Saiba como solicitar financiamento imobiliário para MEI

Saiba como solicitar financiamento imobiliário para MEI
ícone de calendario

Atualizado:
18/11/2021

ícone de calendario

Publicado:
19/11/2021

ícone de relógio

Leitura de
5 min

ícone de conversa

Comentarios
0

Redação CashMe

Redação CashMe


Financiamento imobiliário para MEI é possível de ser feito comprovando renda por meio de Extratos Bancários, Imposto de Renda, Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos e outros documentos. O passo a passo da solicitação é o mesmo de um financiamento para pessoas físicas.

A categoria do microempreendedor individual veio para formalizar uma série de atividades, em especial de prestadores de serviços freelancers. Regularizados, essas pessoas jurídicas passaram a poder usufruir de produtos do mercado financeiro, tais como conta corrente, linhas de crédito para empreendedores e, claro, financiamentos para pessoas físicas, já que agora têm uma forma de comprovar seus rendimentos. 

Quem tem MEI pode financiar um imóvel?

Poder fazer financiamento imobiliário para MEI é uma boa notícia para esses empreendedores e também para as instituições do mercado financeiro, que ganham uma ampla área de clientes para oferecer produtos. Uma matéria do G1, assinada pelo Sebrae SC, divulgou que as microempresas individuais representam 56,7% das empresas do país. 

A mesma matéria registra que, nos primeiros quatro meses de 2021, foram abertas cerca de 1,4 milhão de empresas, sendo que 80% delas são MEIs. Em complemento, de acordo com dados do Simei, existem, em 2021, cerca de  12.709.936 empresas desse porte – considerando todas as Classificações Nacionais de Atividades Econômicas (CNAE)

Assim, logo de início, já afirmamos que o financiamento imobiliário também é uma possibilidade para o MEI. O que pode variar é o valor de crédito que o banco vai oferecer, pois, de modo geral, o faturamento anual máximo dessa categoria de pessoa jurídica é de R$ 81 mil (limite referente ao ano de 2021).

Como funciona o financiamento imobiliário para MEI?

Isso porque os bancos fazem uma análise de crédito para saber se o MEI consegue pagar o financiamento do imóvel e quanto ele consegue, além, é claro, de verificar seu score de crédito e a situação do seu CPF e CNPJ. Essa análise de poder de pagamento não é apenas por se tratar de um crédito para microempreendedor individual.

A etapa de análise de crédito acontece para qualquer pessoa que queira fazer um financiamento habitacional. Inclusive, a solicitação vai passar pelas mesmas fases que uma pessoa física passaria. A grande diferença no modo como funciona a solicitação para MEI está nas formas de comprovar renda. 

Comprovantes de renda do MEI

Essa comprovação de renda do MEI pode ser feita de diferentes formas. Aqui vamos listar as principais delas, entretanto, é importante ficar atento aos documentos requisitados pela banco de sua escolha. 

Como esclarecido sempre pelo Banco Central do Brasil, cada instituição não apenas não é obrigada a conceder crédito, como também pode aplicar suas próprias políticas de avaliação e solicitação. Dito isso, vamos ver como o MEI pode comprovar renda para financiamento imobiliário. 

  • Extratos bancários: alguns bancos aceitam como comprovação de renda os extratos bancários de suas contas correntes. Aqui entram tanto as da pessoa física quanto as da pessoa jurídica. Normalmente, são solicitados os extratos dos últimos seis meses;
  • Declaração de imposto de renda: nessa forma de comprovação, também entram o IR de pessoa física e da pessoa jurídica (Declaração Anual do Simples Nacional – Microempreendedor Individual);
  • Decore: essa é a sigla para Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos. Esse documento é emitido apenas por contadores (profissional que o MEI não é obrigado a contratar, mas que pode recorrer em casos específicos como esse).

Alguns bancos também podem considerar ou mesmo pedir de forma complementar qualquer contrato de prestação de serviço que o MEI tenha em vigência. 

Passo a passo de como solicitar financiamento imobiliário para MEI

Com exceção da forma de comprovar renda, as demais etapas para solicitação de financiamento imobiliário para MEI seguem o procedimento tradicional. Nesse processo, inclui-se a análise do imóvel, uma das grandes diferenças entre financiamento e empréstimo, afinal, o banco precisa saber o valor e estado de conservação do bem que está “comprando”.  

O passo a passo pode variar de uma instituição para a outra. As etapas listadas abaixo são uma combinação do processo, por exemplo, do financiamento imobiliário para MEI na Caixa Econômica Federal. 

1. Escolher o imóvel

O passo mais importante, talvez, é a escolha do imóvel. Isso porque saber qual o valor dele é fundamental para fazer a simulação e verificar quanto poderá ser financiado. Além disso, o MEI precisa garantir que encontrou um imóvel possível de ser financiado, pois muitas ofertas do mercado imobiliário não possuem todos os requisitos, como a ausência de habite-se.

2. Simulação

É possível fazer a simulação online ou direto em uma agência do banco de sua escolha. O lado bom da simulação online é poder verificar em diferentes instituições de quanto seria o valor financiável e ter uma previsão das parcelas, juros e prazos. 

A simulação também abre um canal de comunicação, indicando ao banco um telefone de contato e seu CPF para que te procure caso seu perfil seja de interesse dele.

3. Análise de crédito

Faz parte dessa etapa a checagem de seu potencial de pagamento, score de crédito, regularidade de CNPJ e CPF e, em alguns casos, o saldo do FGTS. Também serão analisados os documentos de todos os envolvidos no processo, isso inclui a documentação do seu parceiro ou outra pessoa caso o financiamento não seja feito apenas em seu nome.

4. Análise do imóvel

Estando tudo ok com os documentos e informações apresentadas, o financiamento imobiliário para MEI segue para a etapa de avaliação do imóvel, bem como dos documentos do bem e do seu proprietário. Além de verificar se todos os requisitos de financiamento são cumpridos pela propriedade, o banco também analisa o valor do imóvel e seu estado.

5. Assinatura do contrato e registro em cartório

Se correr tudo bem com as etapas anteriores e o MEI estiver de acordo com a proposta e regras do financiamento, o banco vai emitir o contrato. Esse documento deverá ser registrado em um Cartório de Registro de Imóveis, chegando então ao momento da entrega das chaves.

Crédito baseado no Sistema de Financiamento Imobiliário 

Aqui na CashMe esse passo a passo é mais rápido, facilitado para que o MEI possa executar o máximo das etapas pela internet. E isso inclui a simulação e a análise de crédito! Só é preciso preencher um formulário online, informando seus dados e os dados do imóvel (o valor total e quanto desse valor deseja-se financiar também).  

Depois de enviar o formulário online, a equipe da CashMe analisa o perfil do MEI e do imóvel escolhido. Os procedimentos de análise de renda do MEI são semelhantes, analisando comprovantes como os citados acima. A depender do resultado da análise, entramos em contato para informar as condições do empréstimo. 

O crédito é oferecido com base no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) e vem com uma resposta rápida. O financiamento cobre até 60% do valor do imóvel e o valor mínimo do bem deve ser de R$ 300 mil. Além disso, em nosso financiamento imobiliário para MEI, também é possível incluir custos com ITBI, registro do imóvel, custos com certidões etc no valor final do contrato.

Conclusão

O financiamento imobiliário para MEI é possível e suas etapas são as mesmas pelas quais passa uma pessoa física: escolha do imóvel, simulação, análise de crédito, análise do imóvel e assinatura e registro do contrato.  A grande diferença está na forma de realizar a comprovação de renda. 

Para o microempreendedor individual, ela é feita por meio de extratos bancários, declaração do imposto de renda de pessoa física e jurídica, Decore. Alguns bancos aceitam contratos de prestação de serviço como comprovante ou documento complementar. Além disso, o valor financiável pode não ser tão alto, pois deve-se levar em conta que o faturamento anual do MEI é de até R$ 81 mil.

É possível conquistar o seu imóvel com o financiamento imobiliário da CashMe. Acesse o site e saiba mais sobre as condições desse crédito, que pode chegar a até 60% do valor do imóvel, com prazo de pagamento máximo de 240 meses.


Redação CashMe

Escrito por Redação CashMe

Equipe de redação de CashMe. Todos os conteúdos são revisados por especialistas do ramo e atualizados periodicamente.


Separamos mais essas notícias para você:

Faça seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CashMe utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e o desempenho deste site, para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.