Muitas pessoas se perguntam como abrir uma empresa. O intuito é alcançar a independência financeira, tornando-se um empresário. Se você tem essa mesma vontade, o que acha de receber dicas para abrir um negócio? Afinal, não basta apenas querer tirar os planos do papel. Entender sobre o seu ramo de atuação e sobre o mercado também é importante.

É preciso que você desenvolva habilidades sobre execução e gestão, além de fazer um bom planejamento para impulsionar sua empresa. Além disso, também não dá para descuidar da parte burocrática. Esse ponto é fundamental para que você consiga, de verdade, abrir um negócio.

Há quem acredite que é tão trabalhoso abrir um negócio, que muitas pessoas acabam desistindo antes mesmo de tentar. Porém, com disciplina, organização e foco é possível ter sucesso na sua carreira de empreendedor. E foi por isso que preparamos este artigo.

Abaixo iremos esclarecer algumas dúvidas e dar dicas para abrir um negócio. Não importa se você está pensando em começar agora ou se você já deu os primeiros passos para abrir o seu negócio. Neste guia, está tudo que você precisa saber para ter sucesso na sua jornada de empreendedor. Prossiga acompanhando e boa leitura!

Dicas para abrir um negócio – 1: desenvolva sua ideia

Primeiramente, você precisa definir no que você vai investir. Isso significa que você precisa saber qual a sua área de atuação e o que você pretende oferecer para seus clientes? Qual a dor que você pretende solucionar?

Você não precisa ter tudo detalhado, na ponta do lápis. Porém, se você quer começar um novo negócio, é necessário que você tenha um ponto de partida. E não se preocupe se você for alterando durante o caminho. Isso é normal.

Além disso, também não fique preocupado se suas ideias não surgirem com tanta clareza. Você está começando agora, é normal ficar tudo meio confuso. Conforme você for desenvolvendo sua ideia, ficará mais fácil continuar o caminho para abrir seu negócio.

Dicas para abrir um negócio – 2: conheça o seu mercado de atuação

Se você já tem uma ideia sobre em que vai investir, qual a área de atuação, o próximo passo é entender sobre o mercado. É essencial que você tenha conhecimento sobre o mercado para que você consiga levar seu negócio para frente. Abaixo você confere algumas dicas que podem ajudar:

  • Converse com pessoas que trabalhem na área em que você deseja atuar
  •  Destaque quais são os prós e contras de trabalhar com essa área de atuação
  • Destaque quais são as oportunidades e ameaças que há na sua área de atuação
  • Utilize as redes sociais para entender o seu público-alvo

Dicas para abrir um negócio – 3: defina suas metas e objetivos

Agora que você já desenvolveu sua ideia, já conhece o seu mercado de atuação, pare um pouco e pense: onde você quer chegar? O que você deseja alcançar? O que vai te trazer a sensação de que você concretizou o seu objetivo?

É fundamental que você defina essas metas desde o início. E não as menospreze. É importante que você sempre volte a revisá-las sempre que for possível. Isso porque serão essas metas e objetivos que farão com que você tenha foco e determinação para alcançar o seu sonho. Além disso, elas também servem para lhe dar um novo “gás” quando você estiver desanimado.

Dicas para abrir um negócio – 4: defina qual será o seu investimento

Agora é crucial que você saiba o quanto você pode investir para tirar aquela sua ideia do papel e montar o seu negócio. Quando você define um investimento e trabalha com ele, tudo se torna mais organizado e fácil de entender.

Afinal, lembre-se que o seu retorno financeiro pode não ser imediato. Na verdade, na maioria das vezes não é. Sabendo o quanto você pode investir, você evita dívidas na sua vida pessoal. Dica: crie reservas financeiras para que você consiga dar conta nesse momento inicial.

Dicas para abrir um negócio – 5: converse bastante

Verbalizar o que você está pensando e preparando ajuda a tornar a ideia mais concreta não apenas para você, mas para as pessoas que estão ao seu redor. Fora isso, a conversa ainda te deixa motivado para que você não fique parado no meio do caminho, esperando somente pelas outras pessoas.

A experiência de conversar também vai fazer com que você aprenda bastante. Isso porque quando você explica sua ideia para os outros, ao mesmo tempo que você escuta boas opiniões, você também ouve aspectos que você ainda não tinha pensado.

Vale ressaltar ainda que você precisa estar preparado para se comunicar. É fundamental que você domine conversar sobre o seu plano de negócios. Se for preciso, faça um resumo sobre ele para ficar mais fácil elencar suas ideias.

Além disso, você também deve saber “vender” sua ideia. Seu discurso precisa ser objetivo, inteligente e atraente. É como se você soubesse responder, perfeitamente, a pergunta “Quem é você e o que você faz da vida?”, de forma que a outra pessoa se sinta curiosa e queira sempre saber mais.

Dicas para abrir um negócio – 6: encontre os companheiros certos para realizar essa jornada com você

Lembre-se que empreender não é uma atividade solitária e que você precisa de ajuda. Afinal, você lidará com funcionários, fornecedores, parceiros, clientes… e por mais que você possa gerenciar o seu negócio sozinho, contar com sócios podem contribuir para o futuro do seu negócio.

Para que fique mais claro, você até pode gerenciar a sua empresa sozinho, mas isso dificultará e pode retardar o seu crescimento. Dito isso, é essencial que você encontre os companheiros certos para estar com você nessa jornada.

É importante que você encontre alguém com as características certas. Quem é a pessoa ideal que possui tudo que você precisa para te ajudar nessa missão? Quais são as características que essa pessoa precisa ter e quais são ineficazes?

Acredite: da mesma forma que um bom sócio pode ajudar sua empresa a decolar, um sócio com as características erradas pode ser prejudicial para o seu negócio.

Dicas para abrir um negócio – 7: resolva as questões burocráticas

As questões burocráticas são chatas, mas são fundamentais para fazer o seu negócio dar certo. Afinal, você precisará abrir uma empresa, formalizar, conseguir um alvará, ter CNPJ e etc. Para te ajudar nisso, separamos um pequeno passo a passo:

Encontre um contador

Muitos documentos são necessários para abrir um negócio. Por isso é importante que você conte com a ajuda de um contador para te ajudar nesse processo. Além disso, ele possui todo o domínio técnico para te indicar o melhor sistema tributário, de acordo com o tipo de negócio que você deseja começar.

Contrato social

Você também vai precisar produzir um contrato social para registro no Cartório de Pessoa Jurídica ou na Junta Comercial. Se for necessário, um advogado também pode te ajudar a montar o contrato, explicando tudo que você precisa saber.

CNPJ

Depois de registrar sua empresa, o próximo passo é conseguir um CNPJ. Depois do passo anterior, você irá receber o NIRE – Número de identificação de Registro de Empresa. Com ele você poderá ir até a Receita Federal para obtenção do seu CNPJ.

Alvará da Prefeitura

O alvará permitirá que sua empresa funcione de fato, sem maiores complicações. Você consegue um na prefeitura da sua cidade, levando os seguintes documentos:

  • Formulário disponibilizado pela prefeitura
  • Endereço aprovado por consulta prévia
  • Cópia do CNPJ
  • Cópia do contrato social
  • Laudo dos órgãos de vistoria

Dicas para abrir um negócio – 8: registre sua marca

Muitos empresários acham que registrar a marca não é necessário. Porém, você já pensou no problemão que você vai ter caso crie todas as cores, logo, nomes, cartões de negócio e descobrir que há outro empreendimento com o mesmo nome que o seu?

É por isso que é essencial que você registre sua marca, dessa forma você saberá se nenhuma outra empresa registrou o mesmo nome que você pretende utilizar. Se você possuir dúvidas durante o processo, contrate empresas especializadas em marcas e patentes.

Dicas para abrir um negócio – 9: monte um plano de marketing

Agora que você já sabe todos os passos para abrir um negócio, você precisa montar um bom plano de marketing. E não, você não pode deixá-lo para depois. Afinal, sem um plano de marketing, não tem divulgação e, consequentemente, não tem clientes. E sem clientes não há empresa.

O primeiro passo para montar um bom plano de marketing é definir suas personas. Quem são os possíveis clientes do seu negócio? Para quem você fará vendas? Mas não para por aí. Definir as personas exige muito mais do que essas duas perguntas. Abaixo damos uma dica de quais perguntas você pode usar para encontrar sua persona:

  •   Quem são eles? (qual idade, gênero, nível de renda, hábitos de consumo, ocupação, estado civil, localização geográfica, hobbies e interesses…)
  • Quais são suas maiores necessidades, problemas e desejos?
  • Onde eles buscam informações?
  •  Qual o diferencial do seu produto em comparação com a concorrência?
  • Em que eles confiam?

Com uma pesquisa completa, você conseguirá definir boas personas. Quanto mais assertivo você for, mais você terá chance de atingir o seu cliente com o seu produto ou serviço.

Dicas para abrir um negócio – 10: conseguindo os primeiros clientes

Nessa fase inicial, você pode começar pensando em estratégias de vendas simples, mas eficientes. Veja quais são os benefícios e qualidades do seu produto ou serviço e comece a fazer a divulgação. Para isso, use todas as formas de divulgação possíveis: site, redes sociais, contato presencial e etc.

Lembre-se que propaganda é a alma de todo negócio. Você definiu suas personas e sabe onde encontrá-las. Então, marque presença e faça a sua empresa ser conhecida pelas pessoas.

É importante também que sua estratégia de divulgação esteja alinhada com os objetivos do seu negócio. E tenha cuidado com a presença nas redes sociais. Não basta apenas criar perfis e sites e não alimentá-los. É essencial que você produza conteúdo relevante e de qualidade que engaje o seu cliente e permita que você ganhe autoridade no mundo digital.

Dicas para abrir um negócio – 11: atraia atenção para seu negócio nas redes sociais

Não adianta criar perfis em todas as redes sociais que existem. Você deve focar apenas onde o seu cliente estar. É no Facebook e no Instagram? Então é ali que você vai criar seus perfis. No Twitter e no Youtube? Então você já sabe que caminho seguir.

Não tente “abraçar o mundo com as pernas” porque você não dará conta de atualizar todas essas redes sociais com frequência. Pense apenas nas redes sociais que são importantes para o seu negócio e foque nelas para atrair sua clientela.

Dicas para abrir um negócio – 12: pense a longo prazo

É fácil manter a sua atenção focada no presente, mas não deixe também de pensar a longo prazo. Certamente, você quer que o seu negócio seja um sucesso desde o início. Porém, vá com calma. É melhor que ele cresça devagar, de maneira sustentável do que não crescer, concorda?

Não vá logo pensando que você vai ficar rico no primeiro mês. Pense de forma gradual e assim, você evitará se desgastar com problemas que podem esperar ou que não são importantes.

Dicas para abrir um negócio – 13: tenha motivação e cresça junto com o seu negócio

Se adapte a sua nova rotina. Revise seu plano de negócios. Redefina metas. Trace novos objetivos. Faça as mudanças que forem necessárias para o seu negócio continuar crescendo e prosperando. Acompanhe o ritmo do seu negócio. Mude junto com ele. E não desista.

Busque motivação diária para enfrentar os desafios e siga seus objetivos com convicção. Você vai ver como é satisfatório vencer todos os obstáculos e conquistar o seu propósito de vida.

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas para abrir um negócio. Agora é com você. Busque ajuda, pense com cautela, tenha disciplina, foco, busque conhecimento e não desista dos seus objetivos. Com isso, certamente, sua empresa será impulsionada ao topo.

E para aqueles que desejam um valor para começar a investir em seus negócios, aqui na CAshMe oferecemos este, para que possa mudar a sua vida. Com a CashMe, você vai mais longe!

Veja também:

O que é hipoteca reversa? Entenda todos os detalhes agora!

Divida ativa IPVA: o que fazer para quitar esse débito

10 regras para sobrevivência empresarial

Gostou do texto? Faça uma simulação com a gente! Compartilhe e deixa a sua opinião, queremos saber.

Visite o nosso Instagram

endImage

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50). Empresa do Grupo Cyrela

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 120 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 15 anos (180 meses) com LTV de 43,3% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.685,09, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,04% ao ano.”””


O cashme.com.br (“Website”) é pertencente e operado pela Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (“CashMe”), uma sociedade anônima registrada sob o CNPJ/MF 73.178.600/0001-18

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.