreendimento:

1. Faça um planejamento financeiro

Embora empreender online seja mais barato do que ter uma empresa física, você também vai precisar se planejar financeiramente. Embora os benefícios sejam grandes, não tem como saber se a ideia vai dar certo ou não.

Por isso, se você não tem um investidor nem dinheiro guardado, você precisa buscar equilibrar suas finanças e fazer uma boa gestão financeira. Uma dica é fazer uma reserva de emergência com valor suficiente para cobrir suas despesas fixas pelo período de seis meses a um ano. Também procure fazer ajustes no orçamento e cortar gastos desnecessários.

2. Conheça seus pontos fortes e fracos

Um bom empreendedor digital precisa identificar seus pontos fortes e fracos. Para isso, você pode utilizar a análise SWOT (strengths, weaknesses, opportunities and threats ou forças, fraquezas, oportunidades e ameaças). Esse exercício vai te ajudar a visualizar melhor a forma como você se encaixa no mercado e como deve se posicionar para se destacar.

3. Defina bem seu nicho e produto

No mercado digital, é essencial encontrar um nicho, ou um segmento com características específicas dentro de um mercado amplo. Por exemplo, você pode escolher falar ou desenvolver um produto para cabelos, mas esse é um mercado muito grande. Agora, se você falar ou desenvolver um produto para cabelos ondulados B2, seu público e seu conteúdo serão mais segmentados e sua venda será mais direcionada.

4. Faça uma análise do mercado e dos concorrentes

Busque sempre ler notícias e se informar sobre seu mercado. Além disso, faça uma lista de seus concorrentes, levando em consideração os que são mais relevantes para o público que você quer atingir. Busque fazer análises sobre:

  • Seus sites;
  • Redes sociais;
  • Produtos e serviços oferecidos;
  • Como eles se posicionam;
  • Valores praticados;
  • Como é o atendimento deles;
  • Quais são as formas de pagamento e condições de entrega, etc.

Conhecer bem sua concorrência é ter uma vantagem competitiva sobre ela. Além disso, dessa forma você pode oferecer produtos e serviços realmente diferentes.

5. Faça testes para saber se sua ideia é válida

Ter uma boa ideia infelizmente não é sinônimo de ter um negócio realmente viável. Por isso, antes de lançar seu produto ou serviço, procure responder às seguintes perguntas:

  • Meu produto resolve um problema?
  • Qual problema ele ajuda a solucionar?
  • É possível executar essa ideia de uma forma melhor do que o concorrente faz?
  • É fácil entender essa ideia?
  • Você compraria seu produto se fosse o consumidor?

Se a sua resposta for negativa para qualquer uma dessas perguntas, é hora de rever seu plano para tentar encontrar oportunidades de melhoria. Crie uma versão simples do seu produto, serviço ou site com apenas as funcionalidades básicas para que eles possam operar. Depois disso, faça pesquisas de opinião, testes A/B e solicite opiniões de especialistas de mercado.

Desenvolva as melhorias necessárias com base nos feedbacks recebidos. Assim, você conseguirá lançar um produto mais alinhado com as exigências do mercado e com maiores chances de sucesso.

6. Hora de colocar a mão na massa

Depois de fazer todos os seus planejamentos e análises, é hora de começar a parte prática. Para isso, você deve fazer as seguintes coisas:

  1. Defina o nome do seu negócio, levando em consideração os mecanismos de SEO (Search Engine Optimization) ou as palavras-chave que as pessoas costumam utilizar para pesquisar os negócios. O nome deve ser curto e fácil de escrever;
  2. Desenvolva um logotipo e uma identidade visual para o seu negócio;
  3. Compre um domínio para seu site, se isso estiver em sua estratégia;
  4. Crie perfis nas redes sociais mais alinhadas com sua estratégia.

7. Faça a divulgação do seu negócio

Depois de passar por todas as etapas que mencionamos acima, é hora de divulgar a sua solução para as pessoas. Desenvolva sua ideia com base nesses três principais pilares:

  1. Perfil do consumidor;
  2. Canais de comunicação;
  3. Conteúdos úteis.

Encontre o público interessado em seu negócio e desenvolva conteúdos úteis para ele no momento que ele precisa. As pessoas também precisam ver valor no serviço ou produto para poderem pagar por ele. Toda a sua comunicação deve ser voltada para a persona que você mapeou. Além disso, não se esqueça de desenvolver conteúdos alinhados com as características de cada rede.

Você também pode utilizar estratégias para captar os e-mails de seus clientes ou leads e se comunicar com eles por esse meio. Uma boa lista de e-mails é muito valiosa para o empreendedor, já que quando as pessoas fornecem esse dado, elas estão dando permissão para que você entre em contato com elas. Segmente sua lista e divida os leads de acordo com a etapa do funil na jornada do consumidor para para entregar conteúdo valioso para cada um deles.

Mas cuidado: não compre listas de e-mails prontas. Embora esse pareça um caminho mais rápido, dificilmente essas pessoas terão interesse em seu produto ou serviço.

8. Invista em anúncios

Utilizar a estratégia de anúncios é uma forma rápida e eficaz de alcançar possíveis compradores que ainda não conhecem seu negócio. Porém, você precisa ter muito cuidado para segmentar seu público e criar um conteúdo que seja atrativo para ele.

Depois que o usuário receber sua mensagem, você precisa garantir que ele seja direcionado para outra página que tenha um conteúdo útil para ele. Assim, as chances de ele realizar a ação que você deseja só aumentam.

Você pode fazer anúncios para aumentar a visibilidade do seu negócio no Google, Facebook ou LinkedIn, de acordo com a estratégia do seu negócio. Saiba que não é necessário ter uma grande verba para fazer anúncios nessas redes. Você pode definir o valor e otimizar suas campanhas para conseguir um bom retorno de vendas gastando pouco.

9. Invista em marketing de conteúdo

Usar estratégias de marketing de conteúdo é essencial para quem quer empreender na internet. Crie conteúdos de qualidade para seus leads e seguidores com o foco de responder suas dúvidas até que eles se tornem clientes. Isso pode ser feito por meio de blogs, e-mails, vídeos ou materiais ricos.

Esse tipo de estratégia traz resultados duradouros com baixo custo. Além disso, te ajuda a estabelecer um relacionamento de longo prazo com seus potenciais compradores. Em um segundo momento, eles podem se tornar divulgadores de sua marca, o que ajudará a trazer mais pessoas para sua página.

Como ter sucesso no empreendedorismo digital? Confira dicas!

Se você chegou até aqui, é um sinal de que você está realmente interessado em começar a empreender no ambiente digital. Por isso, confira algumas dicas que vão te ajudar a se dar bem nessa nova empreitada:

Busque desenvolver características de um empreendedor

Por mais que, por enquanto, seu negócio seja só para gerar uma renda extra, é essencial que você busque desenvolver um perfil empreendedor. Dessa forma, você conseguirá despertar sua criatividade e ter a motivação necessária para fazer com que suas vendas só aumentem. Isso também te ajudará a se comprometer com seus consumidores.

Busque controlar as finanças do seu negócio

Mesmo que, inicialmente, você tenha poucas despesas no seu negócio, é essencial ter um bom planejamento e controle financeiro. Busque anotar todos os seus ganhos e despesas e cumprir todos os seus compromissos em dia. Assim, você evita problemas financeiros e consegue aumentar seus lucros.

Faça seu planejamento e defina metas alcançáveis

Fazer um bom planejamento é essencial para iniciar um negócio, mas para garantir seu sucesso, é necessário sempre consultá-lo e fazer as adaptações necessárias, de acordo com a evolução do seu negócio. Além disso, lembre-se de definir apenas metas que você consiga alcançar. Por exemplo, se você quer ter renda suficiente para não precisar ter outro trabalho, estabeleça metas para os próximos meses e anos. Ah, não se esqueça de consultá-las sempre para manter o foco no seu projeto.

Estude sempre sobre marketing e vendas

Vendas e marketing são áreas que estão sempre em evolução. Por isso, o empreendedor digital nunca pode parar de estudar sobre elas. Acompanhe as novas ferramentas de divulgação, acompanhe de perto os indicadores de sua performance, atualizar seus conhecimentos sobre a otimização de conteúdos, monetização e outras áreas. E se acontecer de você cometer algum erro, não desanime: considere os fracassos e erros cometidos como aprendizado.

Tenha um relacionamento com outros empreendedores digitais

Isso vai te ajudar a sempre se manter atualizado, além de te inspirar e abrir portas para parcerias. Mesmo no mercado digital, é essencial cultivar uma boa rede de contatos.

Conclusão

Ter um negócio digital é uma ótima opção para quem quer começar a empreender com baixos custos e possibilidade de ótimos retornos no longo prazo. Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado a ter ideias para o seu novo negócio e funcione como um guia nesse início.

Mas, não se esqueça: se você precisar de capital para investir no seu negócio digital ou físico, conte com o empréstimo com garantia de imóvel da CashMe. Aqui você encontra taxas de juros a partir de 0,72% ao mês + CDI, e ainda tem 168 meses para pagar. É a ajuda que você precisa para fazer seu negócio crescer!

Esse guia sobre empreendedorismo digital foi útil para você? Deixe sua opinião nos comentários e continue acompanhando os conteúdos do blog da CashMe!


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *