Vela como o empréstimo com garantia pode impulsionar a sua empresa

Sabia que o empréstimo com garantia pode alavancar sua empresa? Calma, a CashMe explica. Confira:

Quando se trata de uma empresa, é importante focar no capital de giro. E não é fácil gerir um negócio, impulsioná-lo, ainda mais quando o capital de giro está em caixa. Muitos empresários torcem o nariz quando lidam com bancos – e quem  pode culpá-los quando as taxas de juros estão tão altas? Contudo, existe uma alternativa com juros baixos que está ficando cada vez mais mais popular entre os empreendedores.

O empréstimo com garantia também é conhecido como refinanciamento e permite trocar as dívidas mais caras por uma muito mais barata. Além disso, é uma forma de concentrar vários débitos em uma parcela só. Também faz com que a empresa possa aumentar o capital de giro do empreendimento e permite que o empresário invista no crescimento do negócio por meio do capital adquirido.

O que é o empréstimo com garantia?

O empréstimo com garantia é uma modalidade de linha de crédito na qual o beneficiário oferece um bem à instituição financeira, como um imóvel ou um carro, conseguindo assim o valor do crédito solicitado. Por oferecer um bom como garantia de pagamento do empréstimo, a empresa bancária irá se sentir segura em aceitar o contrato e as taxas de juros serão menores, assim como os prazos para o pagamento das parcelas serão maiores. No caso de empresas, é considerada uma operação de menor risco.

Após o bem ou propriedade ser colocado no contrato como garantia do empréstimo, pode ser vendido para saldar a dívida em caso de inadimplência. Para a instituição financeira o risco é totalmente reduzido, uma vez que o cliente está comprometido a pagar de qualquer forma. 

Em termos técnicos, esse procedimento é chamado de alienação fiduciária, no qual transfere-se a posse indireta de um bem para uma instituição financeira em troca de um empréstimo. Isso quer dizer que o bem ficará vinculado à instituição até que a dívida seja saldada. Enquanto isso, o proprietário pode usufruir do bem normalmente, como se fosse seu.

O valor liberado pelo empréstimo com garantia é liberado pelo LTV (Loan-to-Value) e trata-se de um cálculo que leva em consideração a análise de crédito da empresa e o valor do bem. Para chegar na quantia final, é preciso fazer uma avaliação do imóvel ou bem e da situação financeira do empreendimento. O valor máximo liberado é de 60% do valor total da propriedade e de 90% do valor total de um automóvel.

Por que o empréstimo com garantia?

Apesar de existirem diversas modalidades de linhas de créditos, existem várias vantagens para o empréstimo com garantia ser o ideal para alavancar a sua empresa.

  • Abrir um negócio

Se está começando agora e não tem dinheiro para começar a empreender, pode contratar o empréstimo com garantia com juros mais baixos do que todas as outras linhas de crédito e depois pagar com o próprio lucro.

  • Equilibrar fluxo de caixa e ampliar capital de giro

O crédito recebido com o empréstimo pode ajudar a balancear quanto entra e quanto sai de dinheiro da empresa, ou seja, equilibrar gastos e ganhos, para saber se há mais despesas do que lucros. Além disso, é uma alternativa para aumentar o capital de giro, que se trata de toda quantidade usada em todas as operações da empresa.

  • Reformar a empresa

Uma reforma leva anos e exige quantias elevadas para ser feita em um espaço pequeno, imagine só em uma empresa que não pode parar. Com o empréstimo com garantia isso pode ser feito imediatamente e as parcelas podem ser pagas aos poucos com os lucros de uma empresa já reformada e melhorada, com novos equipamentos e produtos.

Posso perder o bem?

É bastante comum nesse tipo de empréstimo as pessoas fazerem esta pergunta. A instituição financeira não quer tomar o seu bem e isso só pode acontecer em casos de inadimplência, que são raros. Por isso, é muito importante fazer um planejamento financeiro antes de contratar qualquer linha de crédito.

Antes da empresa bancária aceitar fechar o contrato com o cliente, uma análise criteriosa é feita, para garantir que as parcelas podem ser pagas. A instituição vai se certificar de que a operação é segura para ambas as partes. Vale ressaltar que a retomada do bem é a última alternativa e não é imediata. Existe todo um procedimento a ser seguido antes de chegar nessa situação.

Primeiro, o setor de cobranças irá notificar o devedor. Inicialmente, a instituição financeira procura entender e negociar a situação para que não chegue ao extremo. Caso surja algum tipo de dificuldade, é mais vantajoso para a empresa bancária entrar em um acordo com o cliente para um novo pagamento das parcelas restantes do que tomar o bem do mesmo.

Se todas as possibilidades tiverem se esgotado e o crediário ainda permanecer inadimplente, a empresa irá enviar um comunicado para oficializar o início do processo na justiça. É trabalhoso e demorado, de modo que muitas instituições fazem diversas renegociações até chegar a isso. O devedor ainda terá a oportunidade de reverter a situação enquanto a ação ocorre. 

Posso vender ou comprar um bem alienado?

O crediário não perde, diretamente, a posse de seu bem enquanto ele está como garantia de um empréstimo, mesmo que ocorra alienação fiduciária, de modo que o proprietário pode usufruir do bem da forma que preferir.

 Porém, para vender,  qualquer uma das parte envolvidas na negociação irá precisar saldar a dívida do empréstimo com a instituição financeira. Tudo deve ser bem acordado. Só então depois que a dívida for quitada o bem deixa de ser garantia e pode ser vendido. 

O processo do empréstimo com garantia pode vir a ser um pouco mais demorado do que o das outras modalidades de linhas de crédito, mas vale a pena toda a espera. Isso se deve ao fato de que as taxas de juros são consideravelmente mais baixas do que a dos outros empréstimos e os prazos para o pagamento das parcelas são maiores, além de diversas renegociações caso venha a ter inadimplência.

Lembrando que ter a documentação tanto do bem, quanto da empresa, quanto do cliente atualizadas e entregá-las rapidamente ajuda a acelerar o processo como um todo.

Gostou do texto? Faça uma simulação de empréstimo com garantia de imóvel com a gente!  Compartilhe e deixe a sua opinião, queremos saber. Que saber mais sobre o assunto? Veja:

 

A CashMe não realiza qualquer atividade privativa de instituições financeiras, como financiamentos e/ou empréstimos. Essas operações são realizadas através de parceiros autorizados pelo BACEN, nos termos da Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. As operações são realizadas através das seguintes instituições: Companhia Hipotecária Brasileira – CHB (CNPJ 10.694.628/0001-98), Companhia Hipotecária Piratini – CHP (CNPJ 18.282.093/0001-50).

Informações complementares referentes ao Empréstimo com Garantia de Imóvel: mínimo de 36 meses e máximo de 144 meses. “””Exemplo – Empréstimo de R$ 200.000,00 para pagar em 12 anos (144 meses) com LTV de 42,79% (sendo R$ 200.000,00 + despesas acessórias, para um apartamento avaliado em R$ 500.000,00) – Prestação inicial de R$ 2.894,10, com uma taxa de juros de 0,99% ao mês + IPCA, Sistema de Amortização Tabela Price. CET de 13,38% ao ano.”””


CASHME SOLUÇÕES FINANCEIRAS LTDA., com sede social na capital do estado de SP, na Rua do Rócio, nº 109, 3º andar, Sala 01 - Parte, Vila Olímpia, CEP 04.552-000, inscrita no CNPJ sob o no 34.175.529/0001-68

A CashMe, por sua vez, possui sede na Rua Olimpíadas, 242, 4º andar, CEP 04551-000, na cidade de São Paulo/SP.