ícone de calendario

Atualizado:
02/09/2020

ícone de calendario

Publicado:
02/09/2020

ícone de relógio

Leitura de
6 min

ícone de conversa

Comentarios
0

CashMe

CashMe
Administrator


Empréstimo para CNPJ é o aporte financeiro que muitas empresas precisam para sair do papel, superar uma crise ou simplesmente expandir. Para solicitar empréstimos para CNPJ, é importante organizar os documentos da empresa e escolher a modalidade mais adequada à sua necessidade.

Cheque especial, empréstimo com garantia, linhas de microcrédito e capital de giro são alguns tipos de empréstimo disponíveis para uma pessoa jurídica, ou seja, para um CNPJ. Essa é uma alternativa buscada por muitos empresários que precisaram pensar em saídas de emergência para passarem pela crise financeira provocada pela COVID-19. 

Em julho de 2020, uma pesquisa do IBGE informou que 522 mil empresas fecharam as portas devido à pandemia. Quando bem planejado e analisado, o empréstimo pode ser a solução para que a empresa saia de um mau momento ou inicie um projeto de expansão.

O que é empréstimo para CNPJ?

Um empréstimo é um crédito concedido independente da finalidade que o cliente dará ao dinheiro. Diferente do financiamento, que está ligado a um uso especificado em contrato. 

Um empréstimo para CNPJ é o crédito dado a partir da análise das informações da pessoa jurídica e concedido no nome da mesma. Inclusive, quem é MEI tem direito a empréstimo empresarial também. Dependendo do banco ou instituição financeira, também são analisadas informações da pessoa física. 

Os valores máximos e mínimos, assim como taxas de juros e prazos de pagamento, variam bastante de acordo com o tipo de empréstimo escolhido e, claro, da instituição que oferece.

Como funciona o empréstimo para CNPJ?

Antes mesmo de procurar o banco ou instituição financeira, é importante fazer simulações do valor pretendido. Na internet, é possível encontrar simulador online de empréstimo para CNPJ, permitindo que o cliente já tenha uma noção de onde procurar as melhores condições. 

Já o processo de solicitação de empréstimo seguirá um passo a passo específico em cada banco, mas no geral, costuma ter o seguinte fluxo: 

  1. Simulação: informação do valor pretendido e estimativa de possíveis taxas e prazos de pagamento. 
  2. Solicitação: o cliente faz o pedido. Hoje em dia, já é possível fazer esse passo sem precisar ir até agências físicas, através do computador ou celular. 
  3. Avaliação de crédito: com os dados informados pelo cliente, a instituição faz uma análise da sua vida financeira. Aqui entram pontos importantes como o score de crédito e avaliação do valor do imóvel ou carro no caso de empréstimos com garantia. 
  4. Proposta: após avaliar esses dados, o banco informa ao cliente se o valor solicitado está disponível ou faz uma contraproposta, informando o valor da taxa de juros e o prazo de pagamento. 
  5. Documentação, assinatura e liberação: acordada a proposta, são assinadas as documentações necessárias e o dinheiro é depositado na conta especificada.  

Esse processo pode demorar dias ou semanas a depender da instituição que oferece o crédito. Atualmente, o grande destaque vai para empresas que disponibilizam empréstimos online, diminuindo o tempo de espera e facilitando a vida do cliente. 

A solução é o diferencial de muitas fintechs como a CashMe, empresa do Grupo Cyrela, que oferece empréstimo para empresa com garantia de imóvel em um processo totalmente online. 

Empréstimo para CNPJ vale a pena?

A decisão de contratar um empréstimo para CNPJ deve ser muito bem avaliada, pois o que está em risco é o nome da empresa, que pode ser negativada em casos de inadimplência. Para decidir se essa é a melhor saída para os problemas ou sonhos do empreendedor, é importante responder perguntas como: 

  • O empréstimo é a única ou a melhor saída?
  • Qual o tamanho da parcela que meu capital de giro ou ganhos futuros pode pagar?
  • Qual é o prazo ideal para que eu consiga pagar essa dívida?
  • Qual é, exatamente, o meu plano para aplicação desse dinheiro?
  • Qual é a quantia exata que atenderá minha necessidade?
  • Existe algum bem como imóveis ou automóveis que eu possa usar como garantia para conseguir negociar taxas de juros menores?
  • Estou por dentro das dívidas e projeções de gastos futuros?

O empréstimo vale a pena quando, de fato, tira a empresa da situação atual. No caso de dívidas, o costume de pegar empréstimos recorrentemente para apenas tapar buracos nas contas não é um bom sinal.

Já para as expansões, o investimento deve estar baseado em estudos, em um plano de negócio com metas e uma previsão de resultados para curto e longo prazo. 

Empréstimo para empresas iniciantes

O empréstimo para CNPJ novo é possível, mas, talvez, o empreendedor precise persistir um pouco mais até encontrar um sim. O crédito pode se justificar para casos em que o dinheiro será usado para equipar a empresa, melhorar o atendimento, investir na infraestrutura de uma loja virtual. 

Além disso, o empréstimo para empresas iniciantes é uma das principais formas de obter capital de giro, ou seja, a quantia mínima reservada para manter o negócio funcionando no dia a dia. O microcrédito é uma opção viável para casos como esse por ter uma burocracia menor, pouca exigência de garantias e um valor mais baixo, que costuma ir de R$ 300 até R$ 21 mil. 

Empréstimo para CNPJ na pandemia

O empréstimo para empresas na pandemia tem sido muito procurado para que os empreendedores consigam, pelo menos, manter as folhas de pagamento dos funcionários. Entretanto, em abril, uma pesquisa do Sebrae divulgou que 60% dos pequenos negócios tiveram suas solicitações de crédito negadas

O motivo principal estaria ligado à análise de crédito e o receio que os bancos têm da inadimplência ser ainda maior durante a pandemia. Empreendedores que possuem bens como imóveis podem fugir dessa estatística procurando por empréstimos com garantia, como o home equity, que costuma ter maiores  limites de crédito e maiores prazos de pagamento.

Alguns empreendedores recorrem também ao cheque especial para pessoas jurídicas, conhecido pela facilidade e agilidade de obtenção. Entretanto, essa modalidade está entre os empréstimos com as taxas de juros mais altas.  

Empréstimo para expandir o negócio

O crédito não serve apenas para a solução de problemas. Ele é a escolha de muitos empreendedores para tirar do papel planos e sonhos de aumentar seus negócios. Geralmente, o valor é investido em equipamentos, reformas, novas unidades, etc. É importante elaborar um bom planejamento para o uso e estimativas de retorno do valor investido. Dependendo da quantia necessária, empréstimos com garantia ou o microcrédito podem ser opções para quem deseja expandir.     

Como conseguir empréstimo para CNPJ: 4 passos

O caminho entre decidir se o empréstimo é a melhor opção até a contratação do crédito pode ser longo, mas alguns passos são importantes. Veja a seguir quatro passos que podem ajudar o empreendedor a conseguir empréstimo para CNPJ. 

1. Estudar o tipo de empréstimo adequado

A modalidade de empréstimo deve ser adequada à necessidade da empresa. Como citado anteriormente, situações diferentes – como inícios de atividades, crises financeiras, expansões, etc – requerem soluções específicas. Buscar pelo tipo certo aumenta as chances de conseguir o valor e o prazo mais adequado. 

Entre as modalidades temos o microcrédito, cheque especial, capital de giro, empréstimo com garantia e outros. 

2. Atualizar plano de negócios e balanço da empresa

Alguns bancos solicitam o plano de negócios da empresa durante a etapa da análise financeira. Essa é mais uma forma da instituição analisar as chances do cliente ter, de fato, condições de pagar as parcelas. Em outros casos, solicitam também o balanço da empresa para entender melhor a situação das finanças. 

Uma boa dica é elaborar e revisar o plano de negócios para mostrar que você tem muito bem organizadas as próximas fases e o uso do crédito. Detalhe as projeções do retorno do dinheiro, futuras entradas e saídas de caixa e mudanças na empresa com e sem o investimento. 

3. Escolher o melhor banco para empréstimo para CNPJ

Apesar das modalidades serem as mesmas em grande parte dos portfólios de serviços, as condições de pagamento e taxas de juros variam bastante entre os bancos e instituições financeiras. 

Decidir qual o melhor banco para fazer empréstimo para pessoa jurídica passa por uma pesquisa ampla e uma comparação minuciosa das diferentes propostas de crédito. Faça simulações com diferentes empresas e solicite tudo que será cobrado e colocado como condição no contrato. 

4. Avaliar o Custo Efetivo Total do empréstimo

Por fim, vale lembrar que a taxa de juros não é o único valor cobrado em um empréstimo. Ela é uma parte integrante, e importante, do Custo Efetivo Total, conhecido pela sigla CET. Ele representa o valor que você, realmente, vai pagar no final à instituição e deve ser especificado claramente no contrato.

O CET inclui tarifas, seguro e outros encargos que podem ser cobrados futuramente. 

Conclusão

O empréstimo para CNPJ é uma boa saída quando o empreendedor avaliou a situação financeira da empresa e planejou a forma como o dinheiro será usado e, posteriormente, pago. O processo de decisão envolve também analisar a modalidade mais adequada para o tipo de necessidade do negócio e a instituição que oferece as melhores condições. 

Se a contratação de empréstimo para CNPJ for a sua escolha, avalie as condições de um empréstimo com garantia de imóvel, por exemplo. Ele está entre as modalidades com juros mais baixos e prazos mais longos do mercado. Faça uma simulação do valor desejado e conheça condições de juros a partir de 0,99% ao mês + IPCA.


CashMe

Escrito por CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos para você essas noticiais:

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONCORDAR E FECHAR