A permuta de imóveis é uma troca de bens, normalmente equivalentes, e serve como alternativa de pagamento que gera grandes vantagens aos negociantes.

Vender um imóvel ou comprar não é uma tarefa fácil. Para isso é necessária muita pesquisa, ter um dinheiro de entrada na maioria das vezes e encontrar um imóvel com um custo benefício interessante. 

Ao pensar em comprar um imóvel já começamos a planejar como vai ser o pagamento dele, se à vista, financiado ou por meio de empréstimo. Essas opções podem te ajudar, mas você já pensou em uma outra possibilidade: a permuta de imóveis?

Se ainda não pensou você vai conhecer como esse tipo de recurso pode te ajudar na hora de comprar ou vender um imóvel.

Continue a leitura e fique por dentro das nossas dicas para que você feche um bom negócio.

O que é a permuta de imóveis?

A palavra permuta significa troca entre respectivos donos. Sendo assim, a permuta de imóveis é uma troca de bens que serve como alternativa de pagamento que gera grandes vantagens aos negociantes.

Esses bens podem ser: terrenos, casas, apartamentos ou até imóveis comerciais. Porém, nem sempre a troca feita entre os bens precisam ser de igual valor, visto que a diferença pode ser acertada em dinheiro.

A permuta de imóveis se torna uma boa aliada na hora da venda ou compra de imóveis. Isso porque sabemos que não é tarefa fácil ter o valor à vista em mãos, ou por vezes conseguir um financiamento ou um empréstimo.

Ou seja, essa troca facilita a parte mais difícil que é ter o capital e também evita muitas outras burocracias para compra de imóvel.

Conheça as vantagens da permuta de imóveis:

  • Em alguns casos há a isenção do imposto de renda, quando existe torna;
  • Menor burocracia;
  • Fugir dos parcelamentos e altos juros;
  • Ter segurança jurídica;
  • Dispensar o pagamento em dinheiro, em alguns casos.

Pontos negativos da permuta de imóveis:

  • Encontra-se menos opções para esse tipo de negociação no mercado imobiliário;
  • Conflitos e divergências por conta do valor estipulado nas negociações;
  • Ter que complementar, em algumas vezes, o valor em dinheiro quando os imóveis não são equiparados em sua totalidade.

Saiba para quem a permuta é indicada:

Mudanças emergencial

Se você precisa mudar de residência de forma imediata, a permuta pode ser uma boa alternativa. Isso porque vender um imóvel costuma demorar e caso venda às pressas, pode acabar perdendo dinheiro.

Pessoas que tem terreno a ser vendido

Quem tem um lote a ser vendido pode fazer uma permuta com construtoras e trocar parte da área por uma ou mais unidades habitacionais.

Com isso será possível gerar renda assim que os imóveis estiverem prontos.

Quem precisa mudar de cidade ou estado

Às vezes surge uma boa oportunidade na vida sendo necessário mudar de estado ou cidade.

A permuta é uma boa solução na hora de conseguir a nova casa própria em um novo lugar. Ela evita ter que enfrentar algumas burocracias para solicitar financiamento ou alguns tipos de empréstimos.

Investidores que desejam novos ares

Que tal investir em uma nova região ou em outro tipo de imóvel? Quem opta por uma permuta pode testar qual a melhor opção de investimento, em que cidade, estado ou até mesmo apenas trocar de bairro.

Nessa hora de investir tudo é válido, mas tenha muita cautela, pois qualquer erro pode acabar custando caro quando se trata de investimentos.

Portanto, antes de tomar qualquer atitude faça uma análise de mercado e encontre a melhor opção de permuta para você.

Atente-se a importância do contrato

Em toda negociação o contrato é fundamental para estabelecer regras e demais critérios de uma transação.

No caso da permuta de imóveis não é diferente, aliás, é muito importante atentar-se em cada detalhe.

Tenha em mãos a escritura pública do imóvel e coloque no contrato as informações referentes a venda, tributos e a data da entrega dos imóveis.

O que é a torna durante as negociações de permuta?

Torna é o valor dado a mais para equilibrar os valores de imóveis na troca, por exemplo.

Quando não há complementação financeira, ou seja, os imóveis são de valor igual, não existe torna. Assim, a negociação é isenta de imposto de renda (IR) pela Receita Federal.

Porém, existe torna quando há pagamento da diferença de valor entre os imóveis e isso precisa ser indicado no imposto de renda de quem vendeu o imóvel. Vale lembrar que isso inclui os redutores de imposto de renda como ganho de capital, sendo proporcional o pagamento de IR.

Cuidado antes de fechar negócio:

É importante sempre estar atento em todos os tipos de negociações financeiras para não sair perdendo, portanto, sempre preste atenção nos seguintes itens:

  • A avaliação do imóvel precisa ser clara e objetiva, feita por profissionais capacitados, corretores ou imobiliárias (às vezes busque uma terceira opinião);
  • Quem vende precisa avaliar a liquidez do imóvel para não sair perdendo;
  • Divergência de ideais na hora de fechar o valor dos imóveis (precisa entrar em um consenso para que nenhum dos lados saia perdendo na negociação).
  • Fique sempre atento as documentações dos imóveis a serem colocados na negociação.

Saiba quais são os tipos de bens que podem ser permutados:

  • Terreno que é resultado de loteamentos;
  • Terrenos que foram comprados para serem vendidos, construídos ou que estão sem movimentações no momento;
  • Casas;
  • Apartamentos;
  • Lotes feitos por meio de divisão de terreno;
  • Construções comerciais ou residenciais a serem vendidas em unidades.

Vale ressaltar que veículos e cotas imobiliárias não entram como opção para permuta de imóveis.

A permuta de imóveis é um bom negócio?

A partir de todos os apontamentos feitos é possível afirmar que a permuta de imóveis é sim um bom negócio. Porém alguns fatores devem ser analisados antes de fechar esse tipo de negociação, pois é a troca de um bem que está em jogo.

Vender um imóvel não é tarefa fácil, ainda mais em tempos de pandemia. Segundo o Sindicato da Habitação (Secovi-SP), as vendas do mercado imobiliário reduziram 65% em abril. Essa redução se dá em comparativo a previsão feita antes da pandemia para o mês.Portanto, avalie o quanto precisa vender seu imóvel e se esse é o melhor momento. Se estiver precisando de dinheiro rápido, um empréstimo com garantia de imóvel pode te ajudar, faça uma simulação.

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela.

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.